Resenha: Charlotte Street (Danny Wallace)

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013


Autor: Danny Wallace
Editora: Novo Conceito
Páginas: 399

Charlotte Street  - Danny Wallace
Sinopse: Tudo começa com uma garota... (porque sim, sempre há uma garota...) Jason Priestley acabou de vê-la. Eles partilharam de um momento incrível e rápido de profunda possibilidade, em algum lugar da Charlotte Street. E então, em um piscar de olhos, ela partiu deixando-o, acidentalmente, segurando sua câmera descartável, com o filme de fotos completo... E agora Jason — ex-professor, ex-namorado, escritor e herói relutante — se depara com um dilema. Deveria tentar seguir A Garota? E se ela for A garota? Mas aquilo significaria utilizar suas únicas pistas, que estão ainda intocáveis em seu poder... É engraçado como as coisas algumas situações se desenrolam...


Jason é um cara simples ex-professor que agora escreve criticas diversas para o pequeno jornal London Now que é distribuído no metro de Londres. Morando com o seu melhor amigo, Dev, Jason está tentando se curar do termino do namoro com Sarah, com quem estava há 4 anos.

A vida de Jason parecia monótona ate que um breve encontro muda tudo. Ele estava em Charlotte Street quando vê A Garota cheia de sacolas tentando entrar em um taxi, resolve ajuda-la e acaba acidentalmente ficando com uma câmera descartável dela nas mãos.

Dev, como um bom amigo, aconselha a todo o momento que Jason tente reencontrar A Garota. Em meio a essa busca pelo reencontro Jason descobre que Sarah vai se casar com o novo namorado com quem está a apenas 6 meses, com isso Jason entra de vez na busca pela Garota que tanto o surpreendeu em Charlotte Street.

Como não gostar de um livro que tem Londres como cenário?

Esse livro nos conta uma estória divertida que fala sobre amizade, transformação, amadurecimento e amor próprio. Danny Wallace consegue por meio da escrita, transmitir todo os sentimentos de Jason. O texto tem muito humor o que deixa o livro leve e divertido dando para rir ate das coisas ruins que acontecem como o Jason. 

Charlotte Street é daqueles livros que você insiste em ler e se surpreende ao se envolver com a estória e com um final emocionante que deixa o leitor com aquele gostinho de quero mais.


Resenha por Marilia Kelvia