Resenha: O Escorregador de Gelo - Desventuras em Série #10 (Lemony Snicket)

sábado, 15 de setembro de 2012

Livro: O Escorregador de Gelo 
Série: Desventuras em Série 
Autor (a): Lemony Snicket
Editora: Companhia das Letras

Páginas: 275
Tradutor: Ricardo Gouveia
Preço: 36,50
Sinopse: Por mais azarados que sejam, até agora os órfãos Baudelaire pelo menos sempre estiveram juntos. Pois neste livro décimo a tragédia é ainda maior: separados do bebê Sunny, Klaus e Violet são obrigados a descer uma montanha escorregadia, enquanto tentam salvar a irmã mais nova das garras do temível conde Olaf. Será que os Baudelaire finalmente descobrirão o significado da sigla C.S.C.? Será que, desta vez, o final será feliz? É provável que não. Como sempre, a história está repleta de mistérios e mensagens secretas, situações absurdas, desgraça e mal-estar para todos - menos para o leitor, é claro. Mas quem gosta de alegria não deve nem abrir este livro, avisa o autor, pois a vida dos Baudelaire é sempre uma desventura pior do que a outra.

Apenas para relembrar, o volume da série "O Espetáculo Carnívoro" termina com a descoberta de Conde Olaf de que os irmãos mais velhos de Sunny estavam no trailer puxado pelo seu carro. Então Olaf corta a corda que os prende e eles caem em um abismo.

"O escorregador de gelo" começa com Klaus e Violet tentando desesperadamente parar o trailer e assim evitar uma tragédia e Sunny, agora sozinha, sofrendo com as ameaças de Conde Olaf e sua insuportável namorada Esmé Squalor. Se vocês se recordam, Esmé foi tutora dos Baudelaire no livro o Elevador Ersatz. Cada vez o ciclo de mistérios em torno dos órfãos se fecha, nesse livro descobrimos que (SPOILER EM VISTA, PARA LER, SELECIONE A ÁREA EM BRANCO) a letras C.S.C. é uma sigla de uma organização que seus pais, Conde Olaf e inclusive vários tutores dos irmãos  faziam parte e que sofreu um ruptura e as pessoas envolvidas tiveram que escolher um lado. (FIM DO SPOILER)

Além disso tudo alguém que, todos achavam que estava morto, aparece e se torna um bom aliado dos irmãos. Nesse volume Olaf está apreensivo para encontrar um açucareiro que para mim contém toda a chave do mistério, por isso ele está tão desesperado para encontrar tal objeto. Esse volume foi o que mais gostei, porque os irmãos não estão tão passivos a ponto de enfrentar Conde Olaf frente a frente e assim resgatar Sunny.

Esse é o décimo volume e faltam apenas três para descoberta de todos os segredos dessa família, algumas coisas são respondidas, mas várias outras questões surgem como por exemplo: Onde estão os irmãos Quasgmire? Quem destruiu a base de operações da C.S.C.? E qual o segredo que o açucareiro guarda?

Não vejo a hora de ler o volume 11, a resenha sairá logo logo, mesmo porque estou ansiosa para saber o desfecho dessa série de Desventuras.

Beijos e até breve

6 Comentários:

Jeni Viana disse...

Já ouvi falar dessa série, aliás, ela é imensamente grande, hein? Não me interessei muito.

Cristiane Silva disse...

Não é o meu tipo de livro, mas parece legal. A história tem cara de ser boa.

Carolina Durães disse...

Bom dia Lariza, tudo bem?
Toda vez que eu leio uma resenha dessa série, eu tenho que dizer o quanto ela é maravilhosa. É uma das poucas séries que tem diversos livros e a qualidade da trama permanece igual ou até mesmo melhora ao avançarmos os volumes.
Amei a resenha.
Beijos

Lariza Barbosa disse...

a série possui ao todo 13 volumes,mas os livros são curtinhos, no máximo em 3 dias vocês ler um livro,vale muito a pena. é maravilhosa.Obrigada pelo comentário

Lariza Barbosa disse...

é muito boa mesmo,adoro demais, tô louca para terminar e descobrir todos os mistérios
beijos

Lariza Barbosa disse...

Obrigada pelo comentário Carolina.Então somos 2 a cada dia que avanços as páginas mais me apaixono pelas desventuras do Baudelaire

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D