Resenha: Toda Sua (Sylvia Day) >>> [+18] <<<

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Título: Toda Sua
Título Original: Bared to you
Edição: 1
Editora: Paralela
ISBN: 9788565530118
Ano: 2012
Páginas: 280
Tradução: Alexandre Boide
Preço: R$ 29,90
Sinopse - Toda Sua - Crossfire - Livro 01 - Sylvia Day: Eva Tramell tem 24 anos e acaba de conseguir um emprego em uma das maiores agências de publicidade dos Estados Unidos. Tudo parece correr de acordo com o plano, até que ela conhece o jovem bilionário Gideon Cross, o homem mais sexy que ela — e provavelmente qualquer outra pessoa — já viu. Gideon imediatamente se interessa por Eva, que faz tudo o que pode para resistir à tentação. Mas ele é lindo, forte, rico, bem-sucedido, poderoso e sempre consegue o que quer — e é claro que Eva acaba se entregando. Uma relação intensa começa. O sexo é incrível. Capaz de levar os dois a extremos a que jamais tinham chegado. E, então, eles se apaixonam — o que pode ser tanto a chave para um futuro feliz quanto a faísca que trará de volta os traumas do passado.


Toda Sua, Sylvia Day, 280 páginas, Editora Paralela. Não é um livro que irá mudar a sua vida de tão maravilhoso, mas não é um livro péssimo. Explicarei o porquê nesta singela resenha. 

Conhecemos a história de Eva Tramell, uma garota de 24 anos que é linda, loira e rica. Sim, porque o padrasto dela é multimilionário. Ela irá começar a trabalhar como assistente de um publicitário no Edifício Crossfire Building. Eva divide o apartamento com seu melhor amigo Cary, que é tão lindo que chega a doer, e gay. Quando a moça decide ir caminhando de casa até o local em que irá começar a trabalhar, apenas para cronometrar o tempo, ocorre um pequeno "acidente" no saguão do Edifício e então seu olhar se cruza pela primeira vez com o do poderoso Gideon Cross. Gideon é um rapaz de apenas 28 anos que é dono de quase toda a cidade, sim porque ele tem Boate, Academia, Hotel, Restaurante... Enfim. 

"Piscando para despertar dessa espécie de delírio, eu o soltei. Ele não era apenas lindo, era... fascinante. O tipo de cara que faz uma mulher querer abrir sua camisa com um único puxão e ver os botões irem abaixo junto com as inibições. Olhei para seu terno civilizado, requintado e absurdamente caro e só consegui pensar em uma trepada violenta, de rasgar os lençóis. Pág. 11"

Pois bem, quando a autora nos apresentou Gideon Cross eu me derreti toda por ele, deixem-me explicar, no começo pelo que ela falava, ele era um cara misterioso, poderoso, que não queria compromisso com ninguém e absolutamente não se envolvia com as mulheres com quem ia para a cama. Era sexo - uma vez - e nada mais. Sabe aquele tipo de homem que "te pega e te racha ao meio"? um macho alfa em alto escalão? Pois é. Até porque o homem é dono de quase toda a Manhattan! Tinha ganhado meu respeito.

Eu também tinha gostado da Eva a princípio, beeeeem a princípio. Ela parecia ser uma mocinha forte, decidida, que não queria relacionamentos amorosos e que não era virgem e nem fresca, vocês podem constatar a personalidade da bela pelo trecho citado acima. 

Alguns dias depois de começar a trabalhar, Eva reencontra Gideon numa reunião de negócios com seu chefe, Mark Garrity, que parece ser super legal, eu adoraria ter um chefe como ele, e é gay. Gideon então pergunta descaradamente a Eva: "Você está dormindo com alguém?" diante da resposta dela, ele diz de maneira casual: "Porque eu quero comer você, Eva. Então preciso saber se existe alguém atrapalhando meus planos." UAU! U-A-U! 

Ok, os dois começam a se encontrar muitas vezes, mas tudo é engenhosamente providenciado por Gideon. E então começa o "relacionamento" deles. E é aqui onde tudo desanda. Gideon que era o meu macho alfa delícia, se torna um homem dependente e pegajoso, obcecado e totalmente stalker. E detalhe: ele ACABOU de conhecer Eva! O cara por quem eu me derreti, começa a perder a sua identidade. Eva também muda sua personalidade da água pro vinho. A mulher bem resolvida, moderna e dona de si começa a se tornar uma pessoa fraca, ciumenta (possessiva), chata, chorona e que foge quando algo não sai como ela quer. Ela começa a cobrar as coisas de Gideon como se desde sempre eles tivessem combinado que seria uma relação AMOROSA, só que não foi assim! Ambos queriam apenas deleitar-se do corpo um do outro. 

Os dois tem muita química, isso é fato. Eles não podem ficar a sós em nenhum momento que transam como coelhos, sério, MUITAS VEZES. As cenas quentes não são muito ousadas e nem diferentes demais do que costumamos ler nos romances de banca, a única diferença são as palavras usadas, pois a Editora não poupou o vocabulário, chegando muitas vezes a ser aquele palavreado bem "baixo" mesmo. E isso é sim um ponto positivo! Cena de sexo tem que ter mesmo palavrão! HaHaHa

Os personagens não são complexos, são confusos. Eva tem um passado traumático, onde foi abusada sexualmente dos 10 aos 14 anos pelo filho do ex marido de sua mãe, (que não é o seu pai, porque a mãe dela é uma caçadora de tesouros) e desde então faz terapia para melhorar. Mas sinceramente, não acho que uma vítima de abuso possa ser tão "fogosa" quanto ela. Ora ora, estou falando a MINHA opinião. Se EU tivesse sido abusada sexualmente, a última coisa que eu iria querer na vida era chegar pelo menos perto de fazer sexo. Gideon também guarda um trauma muito pesado mas a autora não esclarece neste livro, temos apenas alguns vislumbres do que aconteceu. Sabemos que ele também foi abusado mas não sabemos por quem, eu acredito que tenha sido alguém da família dele e na casa que ele morava pois ele nutre um nojo muito grande pelo lugar e quer manter Eva afastada a todo custo de sua família. Mas só iremos saber disso no próximo livro, ou no terceiro, mas espero que a autora não enrole muito pois o livro já não é tão rico em termos de história. 

Lá pelo final do livro é que ficamos sabendo que Gideon é Dominador e ele acha que Eva é Submissa, essa parte foi realmente interessante, mas foi muito breve. Para um dominador, ele é dominado muito facilmente, para o meu gosto. Bem no finalzinho ele volta a ter uns momentos de macho alfa e eu acho que teria um orgasmo se ele falasse comigo desse jeito.

"Você esqueceu quem é que manda aqui, Eva. Abri mão do controle  por sua causa. Cedi e ajustei meu comportamento pra você. Faço qualquer coisa pra deixar você feliz. Mas não aceito cabresto nem chicote. Não confunda minha boa vontade com fraqueza. Estique as mãos e se segure na barra debaixo da janela. Não solte até eu mandar, entendeu?" Página 257

Ai ai...

O livro não me deixou absurdamente louca para ler a sequência, mas acho que vou ler só para saber quem foi que fez isso com o Gideon. Uma coisa que eu achei legal foi que ele admitiu que tem um problema e foi buscar ajuda, ele ACEITOU a ajuda de Eva. Espero que ambos consigam superar os seus traumas pois eles como casal, são fofos. O livro tem muitas cenas legais mas tem outras completamente desnecessárias e acho que foi só para "encher linguiça". Acho que a autora poderia melhorar no tocante à repetição, ela é muito repetitiva nos momentos em que vai narrar as cenas em que Eva olha para Gideon, ela diz o tempo todo como ele é lindo, gostoso, tesão, maravilhoso... bla bla bla. Nós já entendemos isso logo na primeira descrição dele. Recomendo o livro para quem quer ler algo excitante sem precisar pensar muito no que está lendo, e também para quem não liga muito quando as coisas acontecem rápido demais pois acho que o livro todo se passa em apenas umas 3 semanas! Verdade seja dita, Sylvia Day sabe como excitar a gente, várias vezes você tem que parar a leitura para acalmar os batimentos cardíacos porque eles vão lá em cima. 

Classificação:

39 Comentários:

Marilia Kelvia disse...

Dana, vou confessar que fiquei curiosa e com vontade de ler esse livro, apesar de achar que não é bem um estilo que gosto, ainda não esqueci Travis Maddox (Belo Desastre), que tem outro perfil. Como só comecei a ler 50 tons agora achei que esse parece um pouco com ele, mas só lendo para tirar a prova.
beijos

Priscila Siqueira disse...

ADOREI a resenha ainda tô rindo do UAU!! lmao kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk eu comprei esse livro, é pra chegar amanhã (segundo a saraiva) espero gostar

Juliana Vicente disse...

Amei a resenha! kkk A parte dos batimentos me fez rir.


Dana, eu quero ler. Definitivamente irei ler. Já quero emprestado viu, assim que dona Bruna terminar eu quero.


Achei que sua resenha me lembrou de muitas coisas em relação a cinquenta tons, pelo visto ambas mocinhas são fracas e tolas. aff


Quanto a ele, irei ler antes de dar minha opinião.


Bjs

Jessica Trajano disse...

Quando eu li sobre o livro, tive a mesma impressão sobre um livro que não vai mudar a minha vida mas poderia ser um livro interessante para leitura. Depois de ler sua resenha, minha vontade de ler só aumentou.


Gostaria de aproveitar o momento para convidá-la pra conhecer o meu blog: http://jessicastrajano.blogspot.com.br
Beijos

amorrobten disse...

ADOREI,NÃO VEJO A HORA DO MEU CHEGAR!!

Paula Alves disse...

Não sei bem se vou gostar dessa onda dos eróticos... tudo agora gira em torno desse tipo de publicação. Sou uma pessoa que gosta dos romances melosos mesmo. Se tiver cenas hot melhor, se não, me contento só com o romantismo mesmo.
Fiquei curiosa pra ler esse livro, apesar de não ter gostado de saber que há momentos em que o palavreado é "baixo"... acho vulgar (MINHA opinião).
Será uma leitura pra um futuro beeeeem distante.

Anônimo disse...

Essa velocidade na perseguição stalker do cara e como tudo muda em tipo, uma semana foi o que sempre meio que me desagrada nos livros de banca. Mas sempre passo por cima e adoro a relação. Acho que esse livro nada mais é que um livro de banca vendido em livraria. E nao acho isso ruim! Mas tendo em mente que é só mais um livro para nos fazer ficar melosas e ficar com sem parâmetros para os homens reais! Huahuahuahua!

Kittygabe

Cristiane Silva disse...

Agora que a onda Cinquenta tons estourou, já que vai pipocar livros assim. Esse eu gostei e queria ler. Parece ser bom...Bem, pelo menos tenho mais um do gênero pra ler...

Vitória Rodrigues disse...

Eu consegui pegar esse livro para ler, porque depois de tanta bagunça por ele(depois de 50SoG, claro) fiquei curiosa. E lá fui eu, já não gostando da personagem, tentando aguentar o sono e a vontade para ler o livro, ai chega na página 100 eu já desisto, porque ficou uma coisa tão chata nesse momento... Nah, desisti. Mas sua resenha me deu um novo animo e dessa vez eu vou tentar novamente(e espero que dessa vez eu consiga, ao menos, terminar o livro).
Enfim, ótima resenha, gostei mesmo, mesmo não gostando tanto assim do livro e tudo mais.
Beijos,
Shake Your World

Andressa santos disse...

Já vi muita gente largar o livro pela pagina 80 a 100, fico a pensar se ele ta tão cliché assim? bom, mesmo assim gostaria de le-lo, apesar que cada autor tem seu jeito de escrever, acredito que esta se inspirou um pouco em James não?
boa resenha, esclarecedora!
bjs
www.leituradeouro.blogspot.com

Dana Silva disse...

Oi Andressa, eu só tinha lido uma resenha antes de ler esse livro, a pessoa nao abandonou mas no final a minha opinião ficou muito parecida com a que ela deu sobre o livro. Achei clichê sim, mas é como disse, vale pelas cenas excitantes. :) bjos

Dana Silva disse...

Obrigada pelas palavras Vitória. Mesmo que eu não esteja gostando eu tento terminar sabe? Porque eu tenho a inocência de que sempre vou conseguir extrair algo bom da leitura, por pior que seja, e no caso de Toda Sua foram as cenas hot que me fizeram suspirar, deixaram meu coração acelerado e desejando ardentemente ter alguém para fazer tudo aquilo. Hahahahahahahahahahahahahahahaha =X

Dana Silva disse...

Oi Cristiane, obrigada pela visita! Sim, depois de 50 tons vai chover de livros eróticos mas nem sei o porquê do estardalhaço sabe, a gente vê erotismo nos livros de banca since ALWAYS! Acho que vc deveria ler para tirar suas próprias conclusoes! bjos

Dana Silva disse...

Oi Paula, bem vinda novamente! Então, se vc é do tipo que prefere um bom romance, não acho que esse livro vá te agradar muito, pois o livro não tem muita história e a que tem é confusa e meio maluca. E sim, tem muitos palavrões. Eu tambem não gosto muito de palavrão não, mas nas cenas de sexo tem que ter ué, imagina o cara dizendo, abra suas pernas que eu quero introduzir o meu orgao sexual no seu. ahhahahaha bjos

Dana Silva disse...

Depois volta aqui pra me dizer o que achou, ok?! bjos

Dana Silva disse...

Oi Jessica, podexá que eu passo no seu blog sim! Depois de ler Toda Sua volte aqui pra me dizer o que achou, certo? bjos

Dana Silva disse...

Oi Ju, podexá que assim que a Bruna me devolver eu te empresto! bjos

Dana Silva disse...

HaHahahaha voce vai comparar muito com 50 tons! Quando acabar quero saber o que achou ok? bjs

Dana Silva disse...

Também acho que não seja muito o seu estilo Marília, ja que sei que vc prefere um bom romance, mas é sempre bom mudar um pouco né? Ahhh eu sabia que vc ia amar o Travis, eu tbm nao o esqueci ainda mas sabe, o Gideon é um ótimo amante. Hahahahaha bjos

Patricia Andrea Peña disse...

Dana, eu quero esse livro e vou comprar só no dia 20 :( Podia chover dinheiro né? kkkkk
Primeiro vou ler para falar alguma coisa. Mas cá entre nós, na vida real a maioria das pessoas usa uma fachada para se apresentar e logo começam a mostrar as unhas e descobrimos a verdade sobre eles, por isso eu acho que deveríamos entender um pouco os personagens, quando eu ler comento novamente hehhehehe, não aguento e começo a dar opinião de uma coisa que nem li ainda e quero defender, sou louca ;)
Muito boa a sua resenha, como sempre :D
Bjs,
@PatriciaADavis

Gracy Ursulino disse...

Amiga eu quero ler quando a Bruna terminar, please. Amei a resenha, estou ansiosa para ler pq acho que vou gostar... heheehhe

Sabrina Castro disse...

Oi, Dana É óbvio que o livro é diferente 50 tons, mas lendo assim, não consigo imaginar outro livro. Hahah! Pra mim esse parece uma cópia, a diferença é que mesmo Grey tendo seus momentos de "sou insuportavelmente ciumento", ele progride. Tipo, diferente de Gideon que vai ficando um saco, Grey vai melhorando e surpreendendo... Tô pensando se compro ou não esse livro... Tenho tantos na fila!


bjão

Carolina Durães disse...

Bom dia Dana, tudo bem?
Ainda não li esse livro, mas não sei se estou tão interessada nele rsrss....
Nada contra os livros "hots", mas vou esperar um pouco antes de ler...
Beijos

Glaucia Santos disse...

Bem, sem fôlego após sua resenha kkkk Muito curiosa com o livro. Estou no inicio da leitura e nunca me senti tão ultrajada. Gideon tem um comportamento ultrajante com Eva desde o início. Isso me indignou. Estou louca para continuar...sinceramente viciada Depois te conto o que achei.


bjs no core

Danny Almeida disse...

Singela resenha que eu adorei ^^
Ja ta anotadinho, preciso ler!

Luiza Helena disse...

Entro em depressão com caras lindos e gays!
Já estou acostumada com esse tipo de leitura então, não me assusto com a linguagem utilizada. Mesmo sendo baixa.. Mas concordo contigo que cena de sexo tem de haver palavrões.
Ainda não comecei a ler esse livro mas já está na lista de espera.
Gostei muito da resenha! Parabéns!

Luiza Helena VieiraObsession Valleyhttp://obsessionvalley.blogspot.com

Vanilda Procopio disse...

Não sabia que a história envolvia esse lado mais tenso dos abusos e tal. Mas pela sua resenha, a história não prima por um enredo super elaborado. O negócio é ser "hot" mesmo. Ainda tenho minhas dúvidas quanto ao livro, mas que estou curiosa, isso estou.

Anne Costa Viana disse...

Danaaaaaa
pelos comentarios naquele dia no Shops e com a resenha fiquei bastante interessada em ler esse livro mesmo sabendo que é um 3 estrelas XD
Não é que depois de 50 tons vai chover livros nesse genero pois como vc disse em algum post existe aos montes nos livros de banca mas para nossa alegria nos hot as editoras estão começando a dar um pc mais de atenção a esse genero e principalmente não mudando o linguajar deles =]
e que venham mais hots por ai..tomara que o 2 livro seja beeeeem mais interessante =D

Anne Costa Viana disse...

Depois da Ju eu tô na fila pra ler viu XD

Rafael Fernandes disse...

Oi Dana. Achei a resenha incrível, mas já pela história percebi o quanto é clichê ou quase parecido com 50 tons e afins, sinceramente... E outra uma mocinha que geralmente é maltratada sexualmente na infância consequentemente terá problemas na vida sexual na vida adulta, o que posso perceber é que ela tipo, esqueceu toda violência traumática? Isso? Já pela narrativa no quesito falas, esses palavreados já estou acostumado, mas quero ler pra tirar minhas próprias conclusões. Mais uma vez parabéns pela resenha Dana, beijos.

RoseFuri disse...

Oi, Dana!
Gostei da sua resenha, mas não fiquei morreeeeendo de vontade de ler. Até porque, apesar de vc ter gostado, percebi que não é tão arrebatador assim. Mas claro que a gte fica curiosa com tanto burburinho em torno dele.
Meio chata essa repetição de termos dos pensamentos dela, mas fazer o q, né?

De qqr forma, acho que merece ser lido.
Bjs e parabéns pela resenha.

KassiaCrislayne disse...

Tô curiosa pra ler esse livro, mais do que pra ler 50 tons. Ouvi críticas melhores a ele, mas se você diz que é repetitivo, não sei se vou gostar! Tá na lista, quando der eu compro...


Bjs.

rusher cover girl ♔ disse...

Muita gente anda comentando o mesmo sobre a série, fico pensando o que vou achar quando lê-lo, porque com esses comentários não muito positivos acabei perdendo a vontade de ler, HAHAHAHA ...

cinthia oshiro disse...

li alguns comentários dizem que esse livro é melhor que cinquenta tons de cinza. parece que tá na moda lançar livros eróticos. Eu ainda não li nenhum "/ não sei se eu vou gostar

Natália Rivero disse...

Assim que lançou esse livro logo me veio a mente a comparação com 50 shades,até pq inumeras pessoas falaram que esse livro ao contrário de 50 shades tinha uma escrita superior e mais interessante.
Todavia não sei o que pensar,achei que a sua resenha foi muito boa e sincera...entretanto eu me surpreendi em saber que ambos foram abusados,eu não tenho nenhum problema com spoiler,mas algumas pessoas podem perder a ansiedade em ler o livro (não o meu caso)!
bjs Nati

Fernanda Faria disse...

Adorei, quero muito ler esse livro.

Joelmir Gomes disse...

Esse livro tem gerado bastante polêmica e fiquei curioso em ler. Muito legal a resenha...


HUGS =D!

Erica disse...

A coleção inteira gerou polêmica, ouvi falar muito desse livro. E como eu nunca li um livro desse gênero to pensando em pegar a coleção para ler...
Fiquei curiosa depois da resenha!

Aline disse...

Olá, eu acabei de ler TODA SUA, gostei! Olha se vc pode me ajudar... Cismei com uma dúvida... Em que parte do livro você leu que ele tem 28 anos? Não consigo encontrar... Obrigada:)

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D