Resenha: Tentação (Eve Berlin) Trilogia Luxúria #03

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Edição: 1
Editora: Quinta Essência
ISBN: 9788580446630
Ano: 2013
Páginas: 304
Sinopse - Tentação - Trilogia Luxúria - Livro 03 - Eve Berlin
Mischa Kennon não é de se deixar dominar, pelo menos não até conhecer o sexy Connor Galloway, um irlandês de olhos verdes com um ar de autoridade que acha difícil resistir. Durante a realização de tarefas como dama de honra de sua melhor amiga, Mischa se entrega a uma relação casual com Connor. Ela se surpreende com a emoção de seu domínio, e a paixão pelas brigas antes da rendição. É tudo diversão e jogos no clube de BDSM, até que Mischa percebe que Connor poderia dominar seu coração. Se ela se rende ao desejo, vai ser muito para aguentar, ou vai mostrar um tipo de amor que nunca imaginou possível? 

Resenha de Luxúria AQUI.


Quando comecei a ler esse livro, não pude evitar de fazer comparações entre Mischa, a protagonista e outras duas personagens de livros que li recentemente, é como se a mocinha em questão tivesse um pouco de Katniss Everdeen (Jogos Vorazes) e Eva Tramell (Trilogia Crossfire). De um lado a personalidade protetora e maternal da primeira e do outro a independência e a natureza extremamente sensual (e sexual) da segunda.

Outra forte semelhança encontrei no protagonista, Connor, que assim como Gideon Cross da trilogia Crossfire, é um homem lindo, sedutor, poderoso, que não suporta envolvimentos emocionais por conta de um trauma sofrido no passado.

Já no primeiro encontro de ambos surge uma forte energia sexual que eu creio que poderia ser tocada de tão forte. O envolvimento sexual é iminente, não haveria como escapar. Porém eles não contavam que o amor surgiria tão poderoso quanto o desejo, o que se tornaria uma complicação com a qual não contavam, tendo em vista o medo de cada um em se envolver seriamente.

O livro segue a receita de outras trilogias BDSM, erótico, picante, criativo, para os fãs desse gênero é uma ótima leitura. No quesito romance para mim deixou um pouco a desejar, achei tudo muito corrido nessa parte, o foco maior é na narrativa sexual, porém isso não o desfavorece, continua sendo um livro bastante atraente, com personagens complexos e extremamente sensuais.