Semana Especial Thriller: Day #02 - Resenha: Se Houver Amanhã (Sidney Sheldon)

terça-feira, 2 de julho de 2013





Oi gente, hoje vim contribuir com a Semana Especial Thriller do Feed your Head em parceria com o blog da Marizoch! Espero que curtam o post e aguardo os comentários, ok? ;) Não esqueçam de ir lá e comentar também para concorrer aos prêmios da sexta-feira!

Edição: 30
Editora: Record
ISBN: 8501026255
Ano: 2009
Páginas: 402
Tradutor: A. B. Pinheiro de Lemos
Sinopse - Se Houver Amanhã - Sidney Sheldon
Crimes perfeitos, como o roubo de um quadro de Goya do Museu do prado, são um desafio pára Tracy Whitney. Mas ela não é uma ladra qualquer: para vingar-se dos homens que a colocaram injustamente na prisão, Tracy torna-se uma especialista em aplicar golpes em empresários inescrupulosos. De Nova Orleans a Londres, passando por Paris, Biarritz, Madri e Amsterdam, ela desafia a Interpol com uma série de ações ousadas, tendo como rival apenas Jeff Stevens, um irresistível trambiqueiro.
Oi gente, estou aqui novamente e dessa vez para resenhar um livro que nunca imaginaria ler, de um autor que só ouvia comentários e não tinha curiosidade de conhecer, porém quando as meninas perguntaram pra mim como eu poderia contribuir com a Semana Thriller do blog eu entrei em pânico, pois nunca havia lido nada nesse estilo e como sou medrosa e ansiosa fiquei com receio de desistir da leitura logo de cara. Foi ai que me enganei completamente. Por uma grande coincidência tinha em minha estante dois livros do Sidney Sheldon e a Priscila me falou que eram muito bons, então escolhi o livro Se Houver Amanhã pra ler e resenhar pra vocês.

O livro conta a história de Tracy Whitney, uma jovem bonita que adora seu emprego e a loucura que é trabalhar em um banco. Apaixonada por um dos partidos mais cobiçados da Filadelfia, Charles Stanhope III, descobre que está grávida dele, então eles decidem se casar, o que a deixa transbordando de felicidade e achando que sua vida não poderia ser mais perfeita do que isso. 

Até aí tudo bem, mas nas primeiras páginas do livro já acontece uma tragédia na vida de Tracy onde você fica se perguntando o porquê disso e a história da nossa mocinha muda pelo avesso  tirando-a da sua zona de conforto para enfrentar uma realidade a qual não estava preparada. 

Sidney Sheldon divide esse livro em três partes, onde eu classifiquei por conta própria e acho que quem leu ou quem vai ler irá concordar comigo:

1ª Parte: Hora do desespero

Gente foi exatamente isso que senti, na primeira parte do livro fiquei desesperada porque aconteceram coisas com a Tracy que você tem vontade de: chorar; gritar pra ela parar o que está fazendo e sair de lá; querer entrar na história e segurar sua mão pra consolá-la.

2ª Parte: Hora de respirar um pouquinho

Já na segunda parte fiquei impressionada com a transformação de Tracy e nesse momento a minha vontade era de dar uma tapinha nas costas dela e dizer: "Colega, você se garante!!!" rsrsrsrs.

3ª Parte: Hora de rir e torcer pela "mocinha"

E pra finalizar, a terceira e última parte foi a de mais ação do livro, nessa nós conhecemos - e Tracy também - Jeff (Que homem é esse! rsrsrs). E começamos a ter dois personagens para torcer, rir e se emocionar.

Adorei o livro e estou me tornando fã do autor, apesar de ter lido por enquanto apenas um esse, mas sua escrita é muito envolvente e te prende da primeira à ultima página. Não perdi tempo e corri atrás de outros livros do autor em sebos, pois a Priscila me falou que as edições originais são as melhores por não terem cortes nas cenas mais picantes (que são super interessantes!). 

O que me deixou mais fascinada por S.S. é a forma que ele escreve sobre a heroína da historia, no inicio ela era simples e meiga, mas ao final mostrou-se uma guerreira e independente, onde os homens a idolatravam. Isso mesmo, apesar do escritor ser um homem, o seu foco é destacar a mulher e suas qualidades. Adorei , e pretendo ler mais livros dele.

Espero que tenham gostado e comentem qual o livro do Sidney Sheldon vocês já leram e por que recomendam.

Esse livro é um pouco antigo e já foi publicado com inúmeras capas diferentes, escolhi algumas para mostrar pra vocês, digam qual mais gostaram nos comentários, ok?





36 Comentários:

cristiane disse...

Já ouvi muita gente falando do Sidney Sheldon, tenho muita vontade de ler um livro dele. Eu sou medrosa pra qualquer coisa nessa vida exceto pra ler livros desse tipo. S´´e de ler "Crimes perfeitos" na sinopse eu já imagino que o livro é ótimo.

Liz disse...

Esse é o melhor autor do mundo! Sério! Não existe na minha concepção outro autor semelhante a ele, ele é incrível! Eu posso passar horas falando de como seus livros são envolventes mas, vou focar nesse que não por acaso está no top 4 para mim! Toda a história da Tracy me intrigou e confesso que minha parte favorita é quando ela é presa ( amo a Ernie ), não me entendam mal, eu amo o momento que o Jeff entrou na história e tudo que aconteceu e como aconteceu entretanto, é na prisão que começa a transformação dela e depois disso se você não pega fôlego não aguenta o resto da leitura. Enfim é um dos melhores livros dele a história vale a pena demais, sou apaixonada... Ah, o Jeff Stevens me fez ficar mais exigente com a ala masculina não vou nem mentir rs.
Continuem fazendo resenhas dos livros do Sidney *-*

aninha disse...

outro autor que estou em falta.nunquinha li um livro do Sidney Sheldon =/ a ironia é que peguei ness elivro e não comprei,preferi outro. rsrs bom,amo quando os autores mostram com eficiência e com sentido na história a evolução dos personagens,e quando é um personagem feminino que atravessa tantas coisas como Tracy. não é um terror é mais um suspense né. se existir alguém covarde pra filmes e livros de terror,pode apostar que sou eu. culpem O Exorcista que só vi uma vez e me traumatizou pra sempre.hahaha! é sério. a capa mais legal pra mim é essa da versão de bolso,a primeira aqui embaixo,as outras são muito anos 80.rsrs espero poder ler um livro dele em breve.

Thais Vianna disse...

Adoro livros de suspense, com um grande mistério e acontecimentos surpreendentes e impactantes. E percebo que esse livro tem tudo isso e um pouco mais. Não li nada do Sidney Sheldon, mas gostei da história e da proposta desse livro.

oswin oswald disse...

Eu sempre achei que o Sheldon escrevesse mais romance do que outras coisas. Nunca soube de nenhum livro dele neste estilo. Bem, também nem conheço o autor pra falar.

Pamela Liu disse...

Ainda não li nada do autor, e na verdade não tenho muita vontade. Não sou fã de thriller pq sou um pouco medrosa rs
Mas, pela resenha, fiquei curiosa em saber o que acontece com a mocinha e, lógico, torcer por ela! =) Vou procurar saber mais sobre os livros do autor.
Gostei mais da primeira capa, mas não sei se combina com a história, já que não a li.

Fábrica dos Convites disse...

Adoro este autor, só este livro já devo ter lido umas 3 vezes! O bom é que não me canso. Quem não conhece sua obra está perdendo.
Bjs, Rose.

Camila Rocha disse...

Cris, tenho certeza que depois de ler esse livro você mudará esse conceito, eu pelo menos mudei rsrsrs

Camila Rocha disse...

Oi Liz, pode deixar que procurarei ler mais livros dele e fique acompanhando o blog pois assim que ler um prox. postarei resenha com certeza

Camila Rocha disse...

Oi Pamela, como falei na resenha tenta em sebos, tipo o site do estante virtual, as versões originais são boas e baratas.Tenho certeza que irá adorar esse livro.

Manu Hitz disse...

Nossa, eu tb nunca li Sheldon! Acreditem! Não sei por que, já que o autor é a maior referência nesse estilo... acho que nunca tive um de seus livros nas mãos, só por isso mesmo. E tb por ser medrosa e sensível demais. Mas isso está mudando... começo a amar os thrillers!
Esse livro parece ser seu maior sucesso - de tantos - e o mais famoso.
Adorei como vc dividiu o livro, nunca pensei nisso! rsrs...
E ao procurar resenhas no Skoob, a primeira que li tem no título: "Apenas uma pergunta: Porque você ainda não leu?"
Tô me perguntando isso agora...

Vanessa Llona disse...

Acho que vou ser linchada pelo que vou dizer, mas não sei o que todo mundo vê de tão bom nos livros do Sidney Sheldon, li varios e achei todos medianos, o Se não houver amanhã eu achei um dos piores dele. O que eu mais gostei dele foi A ira dos anjos, mas mesmo assim não foi tudo o que sempre dizem do autor.

Amanda Péres disse...

Eu li esse livro nessa mesma edição que você. não dava nada por ele mas curti bastante a leitura!
Concordo que o início é de dar raiva, mas a Tracy vai se transformando e o final é de matar!
Adoro thriller e vou acompanhar essa semana especial. ;)

Francine Porfirio disse...

Sidney Sheldon foi "o cara". Eu adoro a maneira como escreve e destaca os sentimentos tanto da protagonista quanto dos antagonistas em suas histórias. Este livro, em especial, foi marcante para mim! Faz pensar que muitas vezes desconhecemos nossa própria força para mudar e lutar pelo que acreditamos. Para lutar por nós mesmos. Tracy passa por tanta coisa, todas injustas, até o momento em que abraça o que tem em mãos: a si mesma. Ela não desiste e isso é um exemplo para qualquer leitor que, empaticamente, se coloca no lugar dela. Adorei sua empolgação neste post. Este é o sentimento que SS nos transmite... *¬*

Camila Rocha disse...

Não perde tempo não Manu, você não irá se arrepender é muito bom rsrsrs

Camila Rocha disse...

Oi Francine, que bom que gostou do post, esse livro me surpreendeu demais. Confesso que nas primeiras paginas imaginei que fosse desistir da leitura por causa do sofrimento da Tracy, mas depois, amei !!!

KassiaCrislayne disse...

Oswin, na verdade, o romance nunca é o tema principal dos livros do Sidney. A maioria dos livros envolve suspense, intriga, temas relacionados à lei, entre outros. Além disso, ele apresenta o romance muitas vezes de forma crua, sem aquela água com açúcar... rs

KassiaCrislayne disse...

Vanessa, A Ira dos Anjos é o meu preferido e o primeiro que li do autor. Já li todos, exceto os infanto-juvenis. Gosto é gosto, né? rs Além disso, acho que o quanto você vai gostar de um livro tem a ver com o momento em que você o leu. Por exemplo, SS foi um dos primeiros autores a que me apeguei e amei. Hoje em dia, depois de ler muito J. R. Ward, Nora Roberts e George R. R. Martin, confesso que não sei se teria amado tanto os livros dele como amei na primeira vez que os li. ;0)

Vanessa Llona disse...

É verdade, também tenho esse pensamento que depende muito do momento, os adultos dele eu já li quase todos também, e como disse não achei tudo isso que dizem, mas gosto é gosto. Bjs

Manu Hitz disse...

Já na lista de desejados!

Tainara H. disse...

Ainda não li nenhum livro de Sidney Sheldon, por incrível que pareça, já que ele é bastante famoso e elogiado. Mas claro que pretendo fazê-lo e já pensava em começar por "Se Houver Amanhã", sobre o qual já havia lido resenhas muito positivas e após ler este post, tenho certeza que esse será o primeiro do autor que eu vou adquirir. Como fã do gênero, não posso deixar de conhecer as outras de um autor como o Sheldon e, como seus livros são bastante acessíveis, logo vou atrás de consegui-los para ler o quanto antes e quem sabe me tornar fã desse autor tão reconhecido. Estou adorando os posts da semana thriller, ótima resenha! ;D

Carol Cris disse...

Sidney Sheldon, encantando gerações sempre! *-------* HAHA, esse homem é demais!
Bem, Se houver amanhã é dos próximos livros dele que pretendo ler, e realmente, a escrita dele é SEMPRE envolvente.
Fico feliz que vc tenha gostado do autor, e sim, as edições originais são melhores mesmo! =)
Ótima resenha, beijos!
http://elastemalgumestilo.blogspot.com.br

Nardonio Alves disse...

Já li dois livros do Sidney
Sheldon, e me tornei fã de carteirinha. Realmente ele sabe envolver os leitores
com uma trama muito bem desenvolvida. Nesses dois livro que li, me lembro
claramente que tinha esses dois primeiros momentos que você citou, e a metade
do terceiro. As histórias eram tão tensas, que não me lembro de alguma parte
mais leve e divertida. De qualquer maneira, indico qualquer coisa que o Sheldon
escreve.



@_Dom_Dom

Erika Di Bernardo disse...

Gosto muito do gênero e o Sidney Sheldon é um baita escritor. Por incrível que pareça, só li esse livro dele e há muuuitos anos atras... adorei a sua resenha que me fez relembrar essa história da Tracy, onde você dividiu direitinho os "capítulos" hahaahhaah Beijos!

Alessandra disse...

Também tenho 2 livros do autor na estante e também não li nenhum deles até agora.
Já ouvi diversos elogios sobre ele, mas como tenho vários livros com leitura pendente fui deixando os livros dele pra depois.
Depois dessa resenha me sinto arrependida por ter adiado tanto a leitura daqueles 2 livros.
Antes das férias da faculdade acabarem vou lê-los, e vai ser por tua causa hehehe

Camila Rocha disse...

Oi Alessandra,
Nós que somos viciadas em livros sempre vai haver vários na estante para serem lidos rsrsrsr. Até hoje meu marido não entende, mas o que podemos fazer se aparece aquela promoção especial ^^.
Referente ao SS, não perca tempo, é maravilhoso esse livro. Você lê tão rápido que ainda haverá férias da faculdade para ler mais rsrsrs

Camila Rocha disse...

Oi Erika,
Que bom que você gostou da resenha, a divisão que fiz das partes foi realmente a sensação que SS me passou rsrsrs.

Camila Rocha disse...

Oi Nardonio,
As partes leves e bem divertidas são as que Tracy e Jeff interagem, nossa ri bastante dos dois e suas trapaças, mas o restante realmente é bastante tenso.

Camila Rocha disse...

Oi Carol,
Não perde tempo não, começa logo a ler esse livro, você vai adorar ;)

Camila Rocha disse...

Oi Tainara,
Amiga, perde tempo não! Esse livro é super barato em sebo, outro dia comprei 3 dele por 20,00 com frete, você acredita? Vale muito a pena.

Vanilda Procopio disse...

Viajei no tempo agora ... já li tanto livro do Sidney Sheldon que até é difícil lembrar de todos os enredos. Se houver amanhã é ótimo, mas na verdade todos os livros do autor têm essa pegada forte, que deixa a gente sem fôlego em alguns momentos. Adorei relembrar!

Shadai Vieira disse...

conheço uma garota que adora esse autor, e eu sempre ouvi falar dele mas nunca tive oportunidade de ler algo dele. infelizmente esse livro não me chamou muita atenção, achei que ele escrevesse algo mais sinistro.

oswin oswald disse...

nossa, veja só o que é uma idéia pré-formada sobre um autor!! eu imaginava que ele escrevia romances água com açucar tipo um nicholas sparks da vida

KassiaCrislayne disse...

hahahahahahaha Ele tá longe do tipo do Sparks, sério mesmo. O Sheldon, na minha humilde opinião, escreve o romance do livro como um acessório e sempre sem enfeites. Tenta ler um dos livros dele (sugiro A Ira dos Anjos, o meu preferido, que é sobre uma advogada), vc vai se surpreender. :D

Gladys Sena disse...

Ainda não conheço a escrita do autor, mas parece muito boa!
Essa trama parece que rende muiiitas emoções, rs.

Isabelle Filgueira disse...

a-m-e-i a resenha, ótimo blog. agora fiquei mais ansiosa para ler o livro rs. parabéns!

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D