Resenha: O Livro das Princesas (Meg Cabot, Paula Pimenta, Lauren Kate e Patricia Barboza)

sábado, 10 de agosto de 2013

Edição: 1
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501403254
Ano: 2013
Páginas: 288
Sinopse - O Livro das Princesas
"Da mesa da Princesa Mia Thermopolis: Olá, amigos, fãs e companheiros admiradores de princesas (ou eu deveria dizer simpatizantes de princesas?)! Eu mal pude acreditar quando alguém do Brasil permitiu que EU desse uma olhadinha neste livro. Mas acho que faz sentido, já que, além de ser uma princesa, também tenho verdadeira paixão por histórias românticas! Acreditem no que eu digo, este livro tem essas duas coisas de sobra! Mas são releituras contemporâneas, com reviravoltas que farão você dizer owwwwnnnnnn… Uma Cinderela DJ? Rapunzel popstar? Bela é uma supermodelo? E unicórnios em A Bela Adormecida?! Sim, por favor! Mais, mais. POR FAVOR. Não se preocupem, tem mais. Muito mais. Eu amei, e vocês também vão! (Sim, você também vai amar, Tina Hakim Baba. Pode pegar meu exemplar emprestado quando eu terminar de ler. Não, melhor: compre o seu. Assim você vai poder ler de novo e de novo, como eu pretendo fazer.)
Sinceramente, Sua Alteza Real, Princesa Mia Thermopolis"


O Livro das Princesas é uma compilação de quatro contos de fadas só que modernizados. A Galera Record pegou quatro das autoras juvenis que estão bombando no momento e realizou este projeto. Duas brasileiras e duas estrangeiras. Aqui temos a história da Bela, de A Bela e a Fera, num conto de Meg Cabot, da Cinderella num conto de Paula Pimenta, Bela Adormecida, num conto de Lauren Kate e Rapunzel, por Patricia Barboza. 

O Primeiro conto é o da Meg Cabot, chama-se A Modelo e o Monstro. O Conto fala de Belle, uma supermodelo famosa e que vai num cruzeiro com o pai, a madrasta e a nova irmã, para a lua de mel de seu pai que casara novamente. Belle é leitora ávida e mesmo estando em um dos cruzeiros mais luxuosos do mundo, onde há inúmeras opções de entretenimento, prefere ficar com seus romances. Então ela vê em uma varanda um misterioso homem a quem apelidou de O Sombrio Misterioso. Belle é atacada em um dos corredores do navio mas é salva por um cara misterioso, homem esse que ela não pode ver o rosto. 

Bem, para ser sincera eu não gostei desse conto. Ponto. Meg Cabot me surpreendeu e não positivamente. Recentemente tive uma decepção com a Meg ao ler Abandono que também não me agradou. O conto tem diálogos completamente infantis [quando não deveria] e sem noção. A impressão que tive foi que Meg estava sem ideias de como trabalhar esse conto de fadas e fez qualquer coisa. Sério. Não me empolguei com o conto dela e deu sono. O final foi muito corrido e eu fiquei bem irritada e com a sensação de tempo perdido. Achei que iria ser melhor desenvolvido, por ter sido escrito pela MEG CABOT. Minha opinião. 

O Segundo conto é o da Paula Pimenta, chama-se Princesa Pop. O Conto fala de Cintia, uma menina que após a separação dos pais foi morar com a tia. Cintia é DJ, ela ama discotecar, mas o pai não pode nem sonhar que ela trabalha como DJ nos finais de semana. Então ela é contratada para discotecar em uma festa onde conhece um garoto que faz seu coração dar pulinhos. A nossa Cinderella Pop perde um dos tênis na pressa e o garoto começa a procurá-la, mas por um motivo muito forte, ela não pode ir falar com ele, ou sua identidade secreta de DJ Cinderella será arruinada.

Eu adorei o conto da Paula Pimenta, ela transformou a Cinderella numa princesa completamente contemporânea, uma DJ que adora usar All Star. Não poderia ser melhor. O conto ficou muito bem escrito, diálogos reais e situações possíveis, digamos que poderia acontecer com qualquer menina. Esse é o maior conto do livro, acho que ele é mais ou menos a metade do livro, mas a escrita da autora é tão envolvente que não dá pra largar a menos que a leitura tenha acabado. Eu me empolguei com o conto da Paula e fiquei triste quando acabou, queria muito que ela escrevesse uma continuação para Princesa Pop. Não me surpreendeu o fato de eu ter gostado do conto, eu AMO a escrita da Paula Pimenta. 

O Terceiro conto é o da Lauren Kate e chama-se Eclipse do Unicórnio. O Conto conta a história de Percy um garoto que levou um pé na bunda da namorada a quem ele venerava. Percy agora só quer ficar deitado o dia todo pensando e lamentando em como será sua vida sem Amber. Mas ambos tinham se inscrito numa excursão da escola para Paris, a cidade mais romântica do mundo. Só que Amber é rica, não se importou em cancelar a sua viagem, para poder pegar a estrada e ver o seu novo namorado tocar. Já Percy teve que trabalhar horas exaustivas como manobrista e ganhar a passagem de um tio, ele não poderia simplesmente não ir mais. Paralelamente conhecemos a historia de Talia, uma princesa que foi amaldiçoada pelo anjo da justiça (?) que disse que ela iria um dia cobiçar uma coisa que não poderia ter e que iria morrer assim que tocasse a tal coisa. Mas o anjo do amor conseguiu amenizar a maldição e ela iria apenas dormir um sono profundo até que chegasse o momento de ser despertada pelo mesmo ser que a fez dormir. Séculos depois... Percy encontra Talia.

Confesso que o conto da Lauren Kate era o que eu já dizia que não ia gostar mesmo antes de ter lido, por ter tido experiências ruins com os livros dessa autora. Confesso também que Lauren Kate me surpreendeu, positivamente, criando uma nova abordagem para o conto da Bela Adormecida. Ela criou uma situação diferente para a princesa e a coisa que a faria dormir também. Achei bem fofa a história da Lauren, só não gostei mais porque envolveu magia, coisa que eu não esperava em um conto contemporâneo. Acho que ela poderia ter trabalhado a história da Bela Adormecida de outra forma, mas enfim... esse ficou em terceiro lugar na minha ordem de preferência dos contos.

O Quarto e último conto é o da Patricia Barboza e chama-se Do Alto da Torre. O conto fala de Camila, uma jovem que mora com a madrinha pois perdeu os pais em um acidente de carro quando era bem pequena. Camila ficou muito doente aos onze anos e então sua madrinha fez uma promessa para que ela se curasse, prometeu não cortar os cabelos da menina até ela completar 15 anos. A menina está a prestes de fazer 15 anos e anseia o tão sonhado corte de cabelo. Camila tem uma identidade secreta na internet, ela faz vídeos disfarçada cantando músicas de sua "ídola" Katy Perry, com a ajuda de seu melhor amigo Pedro. Pedro é atropelado e é levado para o hospital, Camila é avisada e entra em desespero temendo pela vida de seu amigo, quando chega ao hospital ela faz uma importante descoberta.

Eu AMEI o conto da Patricia Barboza, a autora como de costume em seus livros, conseguiu fazer com que um simples conto de fada moderno tivesse também um lado social. Pat Barboza aborda assuntos delicados com muita sutileza e doçura. A protagonista é muito fofa e dá vontade de abraçar, o melhor amigo dela é muito amor também! O conto é muito bem escrito e mais do que qualquer um nesse livro, completamente verossímil! Foi o conto que mais gostei no livro. 

O Livro das Princesas é diversão garantida. Mesmo tendo um conto que não me agradou não quer dizer que não vá agradar a outras pessoas também. Eu sempre digo para vocês lerem para poderem tirar suas próprias conclusões. A edição da Galera Record ficou a-coisa-mais-linda-do-mundo! Essa capa é perfeita e ainda podemos contar com ilustrações no começo de cada conto. Realmente vale muito a pena! Espero que vocês leiam e depois voltem aqui para discutirmos sobre os contos. Até a próxima! 

13 Comentários:

Sabrina Castro disse...

Oi, Dana.
Parece que as autoras brasileiras estão deixando no chinelo as "gringas", neah?
Já tinha visto esse livro rodando nas caixinhas de correio, mas nunca tinha lido nenhuma resenha dele. Adoro contos de fadas modernos... Acho que vou aproveitar essas promos malucas e colocá=lo no meu carrinho. *--*


xoxo

Fábrica dos Convites disse...

Oi Dana, minha sobrinha ganhou este livro e está lendo e adorando. Depois dela vou dar uma conferida.
Bjs, Rose.

Katielle Borba disse...

Oiii,
Eu quero muito ler este livro. Acho a capa linda e adorei a ideia da Galera Record em publicar um livro assim.
Quanto aos contos, pena que o da Meg não é tão bom. Já tive algumas decepções com ela e isso me desanimou um pouco, pois ela é uma escritora, mas as vezes parece que ela perde a mão.
Adorei a resenha, pelo jeito as escritoras brasileiras arrasaram.
Beijos.
Katielle

Manu Hitz disse...

Pelo jeito as brasileiras sabem falar com seu público, não é? Não conheço a escrita de Meg Cabot, mas outras pessoas me disseram que é ótima, mas, por incrível que pareça, não decolou nesse livro.
O que gostei aqui foi ver essas talentosas e barulhentas (com suas legiões de fãs) escritoras reunindo suas habilidades numa única obra.

aninha disse...

eu gosto muito de livros de conto, acho que dá a oportunidade da gente ler sobre um tema com a opinião de nossos autores preferidos. você não foi a primeira que vi dizendo que o conto da Meg Cabot era fraco. o que é uma pena, logo ela que é a autora das princesas! rs eu tenho uma relação de amor e ódio com a Laurem Kate, quem leu a série Fallen sabe desse sentimento. muito bom saber que ela fez um conto legal de ler. e quanto aos contos das brazucas, todos falam muito bem, não duvido da qualidade e quero conhecer a escrita delas através desses contos. a Galera Record também deu um up no marketing do livro misturando os nomes de duas autoras gringas famosas com as brasileiras, uma boa sacada com certeza. eu vi umas fotos do livro por dentro, achei um mimo! capa fofinha bem princesinha mesmo. bj!

Danielle CGA Souza disse...

Eu tenho curiosidade de conhecer a escritas destas brasileiras... V que os contos delas são tidos como os melhores dos livros. Ótimo para o país, né?
A capa é lindinha, mas não estou bem certa de ler...

Leiliane Santos disse...

Sério que o conto da Meg foi 'ruim'? Que pena =/ A Bela e a Fera é o meu conto de fadas favorito, e é ótimo para se trabalhar.

Nunca li nada da Paula, vontade não me falta, mas sempre que vou comprar os livros dela estão bem caros, meu bolso não aguenta haha Mas gostei do plot do conto.

Já li umas 3 resenhas desse livro e é o primeiro que alguém que até gostou do conto da Lauren, estou até emocionada. Eu gosto muito dela, gosto dos livros dela, mas sei que apesar deles serem famosos e queridos, tem muita gente que não gosta. Tanto que antes de ler Fallen eu vi muitas resenhas negativas, e achei que iria odiar, mas acabei amando. Bem, sobre a história, percebi que a Lauren foi a única que envolveu o lado sobrenatural na história, o que não era esperado para esse livro.

Eu gostei muito do plot do conto da Patricia, parece ser bem interessante. Também nunca li nada dela.

Mais um livro para a minha listinha x)

pamela M. disse...

Nossa, quando eu ouvi falando desse livro, já queria só por causa da união das autoras brasileiras e com autoras internacionais, só fiquei chateada com tamanho do livro queria que tivesse sido maior mas não importa eu quero esse livro e fiquei super curiosa com o mocinho já que os mocinhos da Paula são muito fofos *-*

Bjs

Rafaela Saturnino disse...

Eu achava que esse livro ia ser uma coisa bem chatinha de se ler mas, pelo visto, eu estava enganada. Como as aparências enganam né ? Acho que vou dar uma chance pra esse livro no final das contas. Só é uma pena o conto da Meg não ter ficado tão bom, eu gosto tanto da história da Bela e a Fera :/

Beijos

Francine Porfirio disse...

Não conheço nenhuma das autoras, a não ser a Lauren Kate. E... cara! Que honra duas brasileiras com contos no mesmo livro que a Meg Cabot e a Lauren Kate! :O Sonho!!!!! Fico feliz por essa oportunidade a elas. Fico feliz pelo investimento das Editoras em fazer tais arranjos!
Não me interesso por contos de fadas, acredita? Até acharia interessante ler o livro porque notei ser uma retratação diferente (contemporânea), e vi quão bem avaliado foi pelos leitores, mas confesso que não é realmente algo que me faça "parar tudo para ler".
Mas, depois da sua opinião... Por que sinto estar perdendo algo? (rs)

Cristiane Silva disse...

Gostei da ideia de juntar essas autoras, fica legal pra conferir mais delas tudo em um só pacote. A ideia de misturar autoras de fora com as daqui foi a parte mais legal. E pelas resenhas que vi o nosso pessoal mandou melhor heim. Gostei de ver, são contos bem interessantes e pelo visto bons de ler.

Nardonio Alves disse...

Esse livro vei para nos mostrar que uma boa parte de nossos autores estão mandando bem no mercado literário. Os dois contos escritos pelas brasileiras deram um banho nos das gringas. No geral, essas adaptações de contos de fadas clássicos estão me agradando bastante.


@_Dom_Dom

Natyla Peixoto disse...

Ganhei esse livro mas ainda não tive oportunidade de ler. O problema de livros de contos é que uns vamos amar e outros odiar. Fiquei surpresa pela Meg ter deslizado no conto dela.

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D