#Resenha 14 - Elixir (Hilary Duff)

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Sinopse: Elixir - Hilary Duff
Clea Raymond sentiu o brilho dos holofotes a vida inteira. Ela é filha de um renomado cirurgião e um proeminente político de Washington DC. Cresceu e se tornou uma talentosa fotógrafa para jornais que se refugia em uma carreira que lhe permite viajar para as regiões mais exóticas do mundo. Mas depois que o pai de Clea desaparece durante uma missão humanitária, imagens estranhas e sombrias de um homem bonito começam a aparecer em suas fotos — um homem que Clea nunca havia visto antes. Quando o destino leva Clea e este homem, ela fica atordoada com a ligação imediata e poderosa entre ambos. Conforme mais se aproximam, mais são empurrados para dentro do mistério por trás do desaparecimento do pai de Clea, e acabam descobrindo a verdade guardada a séculos sobre a sua ligação intensa. Envaredados em um triângulo amoroso perigoso e assombrado por um segredo poderoso que detém os seus destinos, juntos, eles correm contra o tempo para desvendar seus passados, a fim de salvar suas vidas — e seus futuros.
Título: Elixir
Autor: Hilary Duff
Editora: ID
Páginas: 280

Quando foi anunciado que a Hilary Duff iria lançar um livro eu não me assustei tanto quanto eu me assustaria se soubesse que a Ke$ha ou a Lady Gaga  iria escrever um, por exemplo, porque né?! 

A loira já provou que é talentosa como atriz e cantora, e agora também como escritora, é também conhecida por seus vários trabalhos humanitários.

Quando a Editora ID postou no twitter a capa de Elixir eu, de cara, já fiquei louca pra ler. Assim que o livro chegou nas livrarias eu corri pra garantir logo meu exemplar. A capa é de muito bom gosto, tendo uma textura diferente como se fosse mesmo a textura da pétala de uma flor. A diagramação é impecável. A fonte e o espaçamento utilizados estão em harmonia para que o leitor não se canse, fazendo a leitura fluir de forma prazerosa e rápida. 
Curiosidade: A Flor na capa chama se Flor-de-íris. Três pétalas voltadas para cima e três sépalas voltadas para baixo. Clea usa no pescoço um pingente com esta flor, presente de seu pai, que segundo ele representam: Fé, Coragem e Sabedoria.
O livro inicia-se de forma meio clichê e um pouco arrastada, no entanto Clea é uma garota totalmente fora do comum. Filha de senadora e de um renomado neurocirurgião, sempre foi acostumada a viver sob constante observação da mídia, mas ela não gosta disso. Ela odeia ser alvo de comentários. Clea Raymond é fotógrafa, mas para ela conseguir trabalhos por seu próprio esforço e não apenas por seu “nome”, teve que criar um pseudônimo para mostrar seu talento. Clea também é Alissa Grande. 
"Tudo no mundo tem uma alma e, quando minha camera e eu estamos entrosadas, funcionando em perfeita sintonia, é isso o que capturamos." (Pág. 21 )
Tudo começa quando ela está em Paris com sua melhor amiga Rayna, durante um incêndio ela começa a tirar fotos. Quando retorna ao lar, Clea começa a trabalhar nas fotos de suas férias na Europa e então percebe uma misteriosa presença em todas as suas fotos, um homem estranho, de beleza estonteante porém carregando em seu olhar uma enorme angústia. 
"Era lindo, com seu cabelo escuro e bagunçado, rosto másculo e sobrancelhas grossas, mas havia um quê de angústia em seus olhos e em sua boca que contrastava com toda aquela beleza, apontando para algo mais complexo e profundo. (pág. 33)
Clea se vê apavorada e ansiosa, pois ao mesmo tempo que ela acha que esse homem pode ser uma ameaça, ela também acredita que ele pode ser sua Alma gêmea.
Então ela começa a ter sonhos e pesadelos com eles dois juntos. Mas ela não é bem ela... Ela é Olivia, Catherine, Anneline e Delia. Quatro mulheres de diferentes épocas mas sempre o mesmo amante: Ele. O misterioso homem nas fotos.

'Toda noite, eu voltava no tempo de novo. Eu era Olivia na Itália renascentista, tentando aperfeiçoar minhas técnicas de aquarela pintando o homem que eu amava e seu melhor amigo, Giovanni... Em outras noites, cem anos depois, eu me via como Catherine, em uma região rural da Inglaterra, correndo a cavalo pelos campos ingleses, com o homeme das fotos instigando seu cavalo a me acompanhar. Já em outras, eu era levada por Anneline aos melhores palcos da França no século XIX, ou por Delia para Chicago, na Era da Proibição.'
Pág. 71
Quando surge uma oportunidade de Clea ir ao Brasil cobrir o carnaval do Rio de Janeiro, lugar onde seu pai misteriosamente desapareceu, ela leva junto consigo seu melhor amigo, Ben. 

Abrindo parêntese: Eu me apaixonei pelo Ben, a Clea é muito cega. O cara é completamente apaixonado por ela, demonstra o tempo todo e ela não se toca. Aff... só em filmes e livros mesmo. Ahahaha

E foi lá onde tudo aconteceu. No meio da multidão ela viu o homem de seus sonhos, Sage, e foi ao seu encontro, mas ele parecia fugir dela. Quando finalmente eles conversam ela descobre que tudo isso, seus sonhos, pesadelos, desaparecimento do pai dela... é tudo por causa do Elixir da Vida, um liquido poderoso que é capaz de dar a imortalidade para quem tomá-lo ou ingerido em pequenas quantidades tem poderes de regeneração rápidos. O pai de Clea sempre acreditou em sua existência e agora ela corre um grande perigo, mas EU NÃO VOU DIZER PORQUE!! Hahaha
"...quando, de repente, congelei, sentindo o tempo parar. O homem dos meus sonhos estava com a gente na praia." (pág. 110)
Juntos, ela, Sage e Ben, partem em uma jornada perigosa em busca de respostas e de uma maneira de salvar Clea de um terrível destino.  

Tem romance, tem ação, aventura, tem ceninha ciúme, tem cenas hoooot, tem cenas engraçadas... haha e as engraçadas são demais!!! 
"Rayna me mandou ouvir meu coração. E meu coração me mandava pular em cima de Sage. (pág. 204)
* * *
"-Clea... olhe para mim... - disse ele.
-Não consigo.
-Olhe para mim - insistiu Sage, então me virei para ele. -Porque voce está olhando para o meu nariz? (pág. 206)
* * * 
"-Posso só ficar com nojinho por vocês terem deflorado o pobre banco do carona do meu carro? - Perguntou ela, assim que terminei. (pág. 216) 
A Clea não é aquela heroína frágil, bobinha e sonsa. Ela é uma menina absolutamente normal, decidida, forte e que tem pensamentos, digamos, um tanto “HOT” ahahahha e ficam mais freqüentes quando ela conhece Sage pessoalmente. Ahhh ela é comilona também! Nada de frescuras! Essas foram algumas das qualidades que me fizeram simpatizar muito com a Clea.

O livro nos mostra como é difícil ficar com o coraçao dividido e o quanto é ruim magoar quem a gente ama. Em determinado momento ela se vê dividida entre o Homem dos seus sonhos e seu melhor amigo Ben, aquele que sempre esteve ao seu lado, sempre fiel e protetor. 

O livro é uma ótima pedida para quem gosta de romance, mistério e uma boa dose de humor. Hilary é muito criativa e conseguiu me deixar completamente ansiosa por Devoted, o próximo livro da série, que segundo a Editora ID deverá ser lançado nos Estados Unidos em outubro, mas ainda não tem data definida no Brasil. Snif.

Embora tenha achado alguns erros de digitação, não foi nada que comprometeu a leitura. Outro ponto negativo é quando ela está sonhando. De repente a história muda para o sonho dela e o leitor fica um pouco perdido no começo. Acredito que a fonte deveria ser alterada nos momentos em que Clea estivesse sonhando.

Então, fica a dica: Leiam Elixir, eu acredito que o livro vale muito a pena. A Editora ID teve um carinho especial com este livro pois ele é absolutamente todo LINDO.

Avaliação:  
 


P.s.:  Eu já to imaginando o filme com a própria Hilary no papel de Clea Raymond. 


Terá encontro de fãs do livro Elixir neste domingo, 19, na Saraiva Megastore do shopping Iguatemi de Fortaleza, a partir das 15h!

Não Percam!!!

 Book Trailer Legendado:

video retirado por problemas com o youtube



8 Comentários:

Carol disse...

Esta menina só me faz gastar dinheiro!
Resenha MARAVILHOSA, Dana! E agora estou aqui, com Elixir na sacola de compras de 3 sites, tentando gastar o menos possível! rsrsrs

Preciiiso!

Natália Alexandre disse...

Adorei o livro tb e sua resenha ficou ótima!!!!!!
Aqui terá evento Domingo, não vou perder.

bjss

Diego Barros disse...

CAAAARA . nao escondo a vontade de ler esse livro. e não é só por causa que é a hilary não. É porque gostei da trama. tem "aquela" cara de que te deixa sem vontade de sair, comer, beber, nada. só ler. uahauhauh'

Carol M. disse...

Nossa, sua resenha me fez querer levantar da cadeira e correr para comprar o livro kkkk
Sério, eu amei! E espero que tantos comentários com elogios sejam realmente verdadeiros.
Beijos

BabihGois disse...

Caramba que história Maraaaaa!!!!

Amei mesmo! Vou comprar ele nas minhas férias! Detalhe: Amooo roxooo!!! Adoro a autora!

Parabéns pela resenha!

Beijos
BabihGois
http://babihgois.blogspot. com

Suzy disse...

Já acabei de ler o livro, a sua resenha traduziu bem o enredo dele :) tomara que façam o filme com a Hilary né kk

Kel Costa disse...

Sou doida para ler Elixir *-* Mas ainda não deu pra comprar... Adoreeeei a resenha, Dana! A editora me ganha quando capricha já na edição da obra, mostra todo um cuidado que eles tem, né?

Bjs,
Kel - It Cultura
www.itcultura.com

mavylla disse...

Nossa essa resenha foi expectacular fiquei muito curiosa com relaçao a livro ja vi que vou ter que comprar hehe alem disso gosto muito da hilarry espero ler e que ela escreva mais livros

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D