Resenha: Dezessete Luas - Beautiful Creatures #2 (Kami Garcia, Margaret Stohl)

Títulos: Dezessete Luas
Autor: Kami Garcia, Margaret Stohl
Edição: 1
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501086921
Ano: 2011
Páginas: 462




Sinopse
Juntos, Ethan e Lena podem enfrentar qualquer ataque de Gatlin. Ao menos era assim que funcionava antes de Lena sofrer uma perda trágica e começar a se afastar e gaurdar segredos que estão testando o relacionamento. E agora que Ethan abriu os olhos para o lado negro de Gatlin, não há como voltar atrás. Assombrado por estranhas visões que somente ele consegue ver, Ethan vai sendo puxado cada vez mais para dentro da história confusa de sua cidade.



Essa semana foi a vez de Dezessete Luas que é o segundo livro da série Beautiful Creatures (a resenha do primeiro livro você pode encontrar aqui). Comecei a lê-lo na realidade no final da semana passada e realmente não esperava termina-lo tão cedo.

Depois da noite do aniversário de dezesseis anos de Lena as coisas começaram a ir de mal a pior, a garota se afastou de todos se fechando em sua culpa e acabou por leva-la a andar com Ridley e um misterioso Incubus chamado John. Ethan fica sem saber o que fazer, Lena se afasta cada vez mais dele e uma nova garota britânica chamada Liv entra em cena.  Embora queira esquecer Lena, Ethan não consegue algo ainda o liga a ela, existem muitas reviravoltas e partes da história de sua família que ele não sabia e que nunca desconfiou, tudo e todos estão conectados.

Dezessete Luas é puro sofrimento, gente que livro sofrido! Passei metade do tempo revoltada com a Lena e a outra com pena dela. Ethan ainda é o nosso narrador e é quem nos guia na história, finalmente eu vi um lado mais humano e menos idealizado da relação deles, ambos ficam com raiva, ciúmes, se sentem atraídos por outras pessoas, tudo que uma relação entre adolescentes normais deveria ter. O destaque do livro porém não vai para o casal e sim para Link, o  amigo pateta de Ethan. Link vem com sua atitude bobona e leva seu coração, ele é leal, engraçado e trapalhão. Terminei o livro com apenas uma curiosidade: O que foi que Wesley Jefferson Lincoln fez quando tinha 9 anos no porão da Amma? Gente, sério desde o primeiro livro que ela ameaça ele de contar pra Sra. Lincoln o que ele fez nesse porão!!

A capa do livro é linda, amei a borboleta, embora ache que um pardal seria mais apropriado. A letra da minha edição é de um tamanho bom, mas infelizmente eu encontrei alguns erros de digitação o que me deixou muito chateada principalmente por que eu paguei caro no livro e sim, sou chata mesmo com essas coisas.

Como já falei na resenha anterior essa série está sendo adaptada para o cinema e essa semana saiu mais uma foto de personagem, dessa vez conheçam a Amma:


 Estou muito ansiosa pelo próximo livro da série, embora ainda não tenha data de lançamento no Brasil.

Classificação


3 comentários via Blogger
comentários via Facebook

3 comentários

  1. Huuum... os mocinhos se separam... esse segredo deve ser inquietante.
    E ainda surge um amigo trapalhão... eles costumam ganhar nossos corações com as trapalhadas mesmo.
    Capa bonita... mas ainda não acompanho a série. =(

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Priscila, tudo bem?
    Gente, ainda não li nenhum livro dessa série. Para ser bem honesta, tenho passado longe de séries em aberto... porque sinceramente, enquanto está em aberta, o autor pode mudar de idéia, inserir mais livros (já passei por isso) e acaba que fico sem din din...
    Mas, estou curiosa com essa série e amei a sua resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Que legal! Adorei a resenha, embora eu ainda não tenha lido nenhum livro da série. Sabe que AMO esse nome Ethan? haha!


    bjs!


    http://www.etecetera-e-tals.com/

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário, ele é muito importante para mim!