Resenha - O grande Gatsby (F. Scott Fitzgerald)

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Editora: Companhia das Letras
ISBN: 9788563560292
Páginas: 249
Tradutor(a): Vanessa Barbara
Introdução e Notas: Tony Tanner
Preço: R$ 25,00

Nos tempos de Jay Gatsby, o jazz é a música do momento, a riqueza parece estar em toda parte, o gim é a bebida nacional (apesar da lei seca) e o sexo se torna uma obsessão americana. O protagonista deste romance é um generoso e misterioso anfitrião que abre a sua luxuosa mansão às festas mais extravagantes. O livro é narrado pelo aristocrata falido Nick Carraway, que vai para Nova York trabalhar como corretor de títulos. Passa a conviver com a prima, Daisy, por quem Gatsby é apaixonado, o marido dela, Tom Buchanan, e a golfista Jordan Baker, todos integrantes da aristocracia tradicional.

Apesar do livro se chamar O Grande Gatsby o narrador do enrendo é Nick Carraway. Um homem falido que resolve se aventurar com títulos financeiros em Nova York na década de 20. Portanto ele se muda para a região de West Egg e lá aluga uma casa onde se torna vizinho de um homem misterioso, mas muito rico chamado Gatsby. Este fica famoso em toda região por suas festas regadas a orquestras, banquetes e champanhes de primeira linha. Nick possui uma prima chamada Daisy, uma linda mulher da sociedade treinada para não ter opinião, totalmente fútil e casada com Tom Buchanam. Apesar das idiotices de Daisy o leitor não chega a odiá-la, pelo menos foi assim comigo. Com o passar dos acontecimentos, que não vou expor aqui é claro, Nick e Gatsby se tornam amigos e a vida de todos, inclusive do casal Tom e Daisy não será mais a mesma. Gatsby um soldado que faz uma fortuna apenas com um único objetivo (leiam o livro para saber qual é, risos).

O livro é uma ótima opção para quem gosta de estórias que revelam o lado obscuro da sociedade, a hipocrisia, os valores, traições. Resumindo o que se esconde atrás da imagens de belos casais ricos e com filhos perfeitos. Além disso o livro me mostrou que na maioria das vezes nos prendemos a sonhos, a idealização de pessoas que só existem na nossa imaginação e na realidade é tudo diferente. A narração da luta de Gatsby para conseguir o seu o sonho perfeito que só existia no seu pensamento me ensinou a tomar cuidado com as nossas idealizações.

Falando dos aspectos visuais do livro, achei a capa perfeita. Uma moça linda e bem vestida com um olhar vago e ao mesmo tempo aflitivo, demonstra bem como as mulheres deveriam se comportar na época. Ótima escolha de capa. Apenas poderia ser mais resistente, se não tomar cuidado ela amassa com facilidade. Outra coisa que gostaria de colocar é que o livro começa com uma Nota de Introdução feita por Tony Tanner falando da sociedade da época e os aspectos da narração, confesso que não entendi nada porque Tony cita muitas passagens do livro. Queria sugerir que essa Nota fosse ao final, pois reli depois que terminei a narração e se encaixou melhor para o entendimento do que no início.

Agora apenas para caratér de informação O Grande Gatsby ja foi adaptado para o cinema da década de 70 e ganhará um remake com a data de estréia prevista para Novembro de 2012 com Leonardo Di Caprio no papel de Gatsby. Consegui encontrar o Trailer da primeira adaptação é bem antigo, mas vale dar uma conferida.


Espero que vocês gostem da resenha
Beijos 

6 Comentários:

Patricia Andrea Peña disse...

Olá!
Preciso reler este livro, faz tanto tempo que li que não lembro quantas estrelas eu dei! hahaha
Bjs
Pati

Jordana Silva disse...

Oi Lariza, este não é um livro que eu compraria pela capa mas gostei muito da sua resenha, bem fundamentada e já quero assistir ao remake do filme quando sair. bjos

KassiaCrislayne disse...

Nunca tinha ouvido falar do livro, mas já conhecia o autor. Gosto de livros que retratam uma época sem esconder nada, e esse parece ser o caso! Sugestão anotada! =D

Sylviacheleiro disse...

Meu Deus, eu vi esse filme! Baixei ele na net porque li o livro e sempre gosto de completar com o filme.
Do livro gostei muito e não sabia que estava sendo refilmado, vai ser muito bom assisti-lo .
bjocas.

Suzana Sabino disse...

Nunca tinha ouvido falar do livro até hoje, em outro blog e agora aqui.
Parece que ele é uma espécie de clássico. Fiquei bem curiosa para conferir, pois gosto bastante desse tipo de leitura.
A capa é bem bonita mesmo.
Dica anotada. :D
Bjs.

Luiza Diniz disse...

Já tinha ouvido falar desse livro,mas não sabia do que se tratava a história..adorei a resenha me deixou com vontade de ler o livro pra saber qual o objetivo de Gatsby..hahhah

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D