Resenha Tripla: A cidade sinistra dos Corvos, O Hospital hostil e O espetáculo Carnívoro - Desventuras em Série 7,8 e 9 (Lemony Snicket)

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

ISBN: 8535903925
Livro: A Cidade Sinistra dos Corvos 
Série: Desventuras em Série 
Autor (a): Lemony Snicket
Editora: Companhia das Letras

Páginas: 229
Sinopse: Nessa nova desventura eles terão de se haver com mais uma providência desastrada do sr. Poe, um executivo de banco que tinha sido o primeiro tutor dos Baudelaire e ainda cuidava da fortuna dos irmãos. O sr. Poe decide inscrevê-los num programa de adoção de menores, em que toda uma cidade se responsabiliza por crianças que tenham perdido os pais. O programa tem um slogan amedrontador: "É preciso uma cidade para educar uma criança". Violet, Klaus e Sunny são mandados para a apavorante cidade de C.S.C. e assim tem início mais um lamentável episódio da tenebrosa existência dos Baudelaire.

O sétimo volume da série começa com mais uma trapalhada do Sr. Poe, ele resolve que o melhor tutor dos meninos é uma cidade. Ele mostra uma lista de cidades para os Baudelaire escolherem uma, onde eles deverão morar. Os irmãos veem uma cidade chamada C.S.C. e logo eles a escolhem porque eles acham que essa cidade tem uma ligação com o mistério que os irmão Quagmire lançaram para eles. 

Na cidade eles conhecem os conselhos de anciãos e os velhos determinam que os Baudelaire irão fazer todo serviço doméstico da cidade (coitados!!!). Os irmãos são enviados para viver com Hector e no quintal de sua casa encontra-se a Árvore do Nunca Mais e lá Hector encontra um poema e na mesma hora os Baudelaire ligam o bilhete a Isadora Quagmire. Dessa vez Conde Olaf aparece disfarçado de um juiz e para minha surpresa Esmé, a antiga tutora dos Baudelaire se junta a Olaf para deixar a vida dos órfãos pior do que já é. E assim começa mais uma Desventura...



ISBN: 9788535904512
Livro: O Hospital Hostil  
Série: Desventuras em Série 
Autor (a): Lemony Snicket
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 232
Sinopse: Um período especialmente infeliz se anuncia nas vidas aflitivas de Violet, Klaus e Sunny Baudelaire. Durante uma tenebrosa e exaustiva caminhada noturna, eles param diante do Armazém Geral Última Chance e decidem entrar para pedir ajuda.
Eles não podem recorrer aos pais (pois os perderam num incêndio), nem à polícia (que estava entre seus perseguidores noturnos), tampouco a conhecidos (pois os irmãos têm conhecidos demais, o que é quase o mesmo que não ter nenhum).
Depois da morte dos pais no incêndio, Violet, Klaus e Sunny se vêem sob os cuidados de inúmeros tutores, alguns deles cruéis, como o ganancioso e traiçoeiro Conde Olaf, o vilão que é o verdadeiro responsável por eles estarem ali, totalmente sozinhos no meio da noite, em frente ao Armazém.

A partir desse volume, os irmão Baudelaire não possuem mais tutor, pois eles fogem do Sr. Poe e resolvem viver por conta própria. Os órfãos se juntam aos Combatentes pela Saúde do Cidadão (C.S.C), own letrinhas para terem significado, mas tenho certeza que o verdadeiro é bem sinistro. Eles vão trabalhar no Hospital Heimlich. No Hospital eles conhecem Hal, o guardião da biblioteca e eles descobrem nas anotações do Quagmire que pode existir um sobrevivente aos incêndios que mataram os pais dos Baudelaire e dos Quagmire.

Esmé aparece e rapta Violet, Conde Olaf tenta matar Violet. Klaus e Sunny impedem o assassinato, com a confusão conde Olaf consegue escapar e provoca um incêndio e um de seus aliados morre. Nesse livro os mistérios em torno da morte dos pais dos Baudelaire se intensifica e vários nomes em uma lista surgem, inclusive o nome Lemony Snicket autor da série. 

ISBN:9788535905243
Livro: O Espetáculo Carnívoro   
Série: Desventuras em Série 
Autor (a): Lemony Snicket
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 240
Sinopse: No princípio de mais um episódio funesto de suas penosas existências, Violet, Klaus e Sunny Baudelaire se encontram no porta-malas de um carro preto. Qualquer pessoa que não seja um pacote ou uma mala preferiria viajar confortavelmente instalado no banco do passageiro, mas os órfãos Baudelaire não têm escolha. Quando refugiaram-se no bagageiro desse carro sinistro, eles escapavam de uma situação ainda pior.
As três crianças encontram-se na "barriga da fera", o que vale dizer que estão numa enrascada. Ao volante do automóvel está o ganancioso Conde Olaf, um vilão traiçoeiro que, desde que os Baudelaire perderam os pais num incêndio, vem perseguindo os três com o objetivo de se apossar da fortuna herdada por eles. Até aqui, felizmente, ele foi mal-sucedido.


Após o incêndio no Hospital Heimlch os irmãos Baudelaire se escondem no porta-malas do Conde Olaf (até que enfim eles resolvem tomar uma atitude radical, porque eu não aguentava mais a passividade dos irmãos) para descobrirem alguma coisa a respeito do cretino caçador de dinheiro (pronto falei e acho que não peguei pesado risos!!). Nesse volume um mistério é revelado, como o Conde Olad sempre descobre o paradeiro de Violet, Klaus e Sunny (mas é óbvio que não vou dizer como né? Leiam). Uma vidente Madame Lulu  revela a Conde Olaf que um dos pais dos Baudelaire está vivo e escondido nas Montanhas de Mão Morta. Conde Olaf planeja fugir para a mais próxima central da misteriosa organização C.S.C. (olha aí as letrinhas de novo...). Os irmãos Baudelaire acham que a única maneira de chegar as Montanhas de Mão Morta é se juntando a Olaf. Eles se disfarçam e Violet e Klaus viajam em um trailer e Sunny no carro dos vilões. Olaf corta a corda que ligava o carro ao trailer e Violet e Klaus despencam ladeira abaixo...

Gente parei no livro nove, desesperada porque não sei o que aconteceu com Sunny Violet e Klaus. Começarei a ler o décimo e a resenha ta bem próximo de sair. Estou ansiosa demais e espero que vocês tenham gostado das resenhas.

Beijos e comentem tá? 

4 Comentários:

Carolina Durães disse...

Bom dia Lariza, tudo bem?
Nossa, não sei nem o que comentar da série desventuras em série sem me tornar repetitiva... é uma das melhores séries que eu já li, pois apesar do grande número de livros, a qualidade em cada uma das histórias não diminui.
Parabéns pela resenha tripla.
Beijos

Luiza Helena disse...

Por falta de oportunidade (e remuneração), ainda não li nenhum livro da série Desventuras em Série.
Adorei as capas. Tem todo um estilo britânico. Me lembrou um pouco as de Harry Potter.

Luiza Helena VieiraObsession Valleyhttp://obsessionvalley.blogspot.com

Lariza Barbosa disse...

Pois Luiza quando vc tiver a oportunidade, leia sim.Eles são muito bons
beijos

Lariza Barbosa disse...

Carolina,como sempre você comenta nas resenhas,muito obrigada e realmenete a série é demais
beijos

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D