Resenha: A Fera (Alex Flinn)

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011



ISBN: 9788501090218
Livro: A Fera
Autor(a): Alex Flinn
Editora: Galera Record
Edição: 1
Ano: 2011
Páginas: 320
Onde comprar: Saraiva | Submarino | Cultura
Avaliação: 5

Sinopse: Eu sou uma fera. Uma fera. Não exatamente um lobo, ou um urso, um gorila ou um cão, mas uma terrível criatura que anda em duas patas — uma criatura com dentes e garras e pelos surgindo de cada poro de minha pele. Sou um monstro. Você acha que estou falando de contos de fada? De jeito nenhum. O lugar é Nova York. O momento é agora. Não sofro de uma deformidade ou uma doença. E vou ficar dessa forma para sempre — destruído —, a não ser que possa quebrar o feitiço. Sim, o feitiço, aquele que a bruxa da minha aula de inglês lançou sobre mim. Por que ela me transformou em uma besta que se esconde durante o dia e rasteja à noite? Vou lhe contar. Vou lhe contar como eu costumava ser Kyle Kingsbury, o cara que você gostaria de ser, com dinheiro, beleza e uma vida perfeita. E aí vou contar como me tornei... a fera. Alex Flinn adora contos de fada e fez suas duas filhas aguentarem dezenas de versões de A Bela e a Fera enquanto escrevia este livro... E aí perguntou a elas como uma fera agiria para encontrar uma garota em Nova York. É autora de outros cinco livros, vencedores de vários prêmios norte-americanos. Ela mora em Miami.

Mais uma releitura interessante do clássico infantil “A Fera” vem com uma narrativa descontraída, cômica e terna, e seus personagens são apresentados de forma doce. Kely é um cara que tem tudo e todos aos seus pés, contudo com a maldição ele terá uma nova perspectiva de vida e aprenderá que beleza é muito mais que aparência e para essa jornada de aprendizado ele contará com grandes pessoas ao seu lado, como Will, o seu tutor, que lhe mostrará uma história de luta e superação, Magna a empregada latina que vive longe de sua família por questões financeiras e Lindy a bela da nossa história, filha de um viciado em drogas e que a agride, mesmo assim, ela não desiste e corre em busca de um futuro melhor, conseguindo uma bolsa em uma escola para ricos.

O relacionamento de Kyle e Lindy é desenvolvido de forma lenta e doce, mantendo assim a essência da versão original do clássico, a magia é mantida em cada dialogo e o toque dos personagens deixa tudo muito simples e encantador e a reta final do livro é de simplesmente de tirar o fôlego.

“A Fera” é um conto de fadas moderno e encantador e que mostra em sua simplicidade que a verdadeira beleza é a interior e que amor, amizade e companheirismo são capazes de transformar e nos leva até o nosso objetivo final: a felicidade.

Com a adaptação para o cinema em 2010, as diferenças entre o livro e o roteiro são notáveis, mas fica o trailer para quem se interessar em assistir o filme que chega aos cinemas brasileiros no fim deste mês.


10 Comentários:

Mariana Diaz disse...

Vi o filme antes de ter a oportunidade de ler o livro, e confesso q achei o filme tãooooooooooooooo ruim q tenho receio de ler o livro. 
Na verdade, acho q não lerei... ._.

Dana Silva disse...

ei mari, assisti ao filme ontem e achei ruinzinho demais tbm viu... mto forçado... naaaammm... achei paia demais... mas quero ler o livro pra ver como é, geralmente entre ler ou ver o filme antes nao me afeta em nada nao...tanto faz... bjos

Carolina Estrella disse...

Oi Dana,

Eu vi o filme e achei muito interessante, apesar de achar o final um pouco sem pimenta rsrsrs

Mas é bem legal. Queria ler o livro, mas qdo me interessei só tinha inglês!!

Beijinhos,

Saudades de vc! :)

Carolina Estrella
Twitter:@caestrella
facebook: Carolina Estrella
Blogs: www.garotaapaixonadaemapuros.blogspot.com
www.romanceseleituras.com
www.selobrasileiro.blogspot.com
www.blogdaestrella.com
www.escreverelegal.blogspot.com

Raquel Souza disse...

Eu quero mtoo ler esse livro..já assisti o filme e tenho que confessar que assisti meio que achando que ia ser um filme bobo,estilo disney,aquelas fantasias e tal e me enganei.. Viu como é bom não julgar a capa antes de ler/assistir livro/filme??
É mto massa gente..sério,é mto legal..passa uma lição de vida e tudo mais...o livro deve ser melhor ainda!

Bruna disse...

Adoro releituras de classicos.
Um otimo que tb teve uma adpataçao para as telonas é PENELOPE.

Can u imagine that love??

Me mata Alex Phyffer! heheheh

Ocelo Moreira disse...

Olá amiga, tudo bem?


Como estou visitando e lendo os blogs de meus amigos jamais
deixaria de passar aqui para visitar o seu, confesso que seu blog está cada vez
mais interessante e melhor. Parabéns pelo blog e o trabalho que você vem
desempenhando nele.



Por favor, com toda modéstia eu gostaria muito que você
lesse mais uma resenha que o meu livro “CARRATOS – uma história de rock”
recebeu.


Quero muito poder compartilhar essa alegria com você.
Pois saiba que essas resenhas por mais importantes que sejam, elas não são nada
sem você e seu valioso comentário amiga leitora.



Eis os links:


http://www.charmsbooks.com/2011/12/resenha-carratos-uma-historia-de-rock.html


http://blogdarainhadafloresta.blogspot.com/2011/12/carratos-de-ocelo-moreira.html



Saiba que também estou à disposição se acaso precisar de
mim para fazer qualquer comentário em seu blog ou em alguma resenha sua.



OBS: Por favor, gostaria que você comentasse sobre a
resenha no “blog da Anna” e também no “blog da Lara”.



Desde já sou bastante grato pela participação e atenção
dispensada.


Grande abraço e até mais.


Ocelo.

Kari_Couto disse...

Estou doidinha pra ler esse livro. Não fi o filme até porque prefiro ler primeiro.. geralmente os livros são bem melhores; ricos em detalhes e usamos nossa imaginação!
Conto de fadas moderno é o que há de legal no momento!!!

lola Bittencourt disse...

Lembro que o dia que vi o trailer desse filme eu pirei de vontade de ver.
Só dpeois que fui saber que tinha um livro, antigamente eu morria de vontade de ler, mas gente, detesto ever essa capa. E confesso que por isso não comprei ainda.
Gostei da forma como você expôs tua opinião sobre o livro.
Beijos,
@pirulitolimao

Lu Piras disse...

Adorei o livro. Do filme também gostei, mas exigia um pouco mais e me frustrei.
Adorei a resenha!

Beijocas,

Lu (do blog de Equinócio)

KassiaCrislayne disse...

Nunca
li o clássico nem vi o filme. Mas estou curiosa para ler esse, pois prefiro ver
uma versão atualizada dele.


 




Bjs. ;)

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D