Resenha: Nada é para sempre (Ali Cronin) Livro #01

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013


Edição: 1
Editora: Seguinte
ISBN: 9788565765053
Ano: 2012
Páginas: 272
Tradutor: Rita Sussekind
Preço: R$ 29,90
Sinopse: Cass é a namorada fiel. Ashley não leva nada a sério. Donna é festeira. Ollie é mulherengo. Jack é esportista. Rich talvez seja gay. Mas e Sarah? Os amigos sempre tiram sarro dela por ser certinha demais, mas ela só está esperando pelo cara certo e agora tem certeza de que o encontrou. Será que ele sente a mesma coisa? Ou tudo não passa de uma paixão de verão? Acompanhe o emocionante último ano de escola de quatro garotas e três garotos de dezoito anos.

Eu não esperava muito deste livro, aliás, eu esperava bem pouco para ser sincera. A trama gira em torno do ultimo ano escolar de Sarah e seus amigos (Donna, Cass, Ashley, Jack, Rich e Ollie). Sarah é aquela adolescente de 17 anos, virgem e certinha. Nunca faz nada de errado, sempre tentando agradar a todos e nunca fala o que realmente pensa. Até que numa viagem de férias à Espanha ela conhece Joe, um universitário lindo e descolado que a apresenta às maravilhas do sexo. Sarah perde a virgindade com Joe e inevitavelmente se apaixona pelo rapaz. Nossa protagonista mora em Brighton e Joe em Londres, que não é tão longe, de trem são apenas algumas horas e ela acha que é perfeitamente possível os dois continuarem a se ver mesmo depois que voltarem de férias. 

Bem, não vou revelar mais nada sobre o enredo mas tenho que admitir que achei que era só mais um livro adolescente bobo. Sim, é um livro adolescente mas não é tão ingênuo quanto eu pensei que fosse. Sarah, que era uma menina boazinha, que não mentia, não fazia nada que pudesse prejudicá-la ou deixá-la "falada", de repente começa a inventar histórias para encontrar com o menino que conheceu nas férias e passar horas e horas transando loucamente. Sarah está tão obcecada por Joe que não percebe que a única coisa que o cara quer é transar com ela e depois descartá-la. É uma situação absurda! Me flagrei praguejando várias vezes enquanto lia o livro. Por um lado me dava raiva de Joe por ele ter 20 anos e estar se aproveitando de uma menina de 17 anos que era virgem até conhecê-lo, mas depois via que a imbecil era a Sarah porque todo mundo já tinha dado pistas a ela de que o carinha das férias não estava nem aí pra ela, só ela que não via, até porque Joe SEMPRE a avisou desde o início que não queria nada sério. 

Mas sabe, ao mesmo tempo que tinha raiva da Sarah eu tinha pena. Me vi nela. Não na parte do sexo aos 17 anos, claro, mas em como ficamos quando estamos apaixonadas por alguém. Simplesmente cegamos e ficamos surdas para coisas que não favorecem à pessoa amada. Claro que já passei por uma situação semelhante à de Sarah, ser apaixonada por um menino e ele só me procurar quando quiser ficar comigo. Quem nunca?! 

Nada é para sempre é um livro sobre amizade, descobertas, escolhas, confiança e etc. Recomendo principalmente para o público adolescente que está descobrindo a sexualidade, pois é um livro super real, os diálogos não são forçados e nem as situações, pelo contrário são 100% plausíveis. Serve até de alerta. Vai que você está ficando com um gatinho e está em dúvida se ele quer você como namorada ou só está te usando. ;) Fica esperta heim garota!

Acho a capa muito linda e tem uma textura que eu adoro, meio aveludada. A diagramação e revisão estão perfeitas, mas isso não é nenhuma novidade em se tratando de livros da Companhia das Letras. A série garota <3 garoto conta com seis volumes e Nada é para sempre é o primeiro deles, que foi publicado aqui no Brasil pelo Selo Seguinte, da Companhia das Letras. A ordem dos livros é:

1- Nada é para sempre;
2- Dizem por aí;
3- Três é demais;
4- Liçoes de amor;
5- A garota certa;
6- Eu e você.
E é claro que eu vou sortear né, porque eu adorei! Então... boa sorte a todos!

a Rafflecopter giveaway

24 Comentários:

clicando livros disse...

amei sua resenha, e claro que adorei saber que é uma série..


clicandolivros.blogspot.com

Kittygabe disse...

Nossa! A resenha ficou mt boa, esse livro fiquei com vontade de dar pra minha sobrinha e depois pegar emprestado. Hehe!

Adrielly disse...

Eu tenho um folheto com o primeiro capítulo desse livro e eu achei muito legal. A capa é linda também. E agora que você detalhou os fatos da história eu fiquei mais interessada ainda, parece ser uma história boa. Eu também não esperava taaanto assim, mas a primeira impressão que tive foi boa, espero gostar também quando for ler =)

Analu Silva disse...

Ganhei o folheto e li o conto que a editora disponibilizou. Li duas vezes! Haha Tô gamada na história, quero ler (e ter hehe) o livro o mais rápido possível *-* Adoro tuas resenhas Dana :)

Rafaela Gomes disse...

Adolescente na descoberto sobre o sexo...
A Sarah parece ser exatamente aquela tipica cega, q não vê mais nada além da paixonite dela, mas quem nunca não é?!
Serve como espelho pra mta gente (inclusive pra mim)
Adoro livros com essa temática, não sei, me dá um quê de saudades da minha época (quem vê pensa q é velha kkkk)
Enfim...quero ler!
E pelo q parece a série não vai demorar mto pra ser lançada neh?!


Bjoo

♪ aninha ♫ disse...

a adolescência.... rsrs sabe,ler esse tipo de livro,pra mim,faz a gente voltar no tempo,ver que certas coisas a gente podia ter feito diferente e como vc bem disse,a gente se pega praguejando a burra que não vê a verdade!!! não conhecia a série, será que Joe não gosta nem tiquinho de Sarah?e os amigos dela? mais uma vez,citando o que vc disse,quando se é adolescente e se apaixona,ficamos surdas,cegas,bobas... rsrs gosto muito da editora Companhia das Letras,acabei de ler A Seleção pelo selo Seguinte e eles capricham mesmo.amei a resenha Dana,só atiçou a vontade de ler. =)

Patricia Andrea Peña disse...

Dana, me convencei rsrsrrs.
Vou ler o livro ;) Estava na dúvida, mas se o livro não é bobinho e fofinho eu quero hehehe, apesar de que de vez em quando gosto de coisas fofas, mas agora não é a hora ;)
Bjs,
Pati

Nathalia Andrade disse...

Estou looouca para ler este livro, amei mesmo!

Danielle CGA Souza disse...

Pela capa não dava muito pelo livro não, e a sinopse tb não me instigou. Mas curti tua resenha, apesar da questão do "transar loucamente", como essa anta não enxergava a verdade, caramba, é para ficar reclamando com a mocinha mesmo.
Mas com sorte ela enxerga a verdade antes do fim, pq é bem melhor do que do nada o Joe decidir que ama a Sarah, fiquei curiosa. =)

Francine Fernandes disse...

Achei incrível esta capa e esta história, além da resenha estar muito bem escrita, o que sempre acaba tornando a história interessante! Parabéns, estou participando :D

Saleta de Leitura disse...

Uma história do jeito que gopsto, pois mesmo sendo de adolescentes tem conteúdo e pelo que vejo bem narrada pela Ali CRonin.

Muito oa resenha que deixa a gente querendo ler logo.

Ariana Alves disse...

Quem nunca...
E não são apenas meninas adolescentes que se pegam às evzes apaixonadas e cegas, surdas e mudas.
Muito boa a premissa do livro.


Bjuus

Natália Rivero disse...

Esperava uma outra estória ao ler a sinopse.
Todavia ao ler a sua resenha fiquei um pouco decepcionada,com a estória da protagonista.
Acredito que o título diz tudo,afinal o romance da Sarah não será promissor.
Espero que os outros livros sejam melhores.
Não curto quando a personagem muda radicalmente por causa de uma paixão (vide Bem mais perto).
bjs Nati

Rafael Fernandes disse...

Adoro esse tipo de livro, pena que a série é um pouco grande, mas me acostumo, será que todos os demais terão o mesmo estilo de capa, aveludada? Tenho cisma desse tipo de capa, porém essa história parece entreter, eu quero ler.

Carolina Durães disse...

Oi Dana, tudo bem?
Parabéns pela resenha, adorei!
Só fico triste por se tratar de uma série! Tem tanto livro interessante, mas em série, que não dá para acompanhar todos.
Beijos

Sanélia Nascimento disse...

Participando muito! Muito curiosa para ler esse livro!

Elliane Ramos disse...

X

PARTICIPANDO DO SORTEIO

ELLIANE RAMOS

ellianeramos.blogspot.com.br

ellianeramos@hotmail.com

bjs

*-*

X

mgrezender disse...

Eu ainda não li mas o livro parece ser gostoso de ler e tranquilo. Gostei muito da sua resenha. Li outras pela net, e esse livro tem dividido as opiniões. Uns acham o livro bom e outros detestaram. Mas só há um jeito de saber: ler o livro.



Maristela G Rezende
mgrezender@gmail.com

Bianca Benitez disse...

Eu amo um livro de romance adolescente,principalmente se ele não for bobo,já tinha ficado com vontade de ler o livro por causa do título,depois da sua resenha,sei que preciso lê-lo,tomara que eu ganhe!!!

bjsss

Bianca

http://www.apaixonadasporlivros.com.br/

Ketelin Natieli Wochner disse...

Não tinha lido nada a respeito do livro, e acho que não teria me interessado por ele se tivesse visto ele por aí. Não gostei da capa, nem da sinopse. Mas com a sua resenha talvez eu dê uma chance à ele. Só acho que ia me estressar um pouco com a personagem principal... hahaha


Beijos

ketelin_natieli@hotmail.com

Ana Paula Ramos disse...

Eu adorei a capa! tá ja passei dessa fase adolescente, mas adoro livros com esses temas! Melhor ainda se não é tão inocente.. fica bem melhor de ser lido!!!
bjoo

adriele santana disse...

Achei a capa linda *-*

Estou super curiosa para ler esse livro e sua resenha aumentou a curiosidade... eu curtia muito skins e acho que vou adorar esse livro também :D



Bjos!

Ida-Livros Um Vício! disse...

Eu Ganhei =] \o/

Ruth Brandão disse...

Fiquei ainda mais curiosa pra começar a ler.
Comprei os dois primeiros e só estou aguardando chegar. :P
Sei como é isso de se apaixonar e ficar cega e surda pros seus amigos e pro mundo.
Simplesmente adorei!
Resenha #79 - Caso de Amor, de Amanda Quick.
Confere lá!
Manuscrito de Cabeceira
Bjs.

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D