Resenha - Os últimos soldados da Guerra Fria - Fernando de Morais

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Sinopse: No início da década de 1990, Cuba criou a Rede Vespa, um grupo de doze homens duas mulheres que se infiltrou nos Estados Unidos e cujo Objetivo era espionar alguns dos 47 grupos anticastristas sediados na Flórida.O motivo dessa operação temerária era colher informações com o intuito de evitar ataques terroristas ao território cubano. De fato, algumas dessas organizações ditas “humanitárias” se dedicavam a atividades como jogar pragas nas lavouras cubanas, interferir nas transmissões a torre de controle do aeroporto de Havana e, quando Cuba se revoltou para o turismo, depois do colapso da União Soviética, sequestrar aviões que transportavam turistas, executar atentados a bomba em seus melhores hotéis e até disparar rajadas e metralhadoras contra navios e passageiros em suas águas territoriais e contra turistas estrangeiros em suas praias.

Fernando de Morais revela neste livro, com incríveis detalhes a vida desses doze integrantes da inteligência cubana, que tiveram a missão de ir para "o covil do inimigo" espionar todas as ações terroristas dos grupos anticastristas. Ele mostra uma enorme quantidade de dados sobre essas pessoas, e também sobre a política entre Cuba e Estados Unidos da América, que era bem controvérsia.

A História gira em torno desses Doze integrantes, e também em toda a situação em que estava cuba, sobre o governo imposto de Fidel Castro. Ele mostra o quê esses doze tiveram que fazer para se incorporarem a sua nova situação, o que tiveram de suportar, os sacríficios que tiveram de fazer para ajudar o seu país. Essa é uma verdadeira história de Espiões, nua e crua, mostrando que nem tudo é como mostram nos filmes.

O conteúdo do livro é bem jornalístico, e praticamente não contem nada pessoal. o que quero dizer é que só sabemos os fatos dos acontecimentos, o autor do livro não estudou o sentimento, e sim, somente os fatos. Isso faz bastante falta em qualquer livro. A História é real, e deixa a leitura mais interessante, é um pedaço da história cubana, um pedaço da história Americana e até pequenos fragmentos da brasileira também.

O que mais gostei no livro foi saber como era a relação Estados Unidos-Cuba, como esses dois países funcionavam quando o assunto interessava às duas Nações, o jogo de poder entre eles e as artimanhas usadas tanto por Fidel Castro quanto pelos presidentes estadunidenses da Época.

Aspectos Negativos: O Livro é muito impessoal, não conseguimos ter certeza do que os integrantes do grupo Vespa estão sentindo no momento. Por ser um livro de caráter histórico, você vai ser bombardeado por diversas datas, o que torna a leitura bastante cansativa.

Aspectos Positivos: Com o livro podemos nos aprofundar mais na história de outros lugares, ele é uma "porta aberta" pra quem gosta desse tipo de literatura.
Eu sinceramente não gostei muito do livro, esperava um pouco mais dele, mas isso é uma questão pessoal que concerteza varia de gosto para gosto. Pra quem gosta de um ótimo livro histórico, ou sobre guerras e conspirações (fatos verídicos) esse livro vai cair muito bem na sua estante!
Avaliação:

3 Comentários:

jenniferdlegal disse...

Nao sei se vou ler nao, geralmente gosto de livros escritos de forma mais pessoal com os sentimentos dos persongens sendo mostrados, e alem disso muitas datas me deixam um pouco cansada durante a leitura de um livro!
Bjs

Marcelo Lima disse...

é um livro que eu não me identifico , mas a sua resenha está maravilhosa ")

Jovens Leitoras disse...

Não sei ao certo se leria esse livro ou não, mas sua resenha ficou ótima :D

Beijos.

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D