Resenha: O Fim (Lemony Snicket) Desventuras em Série #12

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Título: O Fim
Série: Desventuras em Série
Autor: Lemony Snicket
Editora:Companhia das Letras
Tradutor: Ricardo Gouveia
Páginas: 284
Preço: R$ 36,50
Sinopse: Mesmo quem enfrentou corajosamente os doze volumes anteriores não irá suportar tanta desgraça, como uma tempestade bravia, uma bebida suspeita, um bando de ovelhas selvagens, uma gaiola de passarinho gigante e ornamentada, e um segredo de fato assustador sobre os pais dos Baudelaire. Para completar, diferentemente dos outros livros da série, neste último o grande vilão, conde Olaf, está presente desde o início da narrativa. Ele e os Baudelaire começam juntos: estão todos no barco que os salvou no final de O penúltimo perigo. Atracam em uma ilha, que, perdida no meio do oceano, é povoada por náufragos e comandada por Ishmael, um homem barbudo que tem os pés feridos sempre cobertos de barro. Tudo muito suspeito... Será que todo o mistério finalmente será revelado? Afinal, quem são os pais dos órfãos Baudelaire, o que é C.S.C., e o que acontecerá com todos os personagens da série? Bem, talvez O fim não seja para qualquer um. Por isso é de fato muito recomendável que se faça um check-up cardíaco antes de ler o livro.

Oi gente, enfim terminei de ler Desventuras em Série o último livro começa após a fuga do incêndio no Hotel Desenlace onde os Baudelaire juntamente com Conde Olaf ficam perdidos em alto mar e após uma tempestade eles se tornam náufragos em uma ilha cheia de ovelhas, ilhéus e costumes estranhos. Com a frase que os ilhéus sempre dizem "tudo um dia vem parar nessas praias" a perfídia do mundo também não poderia ser diferente. Lá eles conhecem uma menina chamada Sexta-feira que os leva para seu líder Ishmael. Um velho excêntrico que não deixa os ilhéus terem conhecimento nem informação de nada, pois todas as vezes que acontecia uma tempestade vários objetos, inclusive livros iam parar na ilha, mas Ishmael jogava tudo em um barranco.

Os Baudelaire acham a vida na ilha muito maçante e começam a questionar a liderança de Ishmael. Eles descobrem que líder possui uma vida dupla pois, com todas as coisas jogadas no barranco ele construiu um ambiente confortável e com vários temperos de comida. Neste ambiente os órfãos descobrem um livro enorme com toda a história da ilha e que seus pais já moraram na mesma. 

No meio disso tudo Olaf está preso em uma gaiola na ilha e acontece outra tempestade e o náufrago desta é Kit Snicket quase em trabalho de parto. Este é o ápice do livro a partir deste momento os acontecimentos começam a se desenrolar.

Gente eu sempre falei de mistérios que nos prendia do começo ao fim da série. Mas no último livro eles não são desvendados, a maioria das coisas ficam a mercê de nossa imaginação. Eu ainda estou na dúvida se os irmãos amigos dos Baudelaire os Quagmire morreram ou não. O livro é muito bom a série é perfeita, mas o final meio poético. Acho que a finalidade da série é mostrar que nem sempre a vida é perfeita e feliz. Não pense que o livro termina com a felicidade dos irmãos. Eu não vou escrever aqui como, mas o que parece é que a série termina com os Baudelaire embarcando para outra aventura e que fica a cargo da nossa imaginação se eles se darão bem ou não.

Mas apesar de tudo eu AMEI ler a série e recomendo a todos 


beijos 





2 Comentários:

Carolina Durães disse...

Oi Lariza, tudo bem?
Essa série na minha opinião é perfeita, eu simplesmente a amo.
Parabéns pela resenha.
Beijos

Rodrigo disse...

Provavelmente eles encontraram muito insucesso durante sua missão, uma vez que uma coisa que Lemony Snicket/Daniel Handler nos deixa claro é que os irmãos Baudelaire não tem sorte.

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D