Resenha: Bruxos e Bruxas (James Patterson e Gabrielle Charbonnet)



Edição: 1
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581632216
Ano: 2013
Páginas: 285
Tradutor: Ana Paula Corradini
Sinopse - Bruxos e Bruxas
No meio da noite, os irmãos Allgood, Whit e Wisty, foram arrancados de sua casa, acusados de bruxaria e jogados em uma prisão. Milhares de outros jovens como eles também foram sequestrados, acusados e presos. Outros tantos estão desaparecidos. O destino destes jovens é desconhecido, mas assim é o mundo sob o regime da Nova Ordem, um governo opressor que acredita que todos os menores de dezoito anos são naturalmente suspeitos de conspiração. E o pior ainda está por vir, porque O Único Que É O Único não poupará esforços para acabar com a vida e a liberdade, com os livros e a música, com a arte e a magia, nem para extirpar tudo que tenha a ver com a vida de um adolescente normal. Caberá aos irmãos, Whit e Wisty, lutar contra esta terrível realidade que não está nada longe de nós.


Com uma premissa que tinha tudo para vender bem e encher o livro de "estrelinhas", foi uma decepção bem grande quando descobri que a ideia de dois irmãos que estão se descobrindo bruxos enquanto fogem de uma nova sociedade que quer exterminá-los não foi bem explorada. Não foi mesmo.

Quando tive a oportunidade de pedir o livro, levei em consideração o autor: James Patterson. Já li Private e foi um livro que me prendeu do início ao fim. Esperava o mesmo de Bruxos e Bruxas - ainda mais com a sinopse. Ao tentar explorar o universo dos irmãos Whitford Allgood e Whisteria Allgood, que de uma hora para outra são presos e acusados de bruxaria, os autores fizeram da história algo que beira a inocência e o ridículo. Eu, sinceramente, não esperava que um autor que lidou com agências secretas e investigadores especializados (me refiro à Private) fosse se rebaixar tanto ao nível deste livro.

E me deixou indignada o fato de que, graças ao trabalho de divulgação da editora - belíssimo, aliás -, a expectativa a respeito do livro tenha crescido bastante - digo por mim mesma - e, desculpem, ter sido em vão. Os blogueiros receberam cartas divulgando o livro e os kits enviados (que também serão sorteados aqui) são sensacionais, e me dá uma tristeza o fato de tanta dedicação ter sido feita a um material desse tipo.

Em certas horas, o livro se torna insuportável de ler. Não somente pela divisão de capítulos - duas páginas e são alternados entre Whit e Whisty - mas também pela inconsistência de alguns elementos da trama. Novamente, como um livro com um plano de fundo que tinha tudo para dar certo foi tão mal explorado? Juro que já li fanfictions melhores - bem escritas e situadas.

17 comentários via Blogger
comentários via Facebook

17 comentários

  1. Mauro Ferreira Rebouças19 de agosto de 2013 00:38

    O que esperar de um autor que lança 10 livros por ano? E em todos os livros sempre tem James Patterson & Fulano. Creio que ele só vende o nome, mas quem faz o trabalho duro (que realmente escreve) é sempre o outro autor.
    Mais e mais tenho a certeza que nunca lerei nada dele.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Luiza.
    Sei EXATAMENTE o que sentiu lendo esse livro.
    Você ainda foi guerreira de prosseguir... Eu parei na página 100. ¬¬
    Aff... Esperava uma MEGA livro e...?????????? WTF!
    Sério... foi pra minha lista de desistência. =/

    ResponderExcluir
  3. Oi Luiza,
    Agora fiquei realmente com medo.
    Eu AMO James Patterson, já li vários de seus livros e pelo marketing que a NC fez acredito que Bruxos & Bruxas seria um livro de arrasar. Mas como a tua, já li algumas resenhas negativas e estou com receio de começar a ler. Acho que é um livro que vai para o final da minha pilha.
    Beijos.
    Katielle

    ResponderExcluir
  4. Eu estava louca pra ler esse livro, até comprei depois de ver a divulgação que a novo conceita estava fazendo, mas nem comecei ainda e me arrependi de ter comprado. Já vi tanta gente falando que esse livro não é muito bom que até desanimei :/ É uma pena o livro ter sido mal explorado.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Uma estrela!?... *capota*
    Menina, tenho o livro aqui e ainda não li justamente porque quando o adquiri ainda estava sob o efeito da divulgação maravilhosa da editora! Depois, vi tantas críticas negativas que me questionei: POOOOOR QUÊ peguei o livro!? (rs)
    Realmente, James Patterson foi o responsável pela expectativa, mas parece que sua parceria em Bruxos e Bruxas rendeu apenas decepção aos leitores que o conhecem. :/
    Soube que o livro é fraco em narrativa... Como se houvesse "erros de gravação". Que pena.

    ResponderExcluir
  6. Quando vi uma estrelinha já vi que vinha bomba! NC fez um marketing tremendo em cima desse livro e você não é a primeira pessoa que eu vejo dizer que a ideia do livro não foi bem explorada. Cheguei a ver alguém falando que tem vontade de pegar a historia, reescrever e falar 'você errou nisso e nisso e nisso e nisso'. É triste quando um bom plot não é bem utilizado =/

    Marketing é algo perigoso, se pode fazer o melhor marketing do mundo para algo péssimo.

    Bem, esse é um livro que eu com certeza não vou passar perto.

    ResponderExcluir
  7. estou muito surpresa com sua resenha, é a primeira que leio que detestou Bruxos e Bruxas. claro, não é O LIVRO, certas lacunas foram deixadas em aberto, como a magia que puf tá ali e nem explica como se fosse a coisa mais normal do mundo, e outras coisas, mas acredito que esses pontos em abertos irão ser explicados nos próximos livros. gostei muito da personalidade dos irmãos Allgood. li o livro sem muita expectativa apesar do marketing fabuloso que a NC fez em cima dele. enfim, eu gostei do livro =)

    ResponderExcluir
  8. Mas esse livro é tão ruim assim? Eu queria muito ler ele pela divulgação que a Novo Conceito tinha feito, mas até agora não vi uma pessoa que tenha gostado muito dele. E o ki é lindo sensacional mesmo, pena que o livro não é bom :/

    ResponderExcluir
  9. Danielle CGA Souza20 de agosto de 2013 09:10

    Uau, já li resenhas negativas, mas a sua foi a mais extrema.
    Uma pena que não tenha agradado... do autor eu li apenas "O diário de Suzana(...)" e gostei bastante.
    A divulgação da editora foi muito bem planejada e realmente fez aumentar as expectativas.

    ResponderExcluir
  10. É esse meu medo. Já não me dou bem com livros dele e com a divulgação criei uma mega expectativa de cair nas graças com o autor. Mas não sei não, estou achando que vai ser mais um pra odiar ou não achar a menor graça mesmo. O que é bem estranho, porque normalmente gosto de tudo que leio, mas com livros dele chega a ser nojento ler, já vou com medo quando pego algum. Espero gostar desse nem que seja um tiquiiiinho.

    ResponderExcluir
  11. Essa é a resenha mais negativa que li desse livro, até agora. É realmente frustrante quando os autores não conseguem extrair tudo o que a trama pode dar. Uma pena que o James Patterson não se valeu de seu talento pra mandar bem nesse livro.


    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  12. A minha motivação pra continuar era essa resenha. Eu tinha que terminar pra ter a "base" pra argumentar né? Mas infelizmente... Juro que fiquei desanimada pra ler qualquer outro livro rsrs

    ResponderExcluir
  13. Isso, isso, ISSO! Como mencionei lá na resenha, eu já li fanfictions melhores. BEM melhores. E olha que isso inclui até as iniciantes, que parecem que escrevem um monte de coisa apenas para expôr logo a ideia.
    E você tem razão sobre o marketing. Um exemplo desse abala profundamente a confiança do leitor para com a editora.

    ResponderExcluir
  14. Pretendo ler esse, Danielle. O que achou dele? ;)

    ResponderExcluir
  15. Puxa, que decepcionante! Ganhei o livro e estava louca pra ler, mas depois de alguns comentários negativos tb desanimei. O q me interessou tb foi o Patterson e a capa bonita, a sinopse instigante. Primeiro fracasso dele ou tem muita gente curtindo o ivro?

    ResponderExcluir
  16. Danielle CGA Souza25 de agosto de 2013 07:56

    Foi uma grata surpresa, tinha lido resenhas positivas, mas quando comprei e vi que era tão fino pensei que não poderia ter uma trama bem evoluída, mas me enganei completamente. Tem uma trama emocionante, um certo suspense e perto do final uma revelação q me pegou desprevenida.

    ResponderExcluir
  17. Depois de todo o marketing criado pela editora também fiquei muito empolgada para ler, mas cada resenha que leio me decepciono mais.

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário, ele é muito importante para mim!