Resenha: L.A Candy (Lauren Conrad)

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Edição: 1
Editora: Galera
ISBN: 9788501094070
Ano: 2011
Páginas: 320

Sinopse - LA Candy - Lauren Conrad

Um produtor de TV contrata Jane e Scarlett, melhores amigas recém-saídas da escola, para gravar um reality show sobre quatro jovens tentando ganhar a vida em Los Angeles. Scarlett estranha tanta atenção, mas Jane adora ter um bom apartamento e entradas VIP para boates. Até que um desentendimento entre as meninas pode ameaçar tanto sua amizade quanto o futuro do programa.

Quando vi a capa de L.A Candy me apaixonei completamente. Li a sinopse e me interessei, mas quando comecei a ler o livro eu meio que me desapontei. Não sei se foi por causa da expectativa que criei em torno dele, mas o fato é que ele não é bem o que eu esperava. A leitura é leve, fácil e bem rápida, porém não ganhou 5 estrelinhas. E eu AMO chick lit, vale ressaltar. O livro é BOM, na minha opinião não é ótimo nem excelente, é BOM. É legal, leitura de fim de semana.

Jane e Scarlett são melhores amigas desde pequenas. São totalmente diferentes, mas que de alguma forma se completam. Jane é aquela garota que nem fede nem cheira, acha que a vida é bela e que tudo são flores e decide ir pra L.A para “se arriscar mais” visto que sua vidinha é altamente previsível. Começa então a trabalhar como estagiaria de Fiona Chen, a mais famosa produtora de eventos da cidade. Essa parte é muito parecida com “O diabo veste Prada”, a chefe de Jane é uma Miranda Priestly da vida. 

“Toda carreira precisa começar em algum lugar, certo? E “algum lugar” quase sempre queria dizer trazer o café, arquivar e atender ao telefone. Jane lembrou mais uma vez de que tinha sorte por estar ali, mesmo que fosse somente uma serviçal. Muitas garotas matariam por esse emprego...” página 49.

Scarlett é a garota rica, filha de pais influentes, mas que não quer seguir a carreira que eles desejaram pra ela, decide ir pra L.A estudar e conseguir as coisas com seus próprios méritos, ela quer ser reconhecida pela sua inteligência. É uma amiga leal e dedicada. Faz qualquer coisa por Jane e eu achei isso muito fofo da parte dela. Queria uma amiga como ela. Sério. 

Uma noite elas vão se divertir numa boate badaladíssima de Los Angeles e são abordadas por um produtor de reality shows que as convida para fazer parte do novo fenômeno da Televisão, o L.A Candy. Reality show que mostrará a vida de 4 garotas diferentes vivendo em Los Angeles. 

Jane se deslumbra com a idéia de morar em um lugar legal e descolar entradas VIP nas melhores boates da cidade. As duas vão fazer a entrevista e são selecionadas. Elas achavam que ia ser fácil pois não teriam que fazer nada demais, apenas seguirem com suas vidas exatamente da maneira como estavam seguindo.

Começa então o L.A Candy, e a vida das meninas muda completamente pois em todos os lugares em que elas forem sempre vai ter câmeras para captar tudo. Essa sim é uma parte interessante do livro, pois nós, telespectadores, ficamos imaginando se aquilo ali é realmente a realidade ou se é tudo encenação, se tem roteiro e se tudo está planejado. E em L.A Candy sim, tudo tem um roteiro. Logo o produtor escolhe Jane para ser a estrela do programa e então tudo começa a girar em torno dela, e isso começa a despertar a inveja das outras duas participantes, Gaby  que é linda mas é burra, e Madison, uma patricinha fútil e sem escrúpulos que quer os holofotes todos voltados para si e não vai hesitar na hora de prejudicar alguém só para ser beneficiada. E isso também é um ponto positivo do livro que vale ser ressaltado. Quando você passa a ser uma celebridade todos querem ser seus amigos e deve-se ter o máximo de cuidado com quem vai escolher para confiar. 

Então começam os problemas para Jane, ela mal pode imaginar o que está por vir. Madison decide usar artilharia pesada e está disposta a destruir a imagem de Jane perante o mundo inteiro e bem na hora que as coisas iam começar a ficar interessantes... FIM!

COMO ASSIM??? Eu não acreditei que ela não escreveu nem um finalzinho mais ou menos pra deixar a gente mais ou menos curiosa para o próximo livro. Ela simplesmente TERMINOU o livro num ponto crucial! Meu Deus, até eu que não morri de amores pela historia, mal posso esperar pra ler o próximo e saber como tudo vai acabar.

Em suma, apesar da personalidade contraditória de Scarlett ela é a personagem que mais gosto. Me apaixonei pelo Jesse. FATO. Não, não vou falar do Jesse pois vocês vão ter que ler pra depois me dizerem se concordam ou não comigo. O Braden também é um fofo e eu adoro eles dois juntos, se a Jane ficar com o Braden posso pegar o Jesse pra mim? Ou se ela escolher o Jesse, o Braden pode ficar pra mim? Hahaha

L.A Candy é narrado em terceira pessoa e dessa forma podemos ter pontos de vistas diferentes, o que eu gosto bastante. A capa é linda e a diagramação apesar de simples é ótima. Gostei do tamanho da fonte e do fato de as paginas serem amareladas. 

Se eu indico L.A Candy? Claro que sim, todo livro merece ser lido e que vocês tirem suas próprias conclusões acerca dele. Espero sinceramente que o segundo volume seja melhor que o primeiro.  

Avaliação:
 

Próximos volumes: Sweet Little Lies e Sugar and Spice

11 Comentários:

Jovens Leitoras disse...

Já li outra resenha sobre esse livro, um pouquinho mais "positiva". Não tenho a minha opinião formada porque ainda nem li, HAUHAUAH. Mas tenho vontade *-*

Beijos, Bárbara.

Nice Santos disse...

IIiiii eu simplesmente ODEIO livros que não terminam! Acho uma total falta de respeito com o leitor! Mesmo sendo uma série, a temática ou assunto ou problema levantado naquela estória deve ser resolvida naquele título, mesmo que no final o autor (a) levante outro para o próximo da série, ok, mas terminar assim #acabou se vc quiser espere o próximo! não tolero! (mesmo esperando e lendo o próximo, kkkkk)

Bjão.

Aione Simões disse...

Que pena que você se decepcionou e talvez seja bom ter acabado dessa forma que você descreveu!
De qualquer jeito, espero ler o livro, porque estou muito curiosa!
Beijos!

Mateus disse...

Oi, Dana!

Eu li esse livro no começo desse ano, e confesso que não gostei. Eu gosto SIM de chick-lit, porém esse livro é muito maçante, e bate na mesma tecla sempre. Não sei se lerei o próximo volume, só se me emprestarem... Mas adorei a resenha, bastante sincera!

Beijão, Dana!

Mateus Bandeira
"Our Vices"

Thais Priscilla disse...

Eu achei o livro bem divertido. E o final então? Fiquei louquinha por mais..

Beijocas,
Thais P.
http://thaypriscilla.blogspot.com

Mayara Pongitori disse...

Arrepieeeeeei, Dana!

Eu assistia The Hills com a Lauren e recordei de algumas coisas lendo a tua resenha. Quero demais ler o livro e te dizer qual dos dois eu vou preferi - Braden ou Jesse. \o/

E certamente vou ficar frustada com o final, ainda mais por saber que o volume 2 vai demorar a sair, pelo menos aqui. Né? Acho. Enfim...

Gostei da formatação justificada da resenha. ;)

Bjoooooo!

Mayara Pongitori disse...

The Hills e o outro reality que ela participava antes.
*preferir

Dana Silva disse...

OBG pela dica de formatação May! =*****

jenniferdlegal disse...

Pelo jeito o livro terminou mas a historia nao acbou, é isso?!
Gente eu estou muito curiosa pra ler, eu nao gostava muito da capa mas depois de algumas resenhas por aí, já estou super curiosa!
Bjs

Mariana Diaz disse...

Pelo q eu pude notar na resenha, o conteúdo do livro não é láhhhhhh essas coisas... mas eu continuo achando as capas lindas! *-*

Hérida Ruyz disse...

Oi Dana!
Eu sou muito ansiosa e fico frustradíssima qdo o livro termina em um ponto crucial. rsrs
dá vontade de arrancar os cabelos né?
Parabéns pela resenha.
Bjs

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D