Resenha - O Pão da Amizade (Darien Gee)

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Sinopse: O pão da amizade - Darien Gee
Um presente anônimo conduz uma mulher a uma jornada que ela jamais poderia imaginar. Certa tarde, Julia Evarts e Gracie, sua filha de cinco anos, chegam em casa e encontram um presente na varanda da frente: um pão da amizade com o simples bilhete "espero que você goste". Junto, há um pacote de farinha, instruções de como fazer o pão e um pedido para que ele seja compartilhado com outras pessoas. Ainda abalada pela tragedia que a distanciou da irma, antes sua melhor amiga, Julia continua perdida quanto aos rumos de sua vida. Ela jogaria fora o presente anonimo, mas, para alegrar Gracie, concorda em assar o pão. Quando Julia conhece duas recem-chegadas a pequena cidade de Avalon, Illinois, ela desencadeia uma ligaçao ao oferecer a elas uma parte da massa. A viuva MAdeline Davis esta trabalhando para manter aberto o seu salao de chá, enquanto a famosa violoncelista Hannah Wang de Brisay esta numa encruzilhada, com o fim da carreira e o do casamento. Na cozinha do salao de chá de Madeline, as tres mulheres firmam uma amizade que mudará suas vidas para sempre. Nao demora para que todos em Avalon estejam assando o pao em suas cozinhas. Mas este momento feliz e as novas amizades tambem apresentam um novo desafio: a necessidade de reencontrar a irma e lidar com uma situaçao que ela preferia esquecer. O pao da amizade conta uma historia espiritual e comovente sobre vida, amizade, dores e dificuldades, comida e familia, mas tambem sobre a necessidade de mantermos acesa a esperança.


A autora Darien Gee escreve com tanta doçura, sabedoria e naturalidade que a leitura flui de forma prazerosa e rápida. O estilo é descomplicado, apesar de serem várias histórias separadas e isso tender para um pouco de confusão, Darien consegue tecer as histórias de maneira com que tudo venha a se encaixar perfeitamente no decorrer do livro. Ela deixa o leitor muito à vontade com os personagens, que possuem perfis realistas fazendo com nos identifiquemos com as trajetórias de vida narradas, dá a impressão de já conhecê-los de longa data, tendo cada personagem uma importância ímpar, mesmo este aparecendo uma ou duas vezes apenas.

A história do pão da amizade foi uma das mais lindas que eu li este ano. Emocionei-me com cada situação contada, claramente identificando-me com algumas delas. É um livro que nos faz refletir sobre a vida, a morte, família, amizade, dinheiro, etc. Com certeza este não é o tipo de livro que se deva ler apenas uma vez na vida, definitivamente você deve marcar suas partes favoritas e/ou as partes em que você certamente aprendeu alguma coisa. O livro me fez querer encontrar amigas tão preciosas quanto Julia, Madeline e Hannah e ter um lugar aconchegante como a casa de chá de Madeline para me encontrar com elas, e juntas compartilharmos idéias malucas, sonhos e projetos, decepções. Coisas de amigas, e que embora você tenha ficado triste por algum motivo, logo percebe que deve ficar feliz só em saber que tem amigas que estão lá esperando e torcendo por você. A amizade deu-se de forma gradual, à base da conquista de confiança, de maneira que chegou um ponto em que as três tornaram-se inseparáveis. O pão da amizade foi um laço que as uniu para a vida toda. Definitivamente este livro deve ser passado adiante, assim como O pão da amizade.

O modo como a história é contada é certamente uma das coisas mais atraentes neste romance. É narrado em terceira pessoa, onde é possível ter o ponto de vista de várias pessoas sobre a mesma situação. É interessante também a notória evolução dos personagens, principalmente Hannah, Julia e Madeline, que ao iniciarem o livro tinham vidas completamente bagunçadas, e ao passar das páginas é possível verificar que as coisas vão fluindo para elas e que ao final cada uma tem superado ou vem superando muito bem seus próprios dramas pessoais.

A diagramação é muito boa e espero que só melhorem na edição final do livro. O tamanho da fonte e espaçamento entre as linhas é ideal para não cansar a visão do leitor. O Estilo descomplicado da autora, fazendo com que o livro todo seja bom, sem ter momentos chatos e maçantes. Leitura muito agradável e extremamente rápida. O leitor deleita-se com todo o tipo de emoções: Alegria, tristeza, compaixão, raiva, tudo num só capítulo, fazendo com que este não queira largar o livro nem por um minuto só para saber o que vai acontecer depois. As receitas ao final do livro dão um toque especial, que acreditem me fez querer ir imediatamente para a cozinha, fazer o pão da amizade, após o término da leitura da obra.

De pontos negativos, sinceramente, só vejo os erros de pontuação e digitação, que não devem nem ser levados em consideração, pois esta ainda é uma cópia não revisada. Certamente posso afirmar que este livro entrou para a minha lista de favoritos e será completamente indicado por mim para todos os meus amigos e familiares.

Agradeço a oportunidade de ler esta obra incrível e espero que o livro seja um sucesso. Acredito profundamente que será, pois a história de vida de Julia e de todas as outras personagens envolvidas deve sim ser passada adiante. Posso dizer que tirei várias lições deste romance e espero que todos tenham a oportunidade de apreciá-lo, assim como eu tive. Obrigada a Editora Leya e Livraria Cultura.O Lançamento do livro está previsto para Agosto/2011.

A v a l i a ç ã o:

11 Comentários:

Lariza Barbosa disse...

Dana resenha lindaaaaaaa,da vontade de ler demais o livro.Espero também que o livro seja um sucesso.

Aione Simões disse...

Ah, eu quero muito ler esse livro!
Adoro histórias marcantes e adoro quando o autor consegue conectar diversas histórias, ainda mais de uma maneira tão agradável!
Ótima resenha!
Beijos!

Juliana Vicente disse...

De tanto ouvir e ler sobre esse livro fico desejando ler logo e descobrir mais sobre a história.

Espero conseguir logo o livro.

Beijos

Aline de Oliveira disse...

Do jeito como você coloca deve ser muito bom esse livro...

Vou esperar, ansiosamente, a versão final.

(:

Elizandra disse...

Achei fofinho o titulo e a capa também. É a primeira vez que vejo falar desse livro, e parece ser muito bom.Espero poder ler esse livro logo.Ótima resenha!

MauroBailey disse...

Interessante. Através da comida, interligando vidas e histórias!
Tem a receita do pão no livro? Hehehe.

Jéssica Campos disse...

Confesso que quando li a sinopse não me interessei nem um pouco pelo livro, mas a sua resenha me impressionou e mudou um pouco a minha opinião, ainda mais por falar que tem várias partes que é preciso marcar como favorita.

Bjs
www.frozenlivros.blogspot.com

Dana Silva disse...

Mauro, tem sim a receita do pão, nao so a do pão como a de outras coisas que podem ser feitas com a mesma massa! é muito legal!

Suzy Xavier disse...

Que interesssante esse livro!

A história de assar o pão da amizade me lembra a 'Corrente do Bem', no qual uma pessoa escolhe uma pessoa pra ajudar.

Kel Costa disse...

Eu adoreeeei esse livro, muito bom mesmo e me surpreendeu, viu? Eu não estava esperando uma história desse tipo.

Acho (e espero) só que eles melhorem a qualidade do material da capa, pq achei meio mole... Ou talvez se somente aumentassem as orelhas, já ficaria melhor (as minhas pareciam ficar empenadas, sabe?).

Vc chegou a fazer a massa, Dana? rs Eu morro de vontade de colocar em prática!

Bjs,
Kel
www.itcultura.com

Fábrica dos Convites disse...

Não me interessei pelo livro. Bjs, Rose.

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D