Resenha: Scarpetta (Patricia Cornwell)

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Título: Scarpetta
Autor: Patrícia Cornwell
Edição: 1
Editora: Paralela
ISBN: 9788565530019
Ano: 2012
Páginas: 384
Tradutor: Julia Romeu

Preço: R$ 34,50

Sinopse: Uma anã chamada Terri Bridges é estrangulada em seu apartamento em Manhattan e a polícia, após descobrir duas outras vítimas que morreram em circunstâncias parecidas, acredita estar lidando com um assassino em série. Oscar Bane, o namorado de Terri é o principal suspeito, mas para cooperar ele faz uma exigência: ser examinado pela famosa médica-legista Kay Scarpetta. Após decidir se envolver no caso, Scarpetta descobre que terá que trabalhar lado a lado com seu ex-colaborador Pete Marino, de quem não tem notícias desde que ele quase a estuprou. Para piorar as coisas, tudo o que aconteceu entre Scarpetta e Marino vai parar na internet, graças a um site de fofocas escrito por um colunista perverso e misterioso. Scarpetta e sua velha equipe vão ter que deixar as mágoas para trás e decifrar dois enigmas: quem é o assassino de Terri Bridges e como um colunista virtual pode saber tanto sobre suas vidas.

Oi gente!!

Essa semana, finalmente, eu conclui minha leitura de Scarpetta, de Patrícia Cornwell. Esse livro foi a Dana que escolheu para mim numa sexta feira a noite em que estávamos conversando e eu estava reclamando dizendo que não queria mais ler nenhum livro de romance e então ela me mandou a sinopse do livro e eu achei interessante, quinze dias depois o livro chegou às minhas mãos.

A Dra. Kay Scarpetta é médica  legista forense, famosa e casada com o psicólogo forense Dr.Benton, Kay tem um passado conturbado. Depois de quase ser estuprada pelo ex-parceiro, o policial Pete Marino, as coisas ficaram estranhas entre ela e seu marido. Agora mais de um ano depois do acontecido eles vão ter que trabalhar lado a lado novamente para desvendar a morte de uma anã de nome Terri Bridges. O namorado de Terri está sendo acusado do assassinato e exige ser examinado pela Dra. Scarpetta que não sabe, mas está mais envolvida nesse caso do aparenta. O livro é muito bom, cheio de mistérios e até as últimas páginas você realmente não sabe quem é o assassino, várias pistas se confundem e  nada se encaixa até que um simples detalhe faz tudo se encaixar.

A capa do livro é a coisa mais linda, metálica com uns desenhos que lembram buracos de bala, eu achei alguns erros de digitação no livro, e como sou fresca com essas coisas, me incomodaram. E principalmente esse livro é o número 16 de uma série, os outros 16 volumes foram publicados pela editora Companhia das letras só corrigindo a informação, os livros serão reeditados *todas comemora*!!

A ordem cronológica dos livros é:

 SCARPETTA (2012) - Autor
 EM RISCO (2011) - Autor
 LIVRO DOS MORTOS (2010) - Autor
 PREDADOR (2009) - Autor
 VESTÍGIO (2008) - Autor
 MOSCA-VAREJEIRA (2006) - Autor
 A ÚLTIMA DELEGACIA (2005) - Autor
 ALERTA NEGRO (2004) - Autor
 RETRATO DE UM ASSASSINO (2003) - Autor
 FOCO INICIAL (2002) - Autor
 CONTÁGIO CRIMINOSO (2001) - Autor
 CAUSA MORTIS (2000) - Autor
 RESTOS MORTAIS (1999) - Autor
 POST-MORTEM (1999) - Autor
 LAVOURA DE CORPOS (1998) - Autor
 CEMITÉRIO DE INDIGENTES (1997) - Autor
 DESUMANO E DEGRADANTE (1996) - Autor
 CORPO DE DELITO (1995) - Autor

Curiosidade: Essa série da Patricia Cornwell é considerada a precursora da série de televisão CSI: investigação criminal,que estreou nos anos 2000 e que faz o maior sucesso até hoje, originando posteriormente CSI Miami, CSI Nova York.  Para quem não lembra vou deixar a abertura da primeira temporada.

Classificação: