Resenha: Olhos Prateados (Scott Cawthon) Five nights at Freddy's #01

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Olhos Prateados
Five Nights at Freddy´s # 1
Scott Cawthon...
R$ 27,90 até R$ 31,90
ISBN-13: 9788551001462
ISBN-10: 8551001469
Ano: 2017 / Páginas: 368
Idioma: português 
Editora: Intrínseca

No popular videogame criado por Scott Cawthon, o jogador assume o papel de um segurança contratado para tomar conta de uma pizzaria durante a noite, enquanto os animatrônicos perambulam e ganham ímpeto violento. Mas o mistério por trás dessas criaturas e dos assassinatos que ocorreram ali nunca foi desvendado... até agora. Olhos prateados extrapola o universo que conquistou fãs no mundo todo e traz à tona os medos mais obscuros que só brinquedos sinistros são capazes de provocar.
O primeiro livro da trilogia Five Nights at Freddy’s leva o leitor ao mundo de Charlie, uma adolescente que volta para sua cidade natal quando é convidada para participar de uma homenagem a um de seus amigos de infância, morto dez anos atrás, em circunstâncias misteriosas, dentro da pizzaria do pai dela. Tomados pela nostalgia e determinados a desvendar o crime jamais solucionado, Charlie e seus amigos acabam voltando à pizzaria, agora totalmente abandonada. Eles logo vão descobrir que as coisas lá dentro não são mais as mesmas. Os quatro animatrônicos mudaram. Os bonecos que antes encantavam as crianças agora guardam um segredo sombrio... e um plano mortal.

Gente, essa resenha era pra ter saído há séculos mas por algum motivo desconhecido eu fiquei procrastinando pra escrever. Isso sempre acontece quando eu não gosto muuuuito de um livro. 

Minha expectativa para Five Nights at Freddy's era IMENSA. Embora eu nunca tenha jogado o game, já vi vários vídeos sobre e até umas teorias sobre o jogo e de que ele possivelmente seria baseado em um acontecimento real. Eu esperava um terrorzão que não fosse me deixar dormir. Só que não foi isso que eu encontrei. 

Vejam bem, o livro não é ruim, não mesmo. O problema foi que EU coloquei muita expectativa e acabei me decepcionando um pouco, mas a verdade é que o livro vai atender bem aos fãs do jogo e provavelmente vai agradar essa molecadinha mais nova que deve conhecer o jogo, que tornou-se uma febre. 

A história é inédita, ou seja, não foi contada ainda nos jogos. É sobre Charlie, adolescente filha do dono da pizzaria Freddy Fazbear, local que há dez anos (a história é no presente com flashbacks da época), foi palco de alguns acontecimentos que deixaram a cidade marcada para sempre. Charlie e seus amigos resolvem voltar à cidadezinha de Hurricane, em Utah, no aniversário de 10 anos da tragédia, para tentar solucionar o mistério do assassinato de Michael, seu amigo, morto na pizzaria. 

O pai de Charlie construía uns animatronicôs, uns robôs em forma de animais (urso, coelho, raposa..) que serviam para entreter Charlie e também as outras crianças que frequentavam o local. Os bonecos serviam para animar o local e as crianças, mas dez anos depois, apesar de os bonecos ainda estarem lá, eles mudaram... 

Bom, quem conhece um pouquinho do jogo deve saber mais ou menos como funciona, por isso não vou revelar mais nada aqui, até para a resenha não ficar imensa. 

Então, eu até que gostei do livro, não amei, foi ok. Porém devo ressaltar algumas coisas que me incomodaram na leitura: excesso de flashbacks, eu sei que a gente precisa deles pra saber o que aconteceu, porém a coisa toda é tão arrastada que você lê lê lê e não sai da mesma página. Isso é bem chato. Outra coisa que eu não gostei muito é que o autor mesmo dá spoiler sobre a história, o Stephen King faz isso em alguns livros e eu fico muito brava!!! Poxa, eu não quero saber spoiler antes de ler o negócio! Sinceramente não entendo o porquê de ele fazer isso, já que o livro é bem juvenil e nada é muito absurdo, é até meio bobo, talvez por isso eu tenha ficado decepcionada. 

Os personagens não são amplamente explorados, tendo os autores deixado suas características em um plano alternativo, como se não importassem. Mesmo a de Charlie, personagem principal. Vi uns problemas de coerência textual mesmo, e mesmo sendo uma ficção, beirou ao absurdo. Eu gosto de fantasia, de ficção, mas tenho que acreditar na ideia, no caso eu não acreditei muito na ideia de Scott não. Mas eu não vou desistir da série, espero ler o próximo e espero gostar mais. 

O problema pode ter sido o fato de ter sido um livro introdutório e ao mesmo tempo tendo que pegar os ganchos do game e não deixar a história se perder. Eu penso que a história tem potencial sim, o autor só precisa ficar atento a detalhes que podem fazer a diferença. Eu como leitora, presto atenção em tudo e tem coisas que eu fico me perguntando e acredito que se eu encontrasse o autor, seria a primeira coisa que eu perguntaria. 

As descrições de cenário e dos animatrônicos são muito legais, realmente consegui imaginar a cena direitinho. Tenho certeza de que os mais jovens vão curtir demais, bem como os fãs da franquia. que eu acredito que sejam realmente o público para o qual este livro é destinado. Recomendo para quem conhece o game ou quem gosta de um "terrorzinho" light. 


"Sua primeira invenção foi um coelho roxo, que ficara cinza com o tempo, por causa da exposição ao sol. O pai o chamara de Theodore. Era do tamanho de uma criança de uns três anos - o tamanho da própria Charlie, na época - e tinha pelo macio, olhos brilhantes e uma elegante gravata borboleta, Não fazia nada muito de complexo, apenas acena a mão, inclinava a cabeça para o lado e dizia na voz do pai: "Eu te amo, Charlie." (página 12)

*Este livro foi cedido pela Editora Intrínseca em troca de uma resenha honesta. *

Resenha: Ligeiramente Perigosos (Mary Balogh) Os Bedwyns #06

segunda-feira, 22 de maio de 2017



Ligeiramente Perigosos
Os Bedwyns # 6
Mary Balogh
R$ 27,80 até R$ 39,90
ISBN-13: 9788580416459
ISBN-10: 8580416450
Ano: 2017 / Páginas: 304
Idioma: português
Editora: Arqueiro

Aos 35 anos, Wulfric Bedwyn, o recluso e frio duque de Bewcastle, está ávido por encontrar uma nova amante. Quando chega a Londres, os boatos que correm são os de que ele é tão reservado que nem a maior beldade seria capaz de capturar sua atenção. 
Durante o evento social mais badalado da temporada, uma dama desperta seu interesse: a única que não tinha essa intenção. Christine é impulsiva, independente e altiva – uma mulher totalmente inadequada para se tornar a companheira de um duque. Ao mesmo tempo, é linda e muito, muito atraente.
Mas ela rejeita os galanteios de todos os pretendentes, pois ainda sofre para superar as circunstâncias pavorosas da perda do marido. No entanto, quando o lobo solitário do clã Bedwyn jura seduzi-la, alguma coisa estranha e maravilhosa acontece. Enquanto a atração dela pelo sisudo duque começa a se revelar irresistível, Wulfric descobre que, ao contrário do que sempre pensou, pode ser capaz de deixar o coração ditar o rumo de sua vida.
Em Ligeiramente Perigosos, o sexto e último livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh conclui a saga desta encantadora família em uma trama repleta de cenas sensuais, tiradas espirituosas e personagens à frente de seu tempo. Ao unir um homem e uma mulher tão diferentes, ela mostra que o resultado só poderia ser um par perfeito.


Christine é uma viúva de 29 anos que após perder seu marido teve que voltar para suas origens, já que a família do falecido não quis mantê-la em sua proteção. Ela é uma mulher bondosa, adora crianças e ensina na escola do seu vilarejo. Apesar de ter participado de vários bailes por conta de seu ótimo casamento, ela não consegue se comportar como uma dama da aristocracia e por isso acaba passando por poucas e boas. Christine acaba ficando separada da sociedade já que ela vem de uma família pobre e que não era muito convidava para festejos.

"Christine subiu correndo as escadas na frente da mãe para ver se, quem sabe, uma duzia de roupas belíssimas e chiques havia se materializado em seu guarda-roupa desde que ela se vestira naquela manhã."

Sua amiga Melanie vai dar duas semanas de festa para comemorar o noivado da cunhada, e a mesma adora fazer bailes, ser lembrada na sociedade e também é muito perfeccionista tanto que precisa receber na sua casa o mesmo de número de moças e rapazes... o que ela não contava é que o Duque Bewcastle também seria convidado por seu marido e agora precisa de uma mulher para igualar os convidados.

Christine acaba recebendo essa difícil missão, ela é a última convidada e agora irá passar duas semanas com pessoas da alta aristocracia, suas roupas já não são bonitas e suas toucas também não. Porém ela acaba aceitando o convite para ajudar e acalmar sua amiga. Os rapazes acabam ficando encantados com o sorriso de Christine, como ela age naturalmente, sua forma de aceitar e respeitar todo mundo... As moças a acham vulgar, porém ela não percebe como consegue encantar por onde passa.

"E então toda a complacência de Christine desapareceu quando seus olhos encontraram os do duque de Bewcastle do outro lado do salão, e na mesma hora ela pensou em carcereiros, celas de prisão, correntes e magistrados." 

O Duque de Bewcastle é um homem frio. Aos 35 anos nunca casou pois teve uma desilusão amorosa e decidiu nunca mais se envolver emocionante com mulher alguma, mas ele sempre teve uma amante que acabou falecendo e ele novamente perdeu sua companheira. Quando ele conhece a viúva Christine, a considera totalmente imoral e contra qualquer bons modos que alguém pode ter... 

As damas ficam extasiadas ao descobrir que terá um Duque nesta festa e estão todas preparadas para conseguir um bom marido, mas nesse jogo Wulfric Bedwyn já sabe como escapar, o que ele não contava é que existiria uma aposta e que Christine conseguiria vencer além de chamar sua atenção e conquistar o seu desejo sexual... Ou teria mais do que isso?

"Mas ele se deu conta do quanto aquele pensamento era absurdo quase no meu instante. A Sra. Derrick, é claro, era viúva, e estava mais perto dos 30 anos do que dos 20. Não havia nada nem remotamente impróprio no que estava fazendo."

Duas semanas de festa, conversas e intrigas. Christine terá que conviver com a família do seu falecido marido e eles não têm a menor compaixão por ela, juram que Oscar morreu por sua culpa e ela sempre acaba abaixando a cabeça... O Duque não pensou que conheceria alguém tão diferente como ela e agora ele irão viver um romance ligeiramente perigoso.

Nunca tinha lido nada da Mary Balogh, sempre tive muita curiosidade em ler algo da série Os Bedwyns e posso dizer que tive uma grata surpresa. Sua escrita é leve, engraçada e acaba te envolvendo, além da narração ser em terceira pessoa. Os personagens são cativantes, você torce por eles e ri com eles. Mais uma autora de romance de época que quero levar comigo. 

"E encantado era o diabo. Ele estava quase cego por causa da atração que sentia por ela. Estava apaixonado, maldição.  Não gostava dela, se ressentia dela, desaprovava quase tudo o que dizia respeito a ela, e ainda assim estava perdidamente apaixonado, como um colegial tolo." 

A diagramação da editora segue as demais de outros livros do gênero, sem erros de revisão ou digitação, com ótimo tamanho de fonte, folhas amareladas e essa capa é linda. Mais um romance de época lindo e que recomendo. Agora vou correr e adquirir os anteriores!










*Este livro foi cedido como cortesia pela Editora Arqueiro em troca de uma resenha honesta.*

Resenha: Não Pare de Sonhar + Acordei! E agora? (Nahra Mestre)

quinta-feira, 18 de maio de 2017




Não Pare de Sonhar + Acordei! E agora?
Duologia
Nahra Mestre
Nenhuma oferta encontrada
ISBN: B01AJBDGF0
Ano: 2015 / Páginas: 619
Idioma: português
Editora: Amazon

Quem nunca fechou os olhos e mesmo consciente conduziu seus pensamentos para lugares onde queria estar e coisas que queriam fazer? 
Iza é uma mulher forte e decidida. Praticamente mãe solteira, compartilha seus momentos entre seu filho Léo e uma ONG que fundou junto com sua avó. Sua vida romântica se resume a um relacionamento imaginário. 
Eduardo é um milionário empresário do ramo do minério. Ficou viúvo aos vinte e dois anos e dedica sua vida ao trabalho e a sua filha Nina. 
A amizade entre seus filhos fizeram com que eles se aproximassem. 
Será possível Iza realizar tudo que projeta em seus 

devaneios conscientes?

Para que gosta de um livro Hot com uma história muito interessante e bem escrita recomendo "Não pare de Sonhar". Vou fazer a resenha dos dois livros juntos, pois adquiri eles em um box, e depois que comecei a ler não consegui parar, e li os dois de uma vez, então pode ter algum spoiler, para o segundo livro, mas vou tentar falar mais do primeiro e deixar o segundo por conta da imaginação de vocês.

Esse livro me surpreendeu muito, a autora me conquistou pelo seu modo de escrever com toques de humor e erotismo, ela simplesmente te prende ao livro, que você não consegue parar até chegar a última linha e quando chega lá você pensa: Quero mais...

Já faz muito tempo que Iza não tem ninguém, alguns encontros mas nada sério, ela então fantasia com um Deus grego, um homem que a visita em seus sonhos, seu Apolo, ele a trata como muito amor e carinho, mas ele não tem um rosto, quando ele começa a ganhar um rosto tudo muda.

Iza era uma mulher decidida que depois da morte do ex marido, se vê em uma situação não muito boa pois perde o maior investidor de sua ONG, que era ele, ainda descobre que ele não deixou nada para ela e seu filho Leo, até a casa que ela mora fica para o ex sogro e ele pede que ela desocupe, então ela terá que voltar a morar com a mãe.

Ela conhece Eduardo, um viúvo muito charmoso que tem uma filha, Nina, que é a melhor amiga de Leo na escola, então os caminhos de Iza e Eduardo acabam se cruzando. Eduardo é tudo de melhor que poderia acontecer com Isa, muito amoroso e sexy, um pai perfeito para Leo, e trás com ele Nina que é um doce de menina, que a encanta cada dia mais.

Para Iza tudo começa a parecer um sonho, tem um melhor amigo que é mais que um irmão, um namorado perfeito, Leo tem em Nina um irmã e em Eduardo um pai, e um cunhado maravilhoso, uma sogra que a conquistou... Perfeito demais...

Então é ai que as coisas começam acontecer...E é aqui que eu paro de falar, pois senão a autora vem e acaba comigo.

Com uma trama perfeita e personagens muito convincentes, ela trata com muita sensibilidade uma parte que geralmente causa algum impacto em uma historia, que é a orientação sexual do Marcos (melhor amigo) e Marcelo (irmão de Eduardo), nos mostrando o drama e o preconceito sofrido por eles por parte de alguns familiares e a aceitação e apoio por parte de outros.

Então você está muito feliz, lendo o seu livrinho se preparando para dar aquele suspiro no final do livro e a autora simplesmente pega uma bomba e joga em suas mãos e corre. Sim, corre e termina o livro. E você pensa: O quê? Como assim? Ainda bem que o segundo livro já estava escrito e eu comprei o box, senão eu não sei o que seria da minha vida se eu não pudesse ver o final dessa história.

Sobre o segundo livro não posso falar muito, é a continuação da história, só que não, todos os personagens estão presentes, mas vivendo situações diferentes.

Isa tenta resolver sua vida, ficar inteira para, enfim realizar o seu sonho de um felizes para sempre. Depois de encarar a realidade tal qual como ela é, conseguirá Isa transformar um sonho em realidade?

"Tudo o que um sonho precisa para ser realizado é alguém que acredite que ele possa ser realizado."
-Roberto Shinyashiki                          

"Para realizar grandes conquistas, devemos não apenas agir, mas também sonhar; não apenas planejar, mas também acreditar".
-Anatole France                          

"A possibilidade de realizarmos um sonho é o que torna a vida interessante".
-Paulo Coelho                          

O que esse livro me trouxe? Me levou a refletir sobre os meus sonhos, o que eu estou fazendo para realizá-los, se estou apenas esperando que eles aconteçam, ou estou trabalhando para que eles aconteçam, pois sim temos que acreditar, mesmo que a vida e o mundo não estejam a nosso favor agora, se eu acreditar, já estou dando o primeiro passo.
E você acredita em seus sonhos?


Resenha: Talvez Um Dia (Colleen Hoover) Maybe #1

terça-feira, 16 de maio de 2017



Talvez Um Dia
Maybe # 1
Colleen Hoover
R$ 19,90 até R$ 33,25
ISBN-13: 9788501050311
ISBN-10: 8501050318
Ano: 2016 / Páginas: 368
Idioma: português 

Editora: Galera Record

Um dos livros mais comentados de 2015, nos Estados Unidos, este é mais um sucesso arrebatador de Colleen Hoover, autora das séries Slammed e Hopeless.
Sydney acabou de completar 22 anos e já fez algo inédito em sua vida: socou a cara da ex- melhor amiga. Até hoje, ela não podia reclamar da vida. Um namorado atencioso, uma melhor amiga com quem dividia o apartamento... Tudo bem, até Sydney descobrir que as duas pessoas em quem mais confiava se pegavam quando ela não estava por perto. Até que foi um soco merecido. Sydney encontra abrigo na casa de Ridge. Um músico cujo talento ela vinha admirando há um tempo. Juntos, os dois descobrem um entrosamento fora do comum para compor e uma atração que só cresce com o tempo. O problema é que Ridge tem uma namorada, e a última coisa que Sydney precisa agora é se transformar numa traidora.



Sidney é uma garota de sorte. Mora com a melhor amiga, tem um namorado maravilhoso, faz faculdade de música e não tem nada do que reclamar. Ela tem um vizinho estranho que toda noite toca várias melodias na varanda do quarto. Sid acaba fazendo letras para essas melodias pois nunca ouviu ele cantar... E certa noite tudo muda, o vizinho acaba pedindo seu número de telefone para trocarem mensagens e para que ele possa conhecer as letras que ela fez. Uma amizade começa ali. 

"Somos apenas duas almas completamente confusas, com medo de um adeus indesejado, mas crucial."

E quando tudo parece certo, ela sofre ao descobrir uma traição terrível no dia do seu aniversário. Ridge é o compositor e vizinho, ele sabe o que acontece na casa ao lado, sabe das traições e sabe que a garota não imagina. Ele até tenta avisar mas Sidney confia cegamente naqueles que sempre estiveram ao seu lado. E quando ela descobre a verdade, Ridge é o único que pode ajudar... Principalmente se ele vai precisar da ajuda dela.

Ridge acaba acolhendo Sidney em sua casa, ele tem um apartamento que funciona como república onde mora com seu melhor amigo Warren e com a chata Bridgette. Um quarto de sobre e é tudo que ela vai ter já que não tem para onde ir e Sidney vai descobrir que Ridge tem uma deficiência... Ele é surdo e por isso ela nunca escutou ele cantar. Isso deixa ela bastante surpresa pois ele sabe exatamente o que fazer com o violão, ele sente a música com o coração. 

"Não tenho dúvidas de que seríamos perfeitos um para o outro, Sydney. Mas nossas vidas não são perfeitas para nós."

E de uma amizade, um abraço ou um beijo pode significar muito mais do que eles imaginavam. Ridge tem uma namorada que ele nunca irá deixar mas seu coração agora pertence a duas pessoas. Porém Maggie sempre será a escolhida pois eles estão juntos desde sempre. Mas o que fazer quando o coração pede uma coisa e a razão quer outra? Sidney só não quer ser uma Tori e agora eles terão o dilema do amor.

Colleen Hoover sempre surpreende. Não tem um único livro dela que me deixe bastante abalada. Sua escrita nos envolve e é cativante. Sidney e Ridge são tudo o que eles precisam, eles nunca imaginavam que poderiam encontrar alguém com uma ligação tão forte mas a vida sempre traz surpresas que acabam impedindo que eles fiquem juntos porque acreditem oi não Maggie é uma garota tão incrível quanto Sidney, tão bondosa quanto ela é o coração dele terá que trabalhar junto com a razão.

"Talvez eu não seja o herói para ela que eu sempre tentei tanto ser, porque, agora, eu me sinto como se ela nem sequer precisasse de um herói. Pra que precisaria? Ela tem alguém muito mais forte do que eu jamais serei para ela. Ela tem a si mesma."

Adorei o trabalho da editora com a diagramação do livro e revisão porém não posso falar da capa, prefiro a original. Um livro tão tocante como só Colleen Hoover poderia escrever, com várias músicas e que precisa ser lido! Recomendo.


Vídeo Resenha | Boneco de Pano (Daniel Cole) Detetive William Fawkes #01

quarta-feira, 10 de maio de 2017



Boneco de Pano
Um corpo. Seis vítimas.
Detetive William Fawkes # 1
Daniel Cole
R$ 31,90 até R$ 39,90
ISBN-13: 9788580417036
ISBN-10: 8580417031
Ano: 2017 / Páginas: 336
Idioma: português
Editora: Arqueiro

VOCÊ ESTÁ NA LISTA DE UM ASSASSINO. E ELA DIZ QUANDO VOCÊ VAI MORRER.
O polêmico detetive William Fawkes, conhecido como Wolf, acaba de voltar à ativa depois de meses em tratamento psicológico por conta de uma tentativa de agressão. Ansioso por um caso importante, ele acredita que está diante da grande chance de sua carreira quando Emily Baxter, sua amiga e ex-parceira de trabalho, pede a sua ajuda na investigação de um assassinato. O cadáver é composto por partes do corpo de seis pessoas, costuradas de forma a imitar um boneco de pano.
Enquanto Wolf tenta identificar as vítimas, sua ex-mulher, a repórter Andrea Hall, recebe de uma fonte anônima fotografias da cena do crime, além de uma lista com o nome de seis pessoas – e as datas em que o assassino pretende matar cada uma delas para montar o próximo boneco. O último nome na lista é o de Wolf.
Agora, para salvar a vida do amigo, Emily precisa lutar contra o tempo para descobrir o que conecta as vítimas antes que o criminoso ataque novamente. Ao mesmo tempo, a sentença de morte com data marcada desperta as memórias mais sombrias de Wolf, e o detetive teme que os assassinatos tenham mais a ver com ele – e com seu passado – do que qualquer um possa imaginar.
Com protagonistas imperfeitos, carismáticos e únicos, aliados a um ritmo veloz e uma deliciosa pitada de humor negro, Boneco de Pano é o que há de mais promissor na literatura policial contemporânea.