Resenha: Amada Imortal (Cate Tiernan)

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Edição: 1
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501092656
Ano: 2012
Páginas: 280
AMADA_IMORTAL_1343167890P
Sinopse: Primeiro livro de bem-sucedida trilogia, mistura fantasia sobre imortais a uma história moderna de jovem em busca de si mesma e de redenção. Questões de identidade e moralidade aparecem na trama, protagonizada pela imortal Nastasya. Nascida em 1551, acostumada a beber e sair para baladas cada vez mais loucas, ela perdeu o rumo. Suas conexões com outros imortais, interessados apenas em suas habilidades mágicas, a fazem partir em busca de um propósito. E o encontra em uma espécie de clínica de reabilitação para os de sua espécie, onde conhece um pouco mais sobre o próprio passado e cria importantes laços para o futuro.
Amada Imortal conta a história de Nastasya, uma imortal de mais de 400 anos que decidiu passar a sua eternidade “caindo na gandaia”. A vida dela é como a vida de uma adolescente “porra louca”, só de baladas, bebedeiras e muita diversão. Em uma dessas, ela está com seu amigo imortal Innocencio e o vê quebrar a coluna de um motorista de táxi por pura diversão, e ele não pareceu se arrepender, pelo contrário, ainda tirou onda depois. Nasty na hora não fez nada e foi lá curtir sua noite, mas no outro dia, ao acordar com uma ressaca daquelas e um peso horrível na consciência, começou a se questionar sobre as atitudes de Incy, seu melhor amigo por séculos, e decidiu rever seus conceitos de diversão. A protagonista então deixa Londres e parte para os Estados Unidos em busca de ajuda. Ela vai procurar River, uma imortal que há muito tempo conheceu, para saber se a oferta ainda está de pé. River decide ajudá-la mas viver em River’s Edge não vai ser nada fácil, ainda mais quando se tem alguém como Reyn por perto, e ele não parece ter gostado nada da mudança dela para a fazenda.

Confesso que estava com medo de mais um YA com temática sobrenatural, eu pensava que ia ser mais do mesmo. Bom, é mais do mesmo, mas não como estamos habituados a ver em cada novo YA Sobrenatural que sai.

Acredito que em seus 400 e tantos anos, Nastasya passou por muitas coisas e é por isso que eu acho que ela não gosta de falar do seu passado. Viver para sempre pode parecer à primeira vista bem legal não é? Poder fazer tudo que quer, sem se preocupar com o tempo. Mas também pode não ser tão bom assim, imagina não poder ter um relacionamento de verdade com alguém que você ama (caso ele seja humano) pois ele vai envelhecer e morrer e você não passará dos “18 anos” nunca. Frustrante, não é? 

Em River’s Edge, Nasty vai aprender mais sobre seu passado e aprender a ser melhor como pessoa. Ela é uma personagem bem marcante e é impossível não simpatizar com ela e seus conflitos. Tem alguns flashbacks no livro e eu realmente gostei muito disso, saber um pouco mais sobre as outras “vidas” dela. Pois de tempos em tempos ela tem que se mudar para outros lugares para que não seja descoberta, então ela tem uma quantidade incontável de identidades falsas. Essa parte sim deve ser divertida, em ser imortal.

E é claro que como todo bom YA, tem que ter um romance, não é? Mas o bom é que o romance aqui não ficou em primeiro plano, pelo menos neste primeiro livro. Nasty tem uma personalidade marcante e é dotada de um sarcasmo e um bom humor sensacional. Reyn é um caso à parte (respira, respira, respira). Sério, que homem é aquele??? Ele só é descrito com um “Viking God”, então daí da para sentir o drama, não é mesmo?

A capa é muito linda e tem uma textura que eu adoro. Revisão e diagramação estão impecáveis. É realmente um alívio pegar um livro e não precisar ficar a todo momento se preocupando com os erros que poderemos encontrar. Recomendo sim a leitura desta série e já estou esperando ansiosamente pela continuação!

Classificação:





a Rafflecopter giveaway

29 Comentários:

Juliana Vicente disse...

Eu também dei 04 estrelas. Adorei o livro, mas não achei que é mais do mesmo YA, tirando a aparência juvenil dos personagens, achei totalmente diferente.


Ansiosa pela continuação...


Bjs

Danielle CGA Souza disse...

Capa linda... e parece uma boa opção de leitura.... eu não me imagino vivendo para sempre... deve ser muito chato.... ver todos morrendo... não ter alguém para contar... só desconhecidos que em breve estarão no passado...
Ela parece uma boa personagem, reservada e adoro personagens sarcásticos...

Carolina Durães disse...

Oi Dana, tudo bem?
Estou louca para ler esse livro! Está na minha lista dos mais mais rsrs... Amei sua resenha, que só me deixou mais curiosa ainda!
Beijos

Ana Caroline disse...

Ah, quero tanto ler esse livro *-* A Nasty parece ser uma personagem que nos faz querer continuar lendo. E é bom que o romance não fique em primeiro plano, porque eu odeio romances -q.
Enfim, sua resenha só me deixou mais curiosa (MALDIÇÃO).

Jeni Viana disse...

Adorei a resenha! Já havia ouvido falar deste livro, parece ser ótimo. Me simpatizei com a personagem principal, e livros com temas sobrenaturais sempre me atraem, isso é fato comprovado. A história parece ser leve e boa, e eu fiquei com vontade de lê-lo, hunf. Ah, e realmente: a capa é linda! Agora vou ver se vou colocá-lo na minha lista no skoob, vou ver...

Nica disse...

Esse livro chamou a minha atenção primeiramente pela capa, que é linda! Vendo algumas resenhas, incluindo a sua, preciso ler. Sou fã assumida de YA! E o que me chamou a atenção é que esse livro não tem romance como primeiro plano; mas, pelo que sua resenha deu a entender, é uma apresentação da personagem principal, suas angústias e experiências!
Parabéns pela resenha!
Beijos,
Nica
@DraftsdaNica

Loreena disse...

A Galera caprichou! Capa está perfeita e a textura é a mesma dos livro de Fallen, não é? Também adoro. Bom, eu não tinha vontade de lê-lo porque me lembrou primeiramente a saga Imortais que foi um desperdício de dinheiro, abandonei no livro 3... Agora que vi que não irá ocorrer o mesmo, fiquei com vontade de ler. Só vi resenhas positivas, o que atiça ainda mais minha curiosidade. Dana, amo suas resenhas, diferentes das outras, eu não tenho preguiça de ler KK
Beijos!

Vitória Rodrigues disse...

O livro parece ser bom, mas só pelo tema basico fico com medo de ser mais um tipico blá blá blá daqueles sabe? Mas pela sua resenha, fiquei até bastante curiosa e meu coração parou no "Viking God". O que posso fazer se tenho minha tara por vikings desde Eric Northman, certo? Agora fico na curiosidade sobre ele, sobre a história, e depois vou na livraria pra ver como está a coisa toda da capa pessoalmente(normalmente é diferente do que simplesmente ver).

Patricia Andrea Peña disse...

Desde o começo gostei muito da capa, mas não coloquei imediatamente na lista porque estou com um pouco de trauma com sobrenaturais rsrsrs, é sempre a mesma coisa, fora a capa outra que chamou a minha atenção foi o
“Viking God” kkkkk, quem disse que só penso naquilo ;)
Gostei da sua resenha e estou participando do sorteio!
Bjs,
@PatriciaADavis

Khrys Anjos disse...

Estou apaixonada pela capa e pela sinopse desse livro. A sua resenha me deixou com mais vontade ainda de conhecer a Nastasya.Adoro esse tema de imortais.


Um leve bater de asas para todos!!!!!!

natycac disse...

A Capa é linda e se eu senti vontade de ler o livro com a sinopse, a sua resenha só serviu para aumentar ainda mais essa vontade! Eu fiquei louca para saber como seria essa crise existencial da Nastasya e como seria o desenrolar dessa trama e do romance dela com Reyn

Natália Varsalli disse...

A Capa é linda e se eu senti vontade de ler o livro com a sinopse, a sua resenha só serviu para aumentar ainda mais essa vontade! Eu fiquei louca para saber como seria essa crise existencial da Nastasya e como seria o desenrolar dessa trama e do romance dela com Reyn

amorrobten disse...

Sou fã absoluta desse tipo de leitura, pela resenha,tudo parece perfeito, a capa é super seduzente, ansiosa para ler

Sabrina Castro disse...

Segunda resenha MARA que leio do livro. Já anotei a dica e vou comprar, sem dúvida.


bjs!

katiene disse...

Adoro livros sobre magia, mistério, bruxas e afins e
estou buscando algo diferente pra ler e eis q me deparo com esse livro, que
aborda um assunto muito comum ultimamente, mas de um modo diferente, segundo as
resenhas que tenho lido, e, apesar de ser um trilogia, creio q darei uma chance
a ele. Ah, adoro livro estilo flashback.

Girlane Motta disse...

Eu qroo este livro mto bem recomendado!^^

Girlane Motta disse...

Bom, todos estão contando q é uma história de imortais nunca antes vista...
e, a contar pela sua resenha, deu mto certo, agradou.
è a segunda q leio q gostou mto de amanda imortal.
Assim espero tbm ter uma leitura prazerosa..
:)

Cristiane Silva disse...

Vi poucas resenhas dele até agora, mas já tive noção do que é. Uns odiaram o livro, falaram que é muito bobo, mal desenvolvido e eu fiquei com o pé atrás viu... Mas opinião é opinião e cada um tem a sua. Eu gostei, queria ler e acho bom.

♥♪Jan Araújo♪♥ disse...

Esse livro promete, adorei a temática, gosto quando protagonistas femininas são fortes e determinadas, quando deixam o esteriótipo de moça frágil e indefesa e partem para a ação, relacionamentos conturbados dão emoção a leitura, este livro está na minha fila de leituras no skoob

Ro Dover disse...

Já ouvi falar a mesma coisa que você falou sobre a personagem, de que ela é bem humorada e com personalidade marcante. E por essa caracteristica do livro, da personagem ser forte, que eu tenho vontade de lê-lo!

Fabrica dos Convites disse...

Oi Dana, também achei a capa deste livro muito bonita, e te digo que ela me fez desejar o livro mesmo sem nem ler a sinopse.
Bjs, Rose.

Juliana Mendes disse...

Sua resenha só me deixou com mais vontade ainda de ler o livro! Adoro personagens bem sarcásticas então acho que vou adorar a série!
Ainda bem que o romance não fica em primeiro plano. Estou cansada dos livros que começam bem e depois colocam o romance como assunto principal!
Enfim, amei a resenha!
Parabéns pelo Blog!
Bjs :*
@SalaodeLivros

Luiza Helena disse...

Primeiro, que capa linda!
Estou louca de vontade de ler esse livro. Depois da sua resenha, essa vontade aumentou mais ainda!
Gostei dessa temática imortal mas, com imortais diferentes do que estamos acostumados.
Louca pra conhecer esse Viking God (adoro vikings *-*)
Parabéns pela resenha!


Luiza Helena Vieira
Obsession Valley
http://obsessionvalley.blogspot.com

Danny Almeida disse...

A capa é mesmo linda,e esses imortais já me conquistaram...Li muitas resenhas positivas sobre esse livro e a sua só me deixou mais curiosa tô ansiosa pra ler,já ta na minha listinha ><

rusher cover girl ♔ disse...

Muitas pessoas já leram esse livro OSIDHDODS me sinto como uma E.T por ainda não ter conseguido dinheiro pra comprá-lo D: OAISHDSOS muitas resenhas postivivas sobre ele!

Érica Lima disse...

Concordo com vc, me sinto deslocada por ainda não ter lido esse livro!
Só ouvi comentários positivos sobre ele e me dá mais vontade ainda de ler!!

Karen Alvares disse...

Interessante a premissa do livro, mas não tem como sair do mais do mesmo. Achei legal que o livro não se foca inteiramente no romance, mas sim na vida e na história da protagonista, que parece ter personalidade.

Nardonio disse...

Livros desse estilo são um dos meus preferidos. Gostei bastante da temática e da história em si. A capa realmente é muito bonita, e acho que ao vivo deve ser bem mais. Quero ter a oportunidade de ler.


@_Dom_Dom

rusher cover girl ♔ disse...

pois é! HAHAHAHA assim fica dificil!

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D