Resenha: A Viagem do Tigre (Colleen Houck) Saga do Tigre #03

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013



Editora: Arqueiro
Autor(a) :Colleen Houck
Páginas:496

Sinopse: Perigo. Desolação. Escolhas. A eternidade é tempo demais para esperar pelo verdadeiro amor? Em sua terceira busca, a jovem Kelsey Hayes e seus tigres precisam vencer desafios incríveis propostos por cinco dragões míticos. O elemento comum é a água, e o cenário de mar aberto obriga Kelsey a enfrentar seus piores temores.Dessa vez, sua missão é encontrar o Colar de Pérolas Negras de Durga e tentar libertar seu amado Ren tanto da maldição do tigre quanto de sua repentina amnésia. No entanto o irmão dele, Kishan, tem outros planos, e os dois competem por sua afeição, além de afastarem aqueles que planejam frustrar seus objetivos. Em A viagem do Tigre, terceiro volume da série A Saga do Tigre, Kelsey, Ren e Kishan retomam a jornada emdireção ao seu verdadeiro destino numa história com muito suspense, criaturas encantadas, corações partidos e ação de primeira.

Para ler as resenhas dos volumes 1 e 2, respectivamente, clique AQUI e AQUI.
Gente eu gosto muito dessa saga mas confesso que a autora tem me decepcionado. Forçando um triangulo amoroso super chatoooooo entre os irmãos indianos e a Kelsey. Não sei o que essa menina tem, mas simplesmente dois príncipes indianos lindos e "ryyyycos" são completamente apaixonados por ela.

Mas voltando ao enredo. Kelsey embarca em mais um aventura para conseguir mais 6 horas de vida humanas para os irmãos Ren e Kishan que devido uma maldição são obrigados a viverem na forma de tigre. No terceiro eles totalizam 18 horas como humanos. Agora ela tem que lidar com o fato de que seu amado apagou-a da memória para protegê-la e para piorar ele sente dores físicas ao tocá-la.

Kelsey é uma idiota imatura e os irmãos desarredam. O triangulo amoroso que eles formam desgastam o livro. Eu amava Kishan por ele ser o mais marrento e "que se lasque o mundo", mas nesse volume ele se torna mais um bobão nas mãos de Kelsey. Acho que a autora quis mostrar que o amor muda as pessoas. Mas o que fazer se eu sempre acho os vilões mais interessantes?

Acho que Colleen tem uma imaginação incrível, pois as cenas de aventura do livro não deixam a desejar em relação à nenhuma série que estamos acostumados a ler. Mas vamos colocar um pouco de lenha nessa vida de "eu tenho crises de inferioridade, mas dois gatos me amam e eu tenho que ser bobinha a ponto de fazer ciúmezinhos para chamar atenção, de Kelsey. ME POUPE.

Eu aconselho o livro para quem gosta de aventura, claro que se você relevar essas partes do triangulo com certeza você vai amar a série e é por isso que eu leio. Porque acho a percepção da autora para aventura excepcional, mas para romance... Não mesmo.