#Resenha 06 - O Clube do Biscoito (Ann Pearlman)

quarta-feira, 11 de maio de 2011

O Clube do Biscoito - Ann Pearlman
Edição: 1
Editora: Bertrand Brasil
ISBN: 9788528614718
Ano: 2010
Páginas: 294
Tradutor: Sibele Menegazzi
Sinopse - O Clube do Biscoito - Ann PearlmanTodos os anos, na primeira segunda-feira de dezembro, Marnie e suas doze amigas mais íntimas se reúnem para uma festa, trazendo um montão de biscoitos caseiros lindamente embrulhados. Além dos biscoitos, todas devem comparecer com quitutes, vinho e, lógico, muitas e deliciosas histórias. Este ano, por diversos motivos, o encontro será especialmente importante. A filha mais velha de Marnie está passando por uma gravidez de risco. Quem sabe, ao fim da reunião, vamos descobrir como terminará essa história. O pai de Jeannie está traindo a esposa com a melhor amiga da filha. Quem mais sabe sobre o caso? Mesmo entre amigas tão íntimas quanto elas, será possível simplesmente passar uma borracha e perdoá-los? O marido de Rosie não quer filhos; ela precisará decidir, muito em breve, se isso é motivo para terminar tudo. E não para por aí: após ser deixada pelo marido, a vida financeira de Taylor está em derrocada. Cada mulher, cada amiga tem uma história para contar, e elas estão todas entrelaçadas, assim como suas vidas.
Bem, o que falar deste livro? Ah gente, acho que nenhuma resenha vai chegar aos pés do que eu senti enquanto lia cada página desse maravilhoso livro.

Tudo começa com a bondosa e fofa Marnie que é a biscoiteira-líder. (Eu imagino ela como a Maryl Streep, cabelos brancos e olhos azuis...rs sério, toda vez que eu lia o nome dela eu pensava na Maryl). 

Mas vamos deixar de bla bla bla e chegar logo  à resenha, de fato.

Marnie reúne todos os anos suas 11 amigas mais íntimas para a reunião anual do Clube do Biscoito que acontece sempre na primeira segunda feira de dezembro. Toda biscoiteira deve levar 13 dúzias de biscoitos (uma para cada amiga e a ultima para a caridade) deve também levar um prato de alguma comida, uma garrafa de vinho e claro, levar a história do biscoito. O Clube do Biscoito , como todo bom clube tem as suas regras mas não vou explorá-las aqui na resenha pra não ficar muito grande e cansativa (acho que falhei nisso, mas tudo bem...rs) vocês vão ter que ler o livro para descobrir. (Muaaaaahahahahaha - #risadamalefica)

Este ano tem uma biscoiteira virgem, Sissy, e é a primeira vez que ela participa da reunião do Clube do Biscoito. Sissy é mãe do namorado da filha mais nova de Marnie, Tara, que está com 8 meses de gravidez (uma gravidez inesperada) enquanto sua filha mais velha, Sky, passa pelo drama de conseguir segurar uma gravidez, essa já é a 4ª gravidez de Sky.  Ela e o marido Troy têm uma espécie de problemas na combinação genética e o bebê tem metade das chances de nascer normal e ela está prestes a receber a notícia se o bebê está bem ou não, por esse motivo Marnie está tão ansiosa na festa do biscoito. Vocês vão ter que ler pra descobrir se Sky vai realizar o sonho de ser mãe (biologicamente) ou não. 

Junto com Marnie, vem 11 outras histórias todas relacionadas a algum tema, seja amizade, relacionamento, família, dinheiro, etc.

Eu, particularmente, me emocionei e chorei muito com a história de Charlene, que perde o filho num acidente de trabalho. Talvez essa tenha sido a história que me tocou mais e que me deu uma lição também, a de que nada é eterno e que você pode seguir em frente sem deixar de amar quem quer que você tenha perdido. Charlene acredita que o filho morto esteja cuidando dela, onde quer que esteja. 

Cada mulher tem o seu drama pessoal. Rosie, por exemplo, já está numa certa idade e seu relógio biológico está informando que é hora de ter um bebê, no entanto o marido dela não quer ter filhos, pois já tem filhos de outro relacionamento. Como lidar com isso? Abrir mão do casamento em busca do sonho de ser mãe? Sinceramente eu parei pra pensar nisso. Imagina você: Ama o seu marido mais que tudo, e ele te ama também, mas ele não quer um filho e este é o maior projeto da sua vida. O que você faria? Seria isso um motivo suficiente para terminar o casamento?   

O Pai de Jeannie está traindo a mãe dela com a melhor amiga e a sua outra melhor amiga, que também é melhor amiga da Jeannie... nossa isso ficou confuso, não? Resumindo: São três melhores amigas. Uma sabe do caso e se omite, mas até que ponto ela poderia interferir na vida das pessoas por causa desse segredo? Se eu estivesse no lugar da amiga dela eu preferiria nem saber o segredo, mas se soubesse também ficaria calada. Você contaria pra sua melhor amiga que o pai dela está saindo com a outra melhor amiga dela? Eu não contaria, pois muitas vezes só sobra pra quem quis ajudar. Infelizmente. Como Jeannie vai superar isso? Ela vai conseguir virar a página e perdoar seu pai e sua amiga? (Vocês vão ter que ler pra descobrir o que acontece). 

O legal é que elas se envolvem mesmo com os problemas das outras, uma está passando por dificuldade financeira pois foi abandonada pelo marido e foi despejada da casa onde vivia então outra oferece abrigo em sua casa, outra oferece uma oportunidade de emprego, todas procurando ajudar mesmo. 

Não vou contar todas as histórias aqui pra não perder a graça, mas asseguro que este livro vale muito a pena, em muitos momentos me imaginei sentada com elas, tomando vinho e conversando, era como se eu fizesse parte do clube do biscoito. Cada história faz você pensar nas coisas que acontecem o tempo todo com todo mundo, são histórias de mulheres reais e comuns, como eu e você que está lendo. 

Interessante: No início de cada capítulo, vem a receita do biscoito juntamente com a história da mulher que os preparou e ao final do capítulo vem uma pequena história sobre algum ingrediente utilizado para fazer o biscoito, geralmente algumas curiosidades. (Acredite, são muuuuito legais!)

Ameiiiii o livro que foi disponibilizado carinhosamente pela Editora Bertrand para o grupo Livro Viajante no Skoob (Aqui vai o meu Muuuuuuito Obrigadaaaaaaaaaaa) e é lógico que pretendo ter este livro na minha estante né?!

Não fiz os biscoitos pois sou uma negação na cozinha e ela foge de mim...rsrs

Espero que tenham curtido a resenha, hoje não estou nos meus melhores dias mas tentei passar no texto o que eu senti quando acabei de ler o livro e abaixo vou  colocar uma citação do livro.

Ahhhhh e é CLARO que eu espero os seus comentários!!! 
Beijosss,

Citação que não sai da minha cabeça: 
"Aprendi a não supor mais nada. Aprendi a preencher minha vida totalmente e a tentar viver cada momento. E também aprendi que qualquer um pode desaparecer a qualquer instante. E concluí que o amor nao valia nada se nao fosse para sempre, e soube que nada era para sempre a nao ser os filhos".
- Marnie -

7 Comentários:

Claudia disse...

Muito bom, Dana! Realmente senti a mesma coisa que vc quando li o livro, como se eu fosse uma das integrantes do Clube. É uma história (ou melhor, um conjunto de histórias) realmente emocionante!

The Buk's On The Table disse...

Esse livro daria um bom filme!

Dana disse...

Querida xará,
tô no comecinho do livro e assim que terminar venho aqui comentar com gostooo! =)
Beijo!

Lariza Barbosa disse...

adorei a resenha me deu vontade de ler, esse acabou de entrar na lista.ei kd minha postagem?
beijos

Carol disse...

Amiga, estou lendo o livro agora... acho melhor ler sua resenha depois que terminar o livro, certo?? rsrs

Depois volto aqui! =)

Tartaruga disse...

Você e Cau me deixaram com água na boca. Pena que demora tanto para chegar na minha vez.

lilianarodrig disse...

Que livro lindo!!!! Adorei a citação que você deixou. Bjs

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D