Resenha: Um amor, um verão e o milagre da vida (Isa Colli)

quarta-feira, 7 de março de 2012

Título: Um amor, um verão e o milagre da vida
Autor: Isa Colli
Editora: Baldon Editora
ISBN: 9788563080332
Ano: 2011
Páginas: 231
Sinopse: Verão, férias, sol, paixão, festas, lual, amores... Angra dos Reis...! Uma jovem bela e rica passa as férias na casa do avô em Angram, na Praia de Provetá. Um jovem surfista morador da última aldeia de pescadores da região dá aulas de surf para as crianças. Um encontro, um romance num cenário maravilhoso com banhos de mar, passeios, e belas paisagens. De repente, uma dor de estômago e o jovem está com câncer. Médicos, enfermeiros, hospital especializado, doutores da alegria; todos envolvidos na luta contra essa enfermidade, numa atitude de solidariedade, amor, e, sobretudo, na busca da cura através do diagnóstico precoce. O livro é um romance na adolescência, no qual é abordado a Neoplasia (câncer), protagonizado pelos personagens João Carlos e Maria Paula, que juntos terão a vida marcada para sempre pelas férias daquele verão.

Quando eu soube do que se tratava este livro, imediatamente eu quis lê-lo. Um amor, um verão e o milagre da vida é um livro sobre superação, fé e amor. No cenário paradisíaco de Angra dos Reis, conhecemos a aldeia de Provetá, lar de muitas famílias de pescadores e onde Maria Paula, jovem rica de São Paulo, vai passar as férias na casa de seu avô. Quando ela chegou à ilha, pensou que seu verão seria desastroso, por não ter ido passar férias no exterior. No entanto, quando ela conhece o jovem surfista, João Carlos, ou JC como é conhecido, se encanta com a beleza do rapaz e logo os dois se apaixonam completamente. É um sentimento puro e verdadeiro o que um nutre pelo outro. Aquele tipo de paixão arrebatadora, onde um não para de pensar no outro e não consegue ficar longe. Tudo parece perfeito. O lugar é perfeito, o clima, enfim, tudo conspira a favor do jovem casal, porém, ninguém esperava que um poderoso inimigo estava à espreita.

JC começa a sentir umas fortes dores abdominais, desmaios e vomita bastante. Não demora até que se descubra que o garoto é vítima de câncer de estômago, um tipo muito raro para a sua idade e ainda mais estranho levando em consideração seus hábitos alimentares. Então tudo começa a desandar. Ele não quer que Maria Paula desperdice suas férias ao lado de uma pessoa doente e nem que sinta pena dele e então decide terminar com a menina, partindo assim, seu coração. Maria Paula está determinada a não perder esse amor. 

A narrativa de Isa é muito simples e objetiva. Apesar de muito descritiva no que é relacionado à paisagem e ao tratamento da doença de JC, ela não enrola muito e nem cria muito suspense pra matar a gente do coração. A leitura flui de forma rápida e saborosa, o leitor se flagra imaginando como é a ilha e todos os seus pontos turísticos descritos pela autora, ao longo da obra. 

Os personagens são cativantes e o único vilão, de fato, é o câncer. JC é um amor de garoto e aposto que é o sonho de consumo de 9 entre 10 meninas que lêem esse livro. Maria Paula que no início do livro era uma garota fútil, porém nobre de coração, evolui muito ao longo da narrativa, chegando ao final não mais como uma garota, mas sim uma mulher forte, determinada e apaixonada. O avô e o irmão de Maria Paula são um caso à parte, amei esses dois! 

Eu só achei que tudo aconteceu muito rápido. De quando ele começou a sentir as dores até o clímax, que é quando ele passa pela cirurgia. Não sei, talvez se eu tivesse escrito a história, teria “enrolado” um pouco mais no tratamento. JC sofre bastante desde o momento da descoberta da doença até depois da cirurgia, quase perde sua fé e deixa de acreditar no propósito maior que Deus tem pra ele. Quase. 

O livro me arrancou lágrimas, e pior ainda, dentro do ônibus. O livro é uma verdadeira lição de que o verdadeiro amor não escolhe cor, idade e nem classe social. Aprendemos que devemos valorizar cada minuto dessa vida que Deus nos deu, praticar o bem, amar o próximo intensamente e aprendemos que o apoio da família, amigos e até mesmo dos médicos é de suma importância para o tratamento e recuperação de um paciente com uma doença como o câncer. Não devemos jamais perder a esperança. Leitura mais do que recomendada para toda e qualquer pessoa que esteja passando por algo parecido, conheça alguém, ou simplesmente que queira ver um belo exemplo de fé e amor ao próximo. 

2 Comentários:

Jennifer Farias disse...

Nossa,deve mesmo ser uma história tocante!! Tiveram mais de 2 pessoas na minha família que se foram por causa do cancer,e fiquei com muita vontade de ler. Já tá na minha lista de desejos ;)

Suzy ♥ disse...

 Que bonitinho esse livro! Acho que será mais emocionante se o guri morrer. Qualquer dia eu descubro rs.

Obs: tua vista não dói depois que lê no bus? a minha doi.

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D