#Resenha 18 - Cidade dos Ossos (Cassandra Clare)

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Sinopse: Um mundo oculto está prestes a ser revelado... Quando Clary decide ir a Nova York se divertir numa discoteca, nunca poderia imaginar que testemunharia um assassinato - muito menos um assassinato cometido por três adolescentes cobertos por tatuagens enigmáticas e brandindo armas bizarras. Clary sabe que deve chamar a polícia, mas é difícil explicar um assassinato quando o corpo desaparece e os assassinos são invisíveis para todos, menos para ela. Tão surpresa quanto assustada, Clary aceita ouvir o que os jovens têm a dizer... Uma tribo de guerreiros secreta dedicada a libertar a terra de demônios, os Caçadores das Sombras têm uma missão em nosso mundo, e Clary pode já estar mais envolvida na história do que gostaria.  

 Cassandra Clare escreve de uma forma descomplicada e com tamanha maestria que quando você menos espera já leu metade do livro sem nem sentir. A historia flui de maneira rápida e agradável, o suspense é na medida correta e as doses de aventura também. Os personagens são cativantes, de cara você já se apaixona pelo Jace porque ele é sarcástico, lindo e inteligente, e a Clary não é o tipo de mocinha indefesa e idiota, ela sabe o que quer e é bem corajosa também, só é um pouco lerda no começo porque não enxerga as coisas que estão bem na cara dela... Mas eu não vou dar Spoiler...rs
Uma das coisas que eu mais gostei no livro são os diálogos!

"Clary: Eu nao o convidei para a minha cama, so estavamos nos beijando.
Jace: So nos beijando? - o tom de jace zombava dela com uma falsa tristeza –
Jace: como voce desqualifica assim o nosso amor? pag. 306.
Jace: "...Como sempre, sou muito bom nisso"
Clary: "Quando os autoelogios da noite acabarem, talvez possamos voltar para a missão de salvar da morte meu melhor amigo desamparado?"
"...E na proxima vez que estiver planejando se machucar para chamar minha atenção, lembre-se de que um bom papo produz maravilhas." Jace para Clary, pág. 183"
Cidade dos Ossos não estava entre as minhas prioridades, eu achava que era “mais-um-livro-sobrenatural-adolescente”, mas algumas pessoas falaram tão bem dele que eu tive que começar a lê-lo logo, até porque houve o evento de Cidade das Cinzas na cidade e eu queria saber pelo menos de que se tratava a historia.

O Livro me conquistou logo nas primeiras 40 páginas, eu não conseguia mais largar. É uma história completamente bem distribuída (ação, romance, suspense, emoção) tudo na medida correta. Clary presencia um assassinato numa boate e a partir deste momento sua vida muda completamente, de maneira que ela começa a ver coisas que antes ela não compreendia, até que sua mãe é seqüestrada e com a ajuda de Jace, Simon, Isabelle e Alec, ela vai procurar respostas para os seus questionamentos. 
Quem é seu pai? O que ele é? O que é sua mãe? Quem é ela? 
Narrado em terceira pessoa, é possível ter o ponto de vista de todos os personagens. Eu particularmente gosto muito dos livros em 3ª pessoa, acho que dessa forma prende mais o leitor. Gostei bastante da maneira como os personagens foram evoluindo no decorrer a história, eu gostaria que o Simon (amigo da Clary) tivesse um destaque maior na historia, gostei muito dele.


Simon: "Voce nunca pareceu precisar de ninguem,Clary. Voce sempre foi tão... controlada. Precisava apenas de seus lapis e mundos imaginarios. Varias vezes eu ja tive de dizer as coisas seis ou sete vezes antes de voce responder, e voce estava tao longe. Depois virava pra mim e sorria daquele jeito engraçado, e eu sabia que voce havia se esquecido de mim, e tinha acabado de se lembrar. Mas eu nunca fiquei chateado com voce por isso. Metade da sua atençao é melhor do que toda a atençao de qualquer outra pessoa."  pag. 291

Apectos positivos: A Capa é linda, a diagramação, tamanho da fonte e espaçamento são ideais para que o leitor não se canse. Cassandra dominou o enredo e não deixou tantas pontas soltas, só o suficiente para nos deixar de cabelo em pé por “Cidade das Cinzas”. Em momento nenhum o livro é entediante. A historia é cheia de reviravoltas e há momentos em que você não sabe mais em quem acreditar e para mim, isto é bom pois prova que a autora realmente tem as rédeas da sua trama e aconteça o que acontecer ela vai dar um jeito de fazer as coisas se encaixarem depois.

Aspectos negativos: A historia é um pouco bagunçada a principio, até que você se acostume com todos os nomes estranhos de pessoas, lugares: “Clave, Cidade de vidro, Ídris, Caçadores de sombras...” e também todos os seres sobrenaturais que aparecem e não são poucos...rs fadas, duendes, vampiros, lobisomens... etc. Ahhh não gostei de os vampiros serem “do mal” ahhahah sou fã dos sanguessugas hahaha!

Então se você procura muita aventura, suspense, ação e até um romancezinho básico, leia Cidade dos Ossos mas certifique-se de ter pelo menos Cidade das Cinzas em mãos pois você corre sérios riscos de entrar em crise de abstinência após o fim da leitura...rs
Espero que tenham curtido a resenha e aguardo os comentários de todos vocês leitores queridos. 

Classificação:

6 Comentários:

A Leitora disse...

ai já estava afim de ler este livro, com sua resenha a vontade cresceu!!!
minha lista de livros só aumenta!!
Beijos
Meu Livro Rosa Pink

Diego Barros disse...

OH- que ótima resenha dana. Queria eu saber criticar livros tão bem assim. XD- Parabéns!

poeticjustice disse...

I so love a good "mystery" Definately worth a read.

Fábrica dos Convites disse...

Estou louca para ler esta série. Bjs, Rose.

Guilherme Iury disse...

Que resenha boa, e a classificação ein daninha UHDAUHU, amo cidade dos ossos, todos queremos um jace na vida KKK

Sw e Su disse...

Quero muuuuuito ler essa série!!

Bjinhos!

@BempraMente
@swannx
Swan *-*

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D