Resenha - O Mundo de Vidro - Mauricio Gomyde

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Edição: 3
Editora: Porto 71
ISBN: 9788591184002
Ano: 2011
Páginas: 236

Sinopse - O Mundo de Vidro - Maurício Gomyde

Até onde pode ir a paixão de uma pessoa por outra? Como, quando e por que começa? Até que ponto pode-se cometer alguma loucura para fazer parte da vida de alguém? Quais as consequências da paixão avassaladora incompreendida? Nesse seu primeiro e hilariante romance, Maurício Gomyde retrata o cotidiano de um cidadão normal como tantos que se vê por aí em qualquer canto, tentando responder estas aparentemente simples perguntas. Passeando com extrema facilidade tanto pela liguagem refinada e sutil quanto pela tosca, Maurício Gomyde nos brinda com um livro de leitura fácil e extremamente agradável.

Primeiramente: O Livro é engraçado, gracioso, lindo, simples, bonito, agradável, chistoso, humorístico (não achei mais definições de como falar a primeira palavra de diferentes formas, desculpem galera mas não supero o autor nesse ponto.)

Falando sério agora, ou quase, a leitura de O Mundo de Vidro foi bastante agradável. Com uma escrita fácil, e humorística (novamente de novo?) o livro nos gruda na história de dois personagens, aparentemente não são nomeados (ou se sim, não recordo tê-los lido na narrativa) que vivem uma peculiar (estranha) forma de amor (não correspondido na maior parte por um dos lados).

Ele, é um completo maluco, neurótico, idiota, lerdão, e até um pouco psicopata. Calma gente, esses defeitos deixam o personagem bem interessante e peculiar (estranho). Ele também tem ótimas qualidades, é gentil, sensível, criativo, atencioso e romântico. Ela, é uma mulher prática, dona de si mesma, independente, culta, mas que quer uma pessoa pra vida dela.

Nem tenho que falar que tudo deu errado pra Ele. Na maior parte do livro, Ele não consegue seu amor "inalcançável" que sente, e pra completar Ele faz muita m*rda (ops ops ops, palavras de baixo calão me desculpem), mas é exatamente isso que me fez rir bastante com o livro, seu humor, suas atitudes peculiares (estranhas), e seu sincero amor, por mais que Ele seja um pouco (muito) tarado.

Confesso que no começo achei que o livro iria ser apenas uma "comédiazinha romanticazinha", daquelas que só tem besteira e nada que se preste além do humor. Mas após um certo ponto, a leitura se tornou mais profunda, passando a falar com um pouco mais de seriedade em relação ao amor. O final é muito enigmático, portanto, preste atenção ao ler o livro.

E é lógico que eu recomendo o livro, parabéns ao autor pela publicação, só não vale atormentar né Gomyde? rs. Leiam mesmo hein gente, aposto que não vão se arrepender!

Classificação:

6 Comentários:

Patricia Andrea Peña disse...

A sua resenha ficou super divertida! Parabéns ;)
Eu amei este livro! Muito bem escrito, me prendeu do início ao fim!Estou louca para ler Ainda não te disse nada, se der tudo certo, farei comprar na semana que vem hehehehe #LeitoraCompulsiva, fazer o quê não é?
Bjs
@PatriciaADavis

FabricaDosConvites disse...

É uma vergonha, estou com este livro aqui comigo e ainda não sentei para ler. Bjs, Rose.

Jordana Silva disse...

ja quero muito ler :D

Nice santos disse...

Vixi, eu tenho até vergonha de dizer isso, tbm estou com o livro há tempos e ainda não li... Mas já vi várias resenhas positivas sobre ele, principalmente essa observação de os personagens não terem nome. Achei bem interessante.

Suzana Sabino disse...

A resenha deixa a gente mais curiosa ainda com a história que já é enigmática por si só. UHAUSHAUSH...
Nunca tinha lido nenhuma, apesar de já ter ouvido falar muito do livro.
Gostei, parece ser muito bom.
Quero ler, é claro. ^^
Bjs.

Jordana Silva disse...

Oi Suzana, então fique de olho no blog, mês que vem iremos fazer promoção com este livro, quem sabe vc ganha né?!

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D