Resenha: Amor Inteiro (Maribell Azevedo) Amor no Ninho #02

domingo, 27 de janeiro de 2013

Edição: 1
Editora: Kalango
ISBN: 9788589526326
Ano: 2012
Páginas: 395

Sinopse - Amor Inteiro - Amor no Ninho - Livro 02 - Maribell Azevedo: Quando a mente se encontra na escuridão, deixe o coração ser seu guia. O amor de Marina e Daniel foi eclipsado por um trágico acidente. Ela recebeu uma nova oportunidade do destino, porém não se recorda do grande amor de sua vida. Ele está firme no propósito de reconquistá-la. O jovem apaixonado enfrentará todos os desafios que lhe forem impostos, provando através de sua perseverança e dedicação, o sentimento puro e intenso que sente por sua bailarina de longos cabelos cacheados, olhos cor de mel e pele com perfume de baunilha. Marina e Daniel um novo começo, uma nova história.
Clique AQUI para ler a resenha de Amor no Ninho.

Depois de muito tempo da conclusão de Amor Inteiro, finalmente parei pra escrever a resenha, que talvez seja uma das mais difíceis que já tenha escrito. A espera por Amor Inteiro foi longa e gerou, pelo menos em mim, expectativas monstruosas. Não vou dizer que me decepcionei com o resultado, não, mas definitivamente Amor no Ninho é muito melhor.

Bem, eu costumo dizer que o momento pessoal pelo qual o leitor está passando reflete diretamente na avaliação do livro que está lendo. No meu caso, pode ter sido o livro certo na hora errada. O fato é que eu achei Amor Inteiro bem previsível, pra falar a verdade eu acho que o livro poderia ter sido reduzido. Fiquei com uma sensação de "enchimento de linguiça". Não posso dizer os motivos que me levaram a chegar a essa avaliação pois se eu falar vou contar a história toda e isso não seria legal com quem ainda vai ler o livro.

Mas vamos lá... Depois que Marina acorda do coma ela não lembra de muita coisa do seu passado, ou seja, não lembra que Daniel era seu irmão, muito menos seu marido. Interessante, porque ela lembra dos pais e das irmãs. Enfim... no dia em que Marina sai do hospital para voltar pra casa, a família está toda reunida la para uma surpresa, que se fosse comigo eu acharia que era um tremendo presente de grego! Imagina você aos 17 anos sair de um coma e descobrir assim, do nada, que é CASADA, e pra piorar as coisas, com seu IRMÃO! Claro que a garota surtou né? Não tiro a razão dela, ela ficou chocada e saiu correndo. Ponto positivo, eu teria feito a mesma coisa.

Shanti, a amiga que eu queria ter, foi lá conversar com ela e conseguiu acalmá-la e convencê-la a conversar com Daniel. Daniel me irritou profundamente neste livro, bem como Marina. Na verdade eu não gostei muito dessa 'nova' Marina e de como a autora reaproximou o casal. Não senti a mesma empatia que senti no primeiro livro. Tudo bem que a garota estava desmemoriada mas mesmo quando ela "se apaixona" por Daniel novamente, eu não senti veracidade, sabem? Pra mim soou muito superficial, quase como se ela estivesse se obrigando a sentir aquilo. E foi muito, muito rápido. E as cenas de ciume nem vou comentar. Daniel está muito chato e piegas. Mas o que me incomodou mesmo foram os diálogos extremamente formais entre eles, posso até estar errada, mas em minha visão dois jovens não falam daquele jeito. Enfim... 

O mocinho também está muito lesado em Amor Inteiro, porque só uma pessoa muito lerda pra não perceber as investidas pesadas de outra mulher que fica literalmente se esfregando nele o tempo todo em que estão juntos. Mas deixemos para lá esses detalhes que vocês saberão quando lerem o livro.

É fato que a escrita de Maribell é atraente e envolvente, prende do início ao fim. Isso é incontestável. Porém a história em si não me agradou o tanto que eu achei que iria me agradar. Protelei o máximo que pude para escrever essa resenha, mas uma hora tinha que sair. Eu até 'pausei' a leitura por um tempo para ver se conseguiria interpretar de uma forma diferente, mas não deu, eu só pensava em ler e ler e ler, é a Maribell faz isso com a gente. 

O desfecho foi previsível, porém satisfatório. Não vi outra maneira de como poderia terminar isso, mas afinal nem tinha pra onde correr muito, já dava para saber o final de qualquer jeito. Gostei também do lugar onde terminou o livro, achei romântico e fofo.

Eu espero sinceramente que tenha terminado por aqui a história de Marina e Daniel como protagonistas, Maribell por favor, pelo amor de Deus, que o próximo livro seja sobre Shanti e Lance. Esse casal me ganhou e eu passei a gostar mais deles do que do casal principal do livro. Achei que esses dois sim evoluíram bastante desde o primeiro livro e que tem tudo para se tornarem independentes de Marina e Daniel. Shanti é uma personagem bem construída e que é tudo o que eu sempre quis ser, rs. Sou fã! Lance também é muito bem construído e o amadurecimento do personagem é notável e ele ganhou meu coração.

O saldo da leitura foi sim positivo, apesar dos pontos que destaquei negativamente, acho que cada um interpreta de uma maneira diferente, sente coisas diferentes quando lê cada livro. Gostei de Amor Inteiro mas não amei como Amor no Ninho. Mas o que posso falar é que vocês devem sim ler Amor Inteiro até porque vale a pena descobrir se esse casal vai mesmo superar todas as dificuldades que estão enfrentando. Recomendo sim. 

8 Comentários:

Rafaela Carvalho disse...

Infelizmente a gente tende a se decepcionar um pouco quando espera muito por um livro, aconteceu a mesma coisa comigo quando terminei Fazendo o Meu Filme 4, mas não se pode ter tudo que a gente imagina então é melhor se contentar com o que tem. Concordo plenamente que o estado de humor que a gente vivencia altera a leitura isso pra mim é fato, por isso mesmo sempre tento fazer a mesma coisa que você e deixar a poeira baixar pra resenhar. Anyway estarei aqui belamente esperando meu Amor Inteiro chegar pra compartilhar minha singela opinião. Adorei a resenha!!!!=)

Gracy Ursulino disse...

Já quero ler!!!!!!!!! Doida para saber como tudo se desenrolou e não vou mentir que eu também adoro a Shanti e o Lance!!!

Patrícia Campos disse...

Excelente resenha e tenho que concordar em alguns pontos com você, como o fato de algumas coisas terem evoluído rápido demais, porém por estar vivendo uma fase cheia de amor o livro para mim foi bem satisfatório e acabei me encantando por alguns acontecimentos em especial. Agora estou com você na torcida por Shanti e Lance ganharem um livro só deles.

Bjos (:

Maribell Azevedo disse...

Querida Jordana, compreendo seu ponto de vista. Coloquei Marina e Dan passando por situações limite o que me fez mexer profundamente com suas personalidades e emoções, por isso entendo seu estranhamento e aprecio sua reação. Prefiro causar alguma emoção a apatia, rsrs..
Mas literatura é isso aí, a mais democrática das artes em suas opiniões!
Agradeço o respeito com que sempre me tratou e a minha obra.
Bjks...


PS: Sim, a história de Marina e Dan está concluída. Livro 3 teremos Lance, Shanti e uma nova turma. Aguarde!

Dana Silva disse...

Oi Maribell, confesso que estava ansiosa pela sua opinião sobre a resenha. Sei que posso ter escrito algo que possa ter te chateado... acredito que chateou, claro, pois seu livro é como se fosse um filho seu né? Não me considero uma crítica literária, longe disso, mas eu procuro ser o mais sincera possível nas minhas resenhas, e acho que toda crítica mesmo negativa tem um lado positiva. Obrigada pelo feedback e mal posso esperar pra ler mais de Shanti e Lance. bjs ;)

Kel Costa disse...

Oi Dana!

Eu te entendo. Terminei de ler Amor Inteiro e gostei, mas ainda prefiro Amor no Ninho, é claro. Acho que é muito difícil uma sequência superar o primeiro livro, pelo menos é o que vejo na maioria das séries/trilogias.

Não curti algumas situações pelas quais o casal principal passou, mas o que mais me conquistou no livro foi sem dúvida a relação dos pombinhos Shanti e Lance. Estou in love por eles rsrs

É claro que tb gosto de Marina e Dan e fiquei feliz pelo final, por eles. Mas agora quero Shanti e Lance e seu amor atrapalhado, pq os dois protagonizam as cenas mais hilárias possíveis rs

Bjs, Kel - www.itcultura.com.br

Carolina Durães disse...

Oi Dana, tudo bem?
Esse livro será uma das minhas próximas leituras!
Parabéns pela resenha!
Beijos

Camila Rocha disse...

Na minha opinião o próximo livro deve abordar Shanti e Lance, pq Dan e Marina já deram o que tinham que dar. Achei o casal muito lenga lenga, o que me animou mais foi a história da Majestade e Todo Poderoso, muito divertido (SL). E os traumas que apareceram, alguns não tinham razão de existir, tipo é como se o livro fosse obrigado a ter algum personagem traumatizado por alguma coisa?! Confesso que não entendi muito onde a autora quis chegar, pois a cena poderia transcorrer normalmente sem os traumas revelados até pq no decorrer da história tanto de Amor no Ninho como Amor Inteiro se eles tivessem passado por algum trauma enquanto novos, suas personalidades atuais mostravam que tinham superado muito bem , não havendo a necessidade de abordar o assunto. Mas como diz um velho ditado: A esperança é a última que morre, já que haverá um próximo livro, espero que abordem mais o casal que fez com que eu me divertisse bastante: SL.

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D