Resenha: A Outra Vida - Weepers - Livro #01(Susanne Winnacker)

sábado, 28 de setembro de 2013



Título: A Outra Vida
Autor: Susanne Winnacker
Edição: 1
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581631516
Ano: 2013
Páginas: 272
Tradutor: Shirley Gomes


SinopseO mundo de Sherry — de uma hora para outra — mudou completamente. Por causa de um vírus muito contagioso, as pessoas que ela costumava conhecer, e quase todas as pessoas de sua cidade, Los Angeles, na Califórnia, se transformaram em mutantes assustadores. Esses mutantes têm uma força excessiva, são ágeis, o corpo é coberto de pelos, eles lacrimejam um líquido imundo e… comem gente! Portanto, não há muito o que fazer — talvez tentar fugir — quando se encontra algum deles. A não ser que você tenha ao seu lado a força e a determinação de um jovem como Joshua. Joshua perdeu uma irmã para os mutantes e sua raiva é tão grande que ele seria capaz de vingar todos aqueles que perderam alguém para as criaturas. No entanto, para que esta revanche aconteça, é preciso prudência. Afinal, até que ponto a disseminação deste vírus foi uma coisa realmente natural? Que poderosos interesses estão por trás desta devastação? E será que Joshua e Sherry conseguirão ter a cautela necessária para lutar contra as criaturas justo agora que seus corações estão agitados pelo começo de uma paixão?


A Outra Vida  de Susanne Winnacker é o primeiro livro de uma série intitulado The Weepers e é lançamento da editora Novo Conceito.  Confesso que fiquei louca na parada dos zumbis, morro de medo, mas amo zumbis!


Sherry foi obrigada a se esconder com sua família em um abrigo quando um vírus misterioso assolou a cidade de Los Angeles. Após anos sem ver o sol e sem saber notícias do lado de fora, a comida acaba obrigando Sherry e seu pai a saírem do abrigo ou todos morrerão de fome.  Após ser atacada por criaturas até então misteriosas, Sherry se perde de seu pai (que é capturado) e é salva por Joshua, um garoto que já passou por muita coisa para conseguir sobreviver em meio ao caos.  Após ser resgatada, Sherry descobre que o vírus transforma as pessoas em feras que comem carne humana e que boa parte da população está morta. Sua missão agora é resgatar seu pai e tentar se acostumar com a nova vida, mas mistérios e lacunas ainda rondam sua mente. Eles são constantemente seguidos por um ponto preto, os chorões não dão trégua e principalmente por que os rádios não funcionam, será que toda a população do planeta foi infectada?

Gostei demais da ideia desse livro, apesar de ser batida, é uma distopia que une teoria da conspiração com zumbis e uma pitada de romance. Esse é um livro introdutório, então muita coisa ficou sem resposta? Sim. Alguma coisa ficou esclarecida? Por incrível que pareça, sim! Sherry é uma garota lutadora, sem dramas e frescuras. Joshua foi forçado a crescer e carrega um fardo enorme. Muitos personagens ainda devem ser explorados, pois muitos deles ainda não conhecemos bem. Por exemplo Tyler, que nem se chama assim e Rachel que foi resgatada, mas que tem pesadelos constantes.  Por ser um primeiro livro de uma serie e como eu falei um livro introdutório, tem muita história pela frente, muita coisa ainda que precisa ser esclarecida, como o que aconteceu com o pai de Joshua, que ficou de voltar para buscar a família, mas nunca mais apareceu ou com as pessoas que se refugiaram em barcos? Se sabe muito pouco e pouquíssimas respostas foram dadas, embora uma questão importante já foi revelada. Estou curiosíssima para ler o próximo livro da série.

Gostei bastante da capa, apesar de num primeiro momento ter achado meio coisa de vídeo game dos anos 90. A diagramação está lindinha, com as partes em que a Sherry relembra sua outra vida decorada com borboletas. A letra está incrível, espaçamento bom, ou seja, tudo que precisamos para ter uma leitura mais agradável. Recomendado, uma distopia diferente e  que pode surpreender.