Resenha: Will & Will - Um nome, um destino (John Green e David Levithan)

segunda-feira, 8 de julho de 2013


Edição: 1
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501093882
Ano: 2013
Páginas: 352
Tradutor: Raquel Zampil
Sinopse - Will & Will - Um nome, um destino - John Green, David Levithan
Em uma noite fria, numa improvável esquina de Chicago, Will Grayson encontra... Will Grayson. Os dois adolescentes dividem o mesmo nome. E, aparentemente, apenas isso os une. Mas mesmo circulando em ambientes completamente diferentes, os dois estão prestes a embarcar em um aventura de épicas proporções. O mais fabuloso musical a jamais ser apresentado nos palcos politicamente corretos do ensino médio.
Apesar de ter passado longe do que eu imaginava, Will & Will - Um nome, Um destino, me surpreendeu positivamente. A história é narrada simultaneamente por dois personagens chamados Will Grayson, o leitor notará que a história mudou de narrador pela fonte utilizada e a diagramação, completamente diferente. De um lado conhecemos Will Grayson, um garoto que é o típico "não tão" que toda escola tem um, aquele que quase passa despercebido: Não tão bonito, não tão inteligente, não tão popular. Ele é um heterossexual bem diferente, ele se acha assexuado já que não se interessa nem por garotas e nem por garotos. Will Grayson, vou chamá-lo de "o.w.g", tem como melhor amigo Tiny Cooper, que é um gordinho homossexual que se apaixona a cada cinco minutos e sempre está levando foras. 

Aliás, nem sei como o livro não se chama Tiny Cooper. Tiny Cooper é de longe o personagem mais interessante dessa história. Totalmente gay e bem resolvido, Tiny quer produzir o Tiny Dancer, o mais fabuloso musical a jamais ser apresentado nos palcos politicamente corretos do ensino médio. 

E do outro lado temos Will Grayson, um garoto depressivo, homossexual não assumido, e tem Maura, como aquilo que podemos, mais próximo, chamar de amiga. Will Grayson de Maura, vou chamá-lo assim para não confundir, conhece Isaac pela internet e se apaixona perdidamente, até que um dia a atração entre os dois fica tão forte que não dá mais para segurar, eles vão ter que se encontrar pessoalmente... E é numa sex shop em Chicago que as vidas dos nossos dois Will Grayson irão se encontrar... e mudar completamente. 

Bem, qualquer coisa que eu possa falar além disso é spoiler, mas uma coisa que pode até ser spoiler mas eu vou falar, até para não frustrá-los como aconteceu comigo: o romance do livro não é entre Will e Will. Pronto falei. 

O que eu posso dizer da obra de John Green e David Levithan, é que ele é um livro sobre amizade, sobre confiança, aceitação e amor próprio. Cada personagem desse livro tem uma importância ímpar e lida com seus próprios problemas. O fato de Will Grayson de Maura ser depressivo e só ver o pior lado de tudo é compreensível, pode não ser para todo mundo, mas eu consegui me conectar ao personagem e compreender todas as ações dele, porque eu mesma já passei por algumas delas, não o fato de ser gay, mas o lance da deprê. risos. Depois de Tiny, ele foi o personagem que mais gostei. 

Uma coisa interessante no nome do livro, ele passa uma ideia errada deste. Talvez "um nome, um destino" seja porque de alguma forma as vidas dos dois Will Grayson acabem se cruzando e se unindo por um único elo, Tiny Cooper. 

O final do livro é SUPER emocionante e eu realmente não esperava que as coisas se desenrolassem da maneira como aconteceu. Tiny Dancer foi um sucesso, ou melhor, fabuloso. O que posso dizer a mais sem estragar a surpresa do livro é que eu super recomendo essa história, não só de amor, mas de perdão, aceitação, descobertas e amizade. David Levithan e John Green conseguiram tratar de temas complicados com bastante sutileza e de forma até cômica. 

Vale muito a pena! Will & Will é Inesquecível e com certeza vai tornar-se um de seus favoritos, assim como tornou-se um dos meus. A capa é linda, prateada com os nomes coloridos. A  diagramação e revisão estão impecáveis, mas isso não é novidade, pois a Galera Record sempre arrasa nesses quesitos. Super Recomendo!

Quer participar do sorteio? clique na imagem abaixo e saiba como!


36 Comentários:

Patricia Andrea Peña disse...

Muito esclarecedora a sua resenha, eu estava na dúvida se ler ou não. Mas pelo visto, vale muito a pena, entrou na lista de compras ;)
Bjs,
Pati

Vanessa Llona disse...

Sou fã de carteirinha do John Green, não li nada do outro autor, mas só de ter o John eu já leria.

Achei a história bem interessante, os dois Wills parecem ser bem diferentes, fiquei curiosa para saber como a história dos dois vão se juntar.

Quanto ao Tiny, é uma coisa totalmente John Green fazer um personagem coadjuvante que com certeza merecia um livro só dele. Em todos os livros que li dele tem um coadjuvante assim.

cristiane disse...

Adoro o John Green, só por o livro ser dele já imagino que é deve ser ótimo. Sua resenha me deixou muito curiosa pra ler, decididamente preciso comprar.

Dana Silva disse...

Olha, eu voltei a confiar no John Green depois desse livro porque o Teorema Katherine foi PÉSSIMO, pra mim, mas esse aqui é ótimo! =)

Dana Silva disse...

Sim sim! os dois Will são completamente diferentes, mas ambos muito interessantes à sua maneira. Sim, Tiny Cooper é bem "Hassan", merece um livro só pra ele, se bem que esse livro é praticamente sobre ele rsrs E eu posso dizer que voltei a confiar no John Green depois desse livro porque olha... o teorema katherine pra mim foi um saco rsrs bjs e obg pela visita!

Dana Silva disse...

Leia sim paty! acho que vc vai curtir! depois volta aqui pra me dizer o que achou! bjs

Patricia Andrea Peña disse...

Pode deixar que volto ;)
Besitos

Pamela Liu disse...

Já li A culpa é das estrelas do John Green, e adorei a sua narrativa. Ainda não li nada do outro autor.
Apesar de ver várias resenhas positivas sobre Will e Will, não me interessei pela sinopse. Talvez não seja o momento.
Gostei bastante da capa.

Mariana FS disse...

Esse é aquele tipo de livro que não me atrairia se não fosse o nome do autor, mas depois de ler A Culpa é das Estrelas sei que qualquer premissa vira uma história inesquecível nas mãos dos John Green.

"Um livro sobre amizade, sobre confiança, aceitação e amor próprio" tem tudo para ser ótimo.
Beijos
www.alemdacontracapa.blogspot.com

Carolina Durães disse...

Oi Dana, tudo bem?
Esse livro está nos meus desejados e após ler a sua resenha, eu realmente quero ler logo esse livro rs.
Beijos

Francine Porfirio disse...

CARAMBA, sua resenha é DE FATO surpreendente sobre o livro. Não sei se foi porque acabou por oferecer esse (pequeno?) spoiler, mas me interessei muito mais em ler Will & Will agora do que antes! (rs) Antes estava pensando que era um romance que, provavelmente, valeria a pena ler, mas certamente não me surpreenderia tanto porque era entre Will e Will, que se conheceram num sex shop. Agora, no entanto, vejo que não é um romance entre os dois! :O MEEEEEU, quero descobrir como a história se desenvolve. Tiny Cooper sequer foi incluído nas resenhas que li. Se ele é tão importante para a história, por que isso!? :O (rs)
Realmente, entre os meus desejados, posso dizer que Will & Will se tornou, de repente, um dos livros que mais quero ler. *¬*

Bruna Miranda disse...

Eu também me apaixonei pelo livro! Antes de ler também achei que fosse ser um romance dos dois Will Grayson's, mas acho que do jeito que a história é ficou bem melhor.
Sem dúvida Tiny é o melhor personagem de todos! #teamtiny hahahaha
A edição em inglês que eu li também diferencia os Will's pela formatação do capítulo de cada um e achei isso bem legal até mesmo pra refletir um pouco a personalidade de cada Will Grayson.


adorei a resenha! ainda não vi a edição em português ao vivo, mas muita gente já disse que é linda :)


beeijos, Dana!


Bruna
http://www.umpoucodissoeaquilo.com.br

aninha disse...

é a primeira resenha de Will & Will que leio e não podia ser melhor. acho que a Galera Record foi corajosa em publicá-lo justamente quando o país está embasbacado com a "cura gay" . ¬¬ eu até suspeitava que o romance em questão não seria entre os Wills, seria óbvio demais.rsrs amor não se julga,se sente, e pela resenha,dá pra perceber que os autores acertaram em transmitir uma história de perdão,de amizade,de amor =)

Rodrigo Lessa disse...

A capa ficou linda! Adorei a edição brasileira. Adoro esses tons mudando como num arco-iris <3. Quero muito ler, pois irá meu primeiro livro de romance homossexual e estou extremamente muito ansioso para que isso aconteça logo. Deviam ter mais assim... Gostei bastante da historia, ainda mais por ser escrita duplamente e por John Green ai no comando hehe

Juliana Mendes disse...

John Green simplesmente me conquistou com A Culpa é das Estrelas e O Teorema Katherine *--* Ele com certeza virou um dos meus autores favoritos! Fiquei surpresa ao saber deste novo lançamento, mas fiquei com um pé atrás por causa da sinopse, que era diferente de tudo que já tinha visto :S

Agora que li sua resenha, percebi que é melhor eu ir logo comprar o livro, pois ele realmente parece ser maravilhoso haha

Beijos,
salaodelivros.blogspot.com.br

Ketelin Natieli Wochner disse...

Olha, em um primeiro instante vc realmente acha que o romance será entre os dois Wills.
Adorei sua resenha, já li o outros dois livros do Green e são ótimos. Os personagens dele são apaixonantes :D


Beijos!

Grazielle Rodrigues disse...

Meu deus, a cada resenha desse livro eu fico mais apaixonada por ele *-*

Erika Di Bernardo disse...

Fato, tem John Green, compra imediata!! Estou bem ansiosa por esse livro... e realmente andei lendo algumas resenhas, onde as pessoas se diziam confusas no meio dos Will... bom saber que dá pra sacar quando é um e quando é outro! hehehhehe E essa temática do homossexualismo, super legal e atual... e não imaginava nada diferente do naturalismo! Beijos!

Cristiane Silva disse...

Mega fofo esse livro, ai que gracinha! Adorei essa parceria dos dois, ficou muito bacana mesmo não é? Fofo e fofo e fofo! E de virar favorito *-*

Cris Aragão disse...

Eu ainda não li nenhum dos livros do Jonh Green apesar de serem um enorme sucesso, mas de todos os livros dele esse é o que mais despertou a minha atenção e eu até já o coloquei como prioridade na minha lista de desejados.

Alessandra disse...

Uau!

Eu já imaginava que o livro seria bom, por ter meu querido John Green, mas não pensei que fosse tão emocionante.

Se eu não ganhar no sorteio, vou baixar pro kobo COM CERTEZA!
*-*

Dana Silva disse...

oi Cris, do John Green eu só li esse, a culpa é das estrelas e o teorema katherine e o unico que eu nao recomendo é o terceiro. nossa, achei bem ruim viu hehehe

Mayane Boniolo disse...

O título do livro me chamou a atenção e achei que seria narrado um romance entre eles e apesar de não ter nada contra não me interessou em ler, mas agora com sua resenha a história mudou, foi bem esclarecedora e quero sim ler.
Além de ficar curiosa para ler o livro já tem uns dias que estou curiosa para ver a capa de perto pq uma menina disse que a capa é linda, muito mais do que a foto que a gente vê nos blogs e isso me deixou super curiosa, pq acho que a capa é o cartão de visita de um livro.

Danielle CGA Souza disse...

Oi Dana, adorei a resenha. Eu tava meio receosa, mas tô vendo muitos elogios.
Será que fui a única a não pensar que o título era relacionado a dois Will apaixonados? Desde que vi o título imaginei apenas a coincidência e pensei ele deve mostrar que apesar do mesmo nome agem bem diferente.
Um musical? Isso me fez pensar em High School Musical. XD
Interessante o lugar onde se cruzaram hein? Só entrei numa loja dessas uma vez e morta de vergonha. hahahaa O que o Tiny parece não ter um pingo.
Gostei muito da dica.

Vanilda Procopio disse...

Ainda não li nada do John Green, apesar de ter dois livros dele, mas Will e Will me deixou muito intrigada. Pelo visto, a história surpreendeu você de forma muito positiva. Tão bom quando isso acontece, mesmo quando esperamos algo diferente.

Walter disse...

Ganhei Will & Will, Como Dizer Adeus em Robô e O Futuro de Nós Dois em um sorteio no tt da Galera Record no dia dos namorados, e só agora, nas férias, estou com tempo pra ler, aí estava na dúvida em qual ler primeiro e resolvi dar uma passada aqui no blog pra ler a resenha. E agora não resta dúvidas, vou começar com Will & Will, parabéns pela resenha muito explicativa (jurava que o romance ia ser entre os dois, hahaha)!

JessicaLisboa disse...

Bem apesar de você ter explicado bem quem é quem na historia, ainda é meio confuso os Will's pra minha pessoa, mas achei a ideia dos autores bem legal, tendo personagens homossexuais (coisa que ate hoje nao li) e tal. Fiquei curiosa pra saber como é a diagramação do livro que voce disse, espero ler esse livro logo porque fiquei curiosa!

Cello disse...

Livros com parcerias famosas são sempre muito badalados e este ainda toca no assunto homossexualismo que estranhamente é tema pouco usado na literatura. Gostei do clima da história.

Manu Hitz disse...

Fiquei logo interessada no livro, primeiro por ter o Green como autor. Depois pela curiosidade do título. E ao saber que se trata de homônimos adolescentes e uma história de amizade e superação de dificuldades, ai... não resisto.

Adoro narrativas que intercalam as vozes das personagens e aqui isso é um charme especial porque um dos Will fala em letras minúsculas. Gosto dessa personalidade na leitura.

Quero ler. Li algo sobre o drama vivido nesse livro - e não vou soltar spoilers, alguém já se encarregou de fazer isso comigo, hahaha...

Izabelly da Silva Souza disse...

Nossa, estava louca atrás desse livro só pelo fato de ser do autor John Green, mas depois que li a tua resenha pode-se dizer que fiquei bastaaante louca. haha Tenho que achar esse livro, ou roubar. e.e rs /zoa
Ficou muito boa a tua resenha, parabéns. (:

Grazielle Rodrigues disse...

Li várias resenhas sobre esse livro e cada vez que leio uma fico mais encantada pela história!!!! Amo John Green, e a forma como ele escreve, e como ele trata dos temas, como tu escreveste, complicados, de uma forma tão fofa, tão leve.... e faz a gente rir e chorar, e chorar de rir ♥

Gisele Rodrigues disse...

Amei a resenha!!! Já tinha ouvido falar deste livro em alguns vlogs e estou mega curiosa pra ler e conhecer os Wiils... Só acho que poderiam ter deixado o nome original... Will Grayson&Will Grayson... Achei mais bonito :P Parabéns pela resenha!

Nardonio Alves disse...

Confesso que quando vi a capa, não me interessei, mas quando vi o nome do John Green estampado na capa, minha vontade de ler aumentou em 100%. O bom é que o David também é muito bom. Estou bem curioso pra ver essa união deles.


@_Dom_Dom

Beatriz Nathaly disse...

Confesso que leria qualquer coisa escrita pelo John Green, até a lista de super mercado dele. Desde que eu fiquei sabendo desse livro eu fiquei com vontade de ler, a história me encantou bastante. A capa não é tão bonita quanto as outras, mas eu amei mesmo assim. Super ansiosa para ler *-*


Beijos


Blog Escrevendo Mundos

Thais Vianna disse...

Participando. Gostei muito da resenha...kkkk...Brincadeirinha
Então, eu também achava que o romance do livro era entre o Will e o Will...rsrs
Só de saber que o John Green tinha um "dedinho" no livro eu ja fiquei com muita vontade de ler. E achei a história fofa e fofa e lindinha. Acho que vou amar.

Lorrane da Silva disse...

A-m-e-i- a resenha!
Me fez ter muita vontade de ler o livro!
Muita curiosidade pra descobrir como a história dos dois Wills se cruza.
Gostei muito da ideia do musical, da parte da aceitação, dos personagens... Principalmente do Tiny! c;
Ansiosa pra ler!
Beijo! ^.~)

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D