Resenha Premiada: 50 tons do Sr. Darcy (Emma Thomas)

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012





Edição: 1
Editora: Bertrand Brasil
ISBN: 9788528616408
Ano: 2012
Páginas: 304
Tradutor: Natalie Gerhardt
Sinopse - Imagine Elizabeth Bennet e o sr. Fitzwilliam Darcy, protagonistas de Orgulho e preconceito, deixando de lado a moral e o recato e dando vazão a seus desejos mais ocultos de forma mais pervertida que Christian Grey e Anastasia Steele, personagens de Cinquenta tons de cinza. O resultado: Cinquenta tons do sr. Darcy, a incrível e hilária paródia escrita por um famoso inglês sob o pseudônimo de Emma Thomas. 

Assim que eu soube do lançamento deste livro eu quis lê-lo imediatamente. Adoro Jane Austen, amo Orgulho e Preconceito, mas por favor, ser xiita é tão ultrapassado. 50 tons do Sr. Darcy é um livro polêmico, do tipo Ame-o ou Odeie-o. Há quem diga que Jane Austen está se revirando no túmulo por causa desta paródia. Pessoal, é uma PARÓDIA. E se você não sabe o significado de paródia, acabaram-se os seus problemas: 
Paródia

s.f. Imitação burlesca, irônica.

Escrito satírico que imita uma obra literária.
As pessoas estão criando um alvoroço tremendo por causa de uma coisa que não tem nada a ver com outra. Orgulho e Preconceito é um clássico, certo. Jane Austen foi, é, e sempre será inspiração para muita gente, certo. Mr. Darcy é o estereótipo de homem que é o sonho de consumo de 10 entre 10 mulheres, certo.  Mas este livro é uma paródia gente e o seu objetivo foi completamente alcançado. Satirizar, ironizar, zombar e quantos mais sinônimos você conseguir encontrar. 

Esta história completamente sem noção funciona melhor para quem leu tanto Orgulho e Preconceito quanto Cinquenta tons de cinza. O livro é recheado de alusões às obras citadas acima, de formas direta e indireta. Os personagens só tem em comum com as obras originais os nomes, pois suas características são completamente diferentes. Enquanto a Sra. Bennet de Jane Austen quer que as filhas consigam bons casamentos, a Sra. Bennet de Emma Thomas é uma pervertida viciada em sexo e deseja desesperadamente que suas filhas sejam defloradas o mais rápido possível. 

"Quem disse qualquer coisa sobre fortuna, menina? — retrucou a mãe. — Não estou falando do tamanho de seus ganhos. — A sra. Bennet revirou os olhos, exasperada. Por que será que as filhas eram tão irremediavelmente conservadoras? Embora as mais jovens, Kitty e Lydia, estivessem começando a exibir 
sinais de interesse em jovens oficiais da cidade, tinha certeza de que iria para o túmulo antes que uma delas fosse comida. Mãe de cinco virgens! Aquele era um tormento demasiado grande para aguentar!" página 8/9
O que eu tenho a dizer sobre o livro é: Genial, Hilário e Safado. Mas um conselho, leia completamente desprendido de qualquer conceito sobre Orgulho e Preconceito. Encare como uma piada. Se você for fã xiita de Jane Austen e suas obras, mantenha distância deste livro pois ou irá querer morrer ou matar a autora desta paródia. Se você tem mente aberta e consegue separar as coisas e encarar este livro como ele realmente é, ou seja, uma chalaça, tenho certeza que terá boas horas de diversão e risadas da primeira à ultima página. Mais do que recomendado.

"O pior de tudo é que ela era a responsável pela própria ruína. O sr. Darcy não fizera nenhuma declaração de amor. Na verdade, deixara suas intenções bastante claras desde o início:

— Não faço amor, srta. Bennet — dissera-lhe ele. — Eu transo, eu como, eu fodo, eu trepo." página 6.
E como eu adorei o livro, não poderia deixar de tentar conseguir um exemplar para vocês, queridos leitores!

O sorteio é bem simples, autoexplicativo, é só ir preenchendo o formulário do Rafflecopter abaixo.


a Rafflecopter giveaway