Resenha: Lírio Vermelho (Nora Roberts) por Thalita Costa

sexta-feira, 10 de maio de 2013



Edição: 1
Editora: Bertrand Brasil
ISBN: 9788528616804
Ano: 2013
Páginas: 336
Sempre houve um Harper na Harper House, a secular mansão nos arredores de Memphis. E, desde que há memória, a fantasmagórica Noiva Harper vagueia pelos corredores, cantarolando músicas de embalar à noite...
Hayley Phillips procura em Memphis um novo começo, para si e para a criança que traz no ventre. Aí encontra um lar e grandes amizades - incluindo Harper, que se torna o homem dos seus sonhos...
Mas Hayley receia ceder ao desejo, especialmente porque suspeita que os sentimentos que a invadem já não são só seus.
Imagens do passado e um comportamento imprevisível levam-na a acreditar que a Noiva Harper encontrou maneira de se introduzir na sua mente e no seu corpo. Está na hora de dar descanso à Noiva de uma vez por todas, para que Hayley possa perceber de novo o seu coração - e saber se está disposta a correr o risco...
O mistério que assombra a histórica casa é agora revelado e as três mulheres podem, por fim, prosseguir as suas vidas neste cativante último romance da trilogia No JARDIM, da brilhante autora de sucesso Nora Roberts.




Eu sou suspeita para falar deste livro ou de qualquer trilogia da Nora Roberts, adoro todas! O que mais me irritou nesse livro foi esperar o lançamento, devorei Dália Azul e Rosa Negra e me desesperei para terminar a saga e nada do livro chegar. Agora com livro lido e curiosidade satisfeita posso dizer que valeu a pena, cada segundo que passei desejando ele. 

O livro é o melhor de todos os três, mas isso é prerrogativa de quase todas as trilogias da Nora, deve ser por ser um fechamento de um ciclo, todas as pontas soltas se acertam ou por já estarmos familiarizados com todos os personagens (e secretamente apaixonadas por eles). 

Quando uma amiga minha leu o livro e resenhou (não li pra não estragar minha leitura), só pedi pra ela descrever a história em uma frase e ela disse: A Noiva Harper está de matar! Bom, eu deveria ter ficado quieta e não perguntado nada... Como assim de matar? Bom, ela está mesmo. Está mais assustadora, forte e vingativa. Nos primeiros livros eu sentia pena, até gostava dela, queria saber o que realmente tinha acontecido, nesse fiquei com vontade de me levantar e matá-la, se ela já não tivesse morrido, é claro! (será q foi isso que minha amiga quis dizer?). 

Mas “Lírio Vermelho” não se trata apenas de desvendar os mistérios da Louca e desvairada Amélia, ele mostra como estão os outros personagens, os laços já formados, e o amor que desabrocha. Hayley e Harper é o casal que mais amei na série, acho que por a história deles já vir desde o primeiro livro, então a gente já fica na expectativa mais cedo. Saí da leitura com a sensação de que o amor é lindo! Precisa melhor?