Resenha:Terror - Os Desafios de Hamilton Livro #12 (Jan Guillou)

domingo, 23 de junho de 2013




Título: Terror
Autor: Jan Guillou
Edição: 1
Editora: Bertrand Brasil
ISBN: 9788528615845
Ano: 2013
Páginas: 490
Tradutor: Jaime Bernardes
Sinopse: O autor perfeito para os fãs de John Le Carré e Len Deighton. Jan Guillou é indiscutivelmente o autor sueco que mais livros vendeu no mundo. Só em seu país são mais de 15 milhões de exemplares, sendo traduzido para mais de vinte idiomas. Ele é também o jornalista investigativo mais respeitado da Suécia, fato que auxiliou na criação da série de sucesso Os Desafios de Hamilton. Terror é seu segundo livro de suspense da série publicado pela Bertrand Brasil. E o décimo segundo volume no total.Após 13 anos de exílio na Rússia, o vice-almirante Carl Hamilton está de volta à Suécia para o julgamento em que é acusado de assassinato. Ao ser inocentado, acontece, porém, uma tragédia: a filha de seus amigos Pierre e Eva Tanguy, a pequena Nathalie, de 5 anos, é raptada. A partir daí, tem início uma caçada impiedosa à identidade do sequestrador. Quando fica claro quem cometeu o crime, Hamilton, Pierre e um grupo de legionários tentarão fazer um resgate heroico. Assim como a maioria dos thrillers de Jan Guillou, Terror destacase por uma temática política, em que o realismo da trama deve-se, principalmente, aos anos em que o autor trabalhou como repórter. A série, hoje com vinte títulos, possui sempre histórias repletas de mistério e ação, mas, principalmente, intrigas internacionais e espionagem, sempre com grande destaque ao lado emocional dos personagens. 
No livro anterior, Madame Terror, o autor, diferentemente do que ocorre em romances com temática parecida, aborda a questão dos EUA versus mundo árabe pelo ponto de vista do segundo, mais especificamente dos palestinos. Já em Terror, Jan Guillou focou em como as grandes intrigas políticas mundiais afetam, em última instância, as relações particulares de todos, tecendo um suspense de tirar o fôlego.

Finalmente eu terminei de ler Terror do Jan Guillou, lançamento da editora Bertrand. Esse livro é o décimo segundo da série Os Desafios de Hamilton. Eu tinha uma expectativa alta ao ler esse livro e confesso que fiquei bem decepcionada.
Carl Hamilton é um fugitivo sueco exilado que volta à Suécia com o intuito de provar sua inocência. Contando com a ajuda de Erik Ponti , um jornalista, ele finalmente consegue voltar ao seu país e ser inocentado das acusações. Morando em Estocolmo ele conhece Ewa e Pierre, um casal de amigos de Erik que tem uma filhinha de cinco anos chamada Nathalie. Após um incidente onde Ewa é taxada como uma policial anti-islâmica com fama de “torturadora sexual” , Nathalie é sequestrada e é a partir daí que a história se desenrola.

Olhando assim pela sinopse você pensa “nossa esse livro deve ser maravilhoso”, não gente ele não é maravilhoso. É um livro apenas bom, mais para regular. A história é parada, tem muita descrição, os personagens apesar de bons não cativam. Posso listar vários motivos que me desagradaram no livro, pois minha expectativa era de ter um livro cheio de ação, mas na realidade Terror é um livro de pura estratégia militar. A ação mesmo acontece das últimas cem páginas do livro e mesmo assim só se intensifica nas últimas cinquenta páginas. O que na verdade não me tirou da cadeira em nenhum momento.

A capa do livro é linda, toda em vermelho e com detalhes em auto relevo, a diagramação está relativamente boa, minha única crítica mais uma vez são as frases em inglês e francês que não estão traduzidas e não tem nenhum tipo de nota de rodapé explicativa (em sua maioria), eu que domino inglês e francês consegui entender, mas os leitores que não tem domínio das duas línguas podem ficar sem entender algumas frases do livro. Enfim, fica aí a dica caso alguém se interesse por um livro de estratégia militar.

| comente (:

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D