Resenha: O despertar da meia-noite - Série Midnight Breed #3 (Lara Adrian)

sábado, 30 de junho de 2012

Autor: Lara Adrian
Editora: Universo dos livros
Ano: 2011
Páginas: 360
Tradutor: Adriana FMO 
Preço:R$ 39,90
Sinopse: Com uma adaga na mão e a vingança na mente, a bela Elise Chase percorre as ruas de Boston em busca de vingança contra os Renegados que lhe arrebataram tudo o que amava. Fazendo uso de um extraordinário dom psíquico, ela localiza as presas, consciente de que o poder que possui pode destruí-la. Tem de aprender a dominar o seu dom, e para isso pode apenas pedir ajuda a um homem: Tegan, o mais letal dos guerreiros da Raça. Tegan, que não é alheio à perda, conhece a dor de Elise. Sabe o que é a fúria, mas quando mata os inimigos só há gelo nas suas veias. É perfeito no seu autodomínio até que Elise lhe pede ajuda para a sua guerra pessoal. Forja-se entre eles uma aliança - um vínculo que os unirá pelo sangue - e os mergulhará numa tempestade de perigo, de desejo e das mais sombrias paixões do coração.

Essa semana eu li O despertar da meia-noite, terceiro livro da série Midnight Breed, quem acompanhou as resenhas dos primeiros livros da série que eu fiz, sabe que eles não me empolgaram. Bem, a história com O despertar da meia-noite foi um pouco diferente, mesmo com a prova da bolsa pra fazer (não, eu ainda não estou totalmente de férias) e muitas outras coisas que aconteceram essa semana, eu simplesmente não consegui parar de ler esse livro.

Tegan é considerado o mais perigoso dos guerreiros, com um passado sombrio marcado por tragédias e a perda de sua companheira. Ele sempre se mantêm afastado dos outros guerreiros e sempre trabalha sozinho e durante o livro você descobre que ele em a habilidade de com o toque saber o sentimento das outras pessoas (isso é familiar,oi?).

Elise era uma das mulheres que viviam no berço da sociedade vampírica, viúva de um vampiro muito influente ela possui um dom de escutar os pensamentos humanos, o que faz com que raramente ela saia de seu refúgio junto aos vampiros. Porém, quando uma tragédia se abate sobre a sua família e seu filho Camdem é convertido em um renegado e morto pelo próprio tio, ela faz uma promessa e muda de ideia. Elise passa a morar em um pequeno apartamento e caça sozinha alguns humanos que trabalham para os renegados, que são chamados subordinados. Durante uma dessas caçadas ela se atrapalha e é salva por Tegan.

Esses dois ganharam meu coração, eles desde o começo tem uma atração um pelo outro, mas ambos estão mergulhados demais em sua raiva e dor para ceder ao impulso. Durante toda a leitura eu fiquei desesperada por que cada vez que eles estavam prestes a consumar o ato, algum dos dois vacilava e eles voltavam a estaca zero. A cada página é uma nova emoção e a leitura é muito rápida e gostosa por que a todo momento você fica se perguntando “Mas como assim? Cadê? Fiquem juntos logo!” O que eu posso garantir é que esse até agora é de longe o meu livro preferido da série e que me empolgou bastante.

Série Midnight Breed:

Livro #03 - O despertar da meia-noite (Lara Adrian)
Livro #04 - A ascensão da meia-noite (Lara Adrian)

Classificação:


2 Comentários:

Carolina Durães disse...

Bom dia Priscila, tudo bem?
Eu li apenas o primeiro livro da série, e gostei bastante. É claro que eu ainda prefiro a IAN, mas os personagens me cativaram. Estou ansiosa para ler sobre a história do Tegan, os bad boys sempre arrasam rs.
Beijos

Patricia Andrea Peña disse...

Oi Priscila!Midnight Breed está entre as minhas séries favoritas, e agora estou louca para ler A Ascensão da meia-noite que acredito vai ser empolgante e muito sexy, o Rio é TDB ;)
Bjs,
@PatriciaADavis

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D