Resenha: A Amante do Grego (Lynne Graham)

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Edição: 873
Editora: Harlequin Books
Ano: 2004
Páginas: 160

O multimilionário grego Andreas Nicolaidis nunca tinha estado com a mesma mulher mais de três meses... Até que Hope Evans apareceu em sua vida... e em sua cama. No entanto, inclusive depois de dois anos de relação, Andreas não tinha a menor intenção de pedir a Hope que se casasse com ele. Hope desejava mais, por isso quando Andreas a acusou injustamente de tê-lo traído, soube que devia abandonar o homem que amava e começar de novo. O que não suspeitava então era que tinha ficado gestante... Aquela gravidez ia mudar muito a idéia que ele tinha do casamento...





Falar de A Amante do Grego é fácil demais para mim. Esse é um dos livros que mais reli em minha vida. Apaixonei-me à primeira vista e foi ele que me fez ser a fã incondicional e fiel de Lynne Graham que sou até hoje. Cada autora tem seu estilo único, principalmente as de livrinhos de banca. Lynne não foge a regra, ela é completamente estereotipada. Mocinhas inocentes e mocinhos que sempre acabam pensando mal delas.

Ainda assim amo esse livro. Nesta história encontramos um casal que entra em combustão quando estão juntos, uma paixão avassaladora. Andreas é um grego à moda antiga. O mocinho, passional e esquentado, acaba encarando as mentiras de sua irmã egoísta como verdades e daí nasce o grande dilema do livro. Após a suspeita de traição Hope passa por poucas e boas em suas mãos. Hope, a mocinha apaixonada, recebe todas as humilhações que a irmã dissimulada de Andreas a faz passar e fica calada, esse é seu pior erro, pois quando tenta contar a ele o que passava, Andreas já não acredita mais.  Muitas pessoas criticam Andreas por acreditar em Elyssa. Em sua defesa sempre me pergunto. Quem não acreditaria na irmãzinha mais nova que viu crescer, no seu próprio sangue?

O desenrolar da história se complica ainda mais quando uma gravidez é somada nessa equação. E Andreas terá de se esforçar muito para conseguir o perdão de Hope e recuperar seu amor. Mesmo com todos os maus entendidos, o modo como os dois, apesar de tudo, ainda se amam é lindo. Ver um homem maduro tremer de nervoso por estar na presença da mulher que ama faz derreter qualquer coração. Se quiser saber como termina essa intriga, leia A Amante do Grego. Impossível não recomendar essa leitura. Em minha totalmente parcial opinião, o melhor livro que minha DIVA Lynne Graham já escreveu.

11 Comentários:

Pâmela Vital disse...

Admitamos que no fundo, cada um de nós já foi ao fiteiro mais próximo para comprar um livrinho para passar tempo. É a verdade e esses "livrinhos" fazem parte de nossas vidas, por muita gente, como minha prima, mais que um livro "grosso" comprado em uma livraria. Eu mesmo sou uma apaixonada por livros de banca! Acho-os versáteis e extremamente envolventes. Adoro Sedução, Paixão e Jéssica da Harlequim. São os melhores. Claro que sempre há lugar para um Magnata Grego ou um Sultão das Arábias, ora. 
Contudo, como minha autora favorita é Diana Palmer, sou arriada simplesmente as quatro pernas pelos cowboys que ela inventa. O meu último livro dela foi: Sem coração. Adorei, apesar de ser mais longo que a maioria desses pockets. 
Creio que já devo ter lido algo da Lynne Graham, mas não me recordo. Com certeza, eu não li ainda A Amante do Grego, dessa história eu lembraria, haha!
Resenha exclarecedora, Gracy, e sim, prazer em conhecer uma companheira de coluna do blog!
Um beijo grande :*

Gracy Ursulino disse...

Beijos Pâmela, e ótimas colocações... Também curto a Diana, só queria que os cowboys não fumassem tanto... ahahaha
E já que não leu ainda, corra atrás, pois o livro é muito fofo...
beijos'

Marília Marques disse...

Lindo esse livro, tenho nem palavras, adoro gregos e adoroooooooo Lynne!!!

Carol disse...

Adoro romance de banca!! *-*

A Leitora disse...

Que capa linda, ainda não tinha visto nada deste livros, mais capa e sinopse prometem, será que é difícil achar este romance na banca?!!
Adorei mesmo. Que malvada você heim? fazer isso com a gnt e deixando com vontande de ler o livro.
Beijokas enormesBrihMeu Livro Rosa Pink@BlogRosaPink

Lariza Barbosa disse...

Quem nunca leu um livro de banca não sabe o que está perdendo,resenha muito boa e  bem-vinda ao blog 

Kari_Couto disse...

Geralmente não leio livro de banca/ já li alguns..mas faz tempo que não pego em um; esse parece ser show!

Paula Alves disse...

Gracy... resenha maravilhosa. Já quero A Amante do Grego. Acho que vou me viciar em livro de banca. Ai meu bolso!

Jeanne Rodrigues disse...

Gracy,

eu li esse livro há um tempão. Adoooooro os livros da Lynne. Adorei relembrar.

Bjos.

lilianarodrig disse...

Adoro os livros da Lynne. 

Bjss

Gracy Ursulino disse...

Não sabe mesmo... Muito obrigada Lariza!

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D