Resenha: Strawberry Fields Forever - Richard Zimler

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Edição: 1
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501097545
Ano: 2013
Páginas: 272
Sinopse - Strawberry Fields Forever - Richard Zimler
O livro conta a história de Teresa. A vida da menina muda radicalmente quando os pais deixam Lisboa para irem viver em NY. Não estando preparada para a vida na América, com dificuldade para se exprimir em inglês, Teresa encontra refúgio no seu particular sentido de humor e no único amigo, Angel, um rapaz brasileiro de 16 anos, bonito, mas desastrado, que adora John Lennon e a sua música. Mas o mundo de Teresa desmorona-se completamente quando o pai morre e a deixa, a ela e ao irmão mais novo, com uma mãe negligente e consumista. Os problemas de Teresa confluem para um clímax de desespero no dia 8 de Dezembro de 2009 - aniversário da morte de John Lennon - quando ela e Angel fazem uma peregrinação ao Memorial Strawberry Fields Forever em Central Park. Aí, um terrível acontecimento que nunca poderia ter previsto devolve-a à vida e ao amor.
Este foi o primeiro livro do Richard Zimler que eu tive contato mas certamente não será o último. Antes de começar a resenha propriamente eu preciso dizer que eu adoro clichês (não que este livro seja de todo um clichê, mas se você se basear apenas na sinopse achará que é) e histórias verossímeis. Sem grandes pretensões e, por ter amado a capa e o título, principalmente, eu decidi embarcar em "Strawberry Fields Forever", como boa fã de Beatles não poderia deixar passar uma obra que fizesse referência à maior banda de todos os tempos. Sim, Beatles é Beatles. Dê o play no vídeo ao final do post e vem comigo! 



O livro tem como protagonista Teresa, uma jovem portuguesa que se muda para os Estados Unidos, repentinamente, e é na terra do Tio Sam que a nossa história vai acontecer. Teresa é uma adolescente comum mas se desestrutura completamente quando se vê num país estranho, sem amigos, e onde ela não consegue se comunicar muito bem no idioma local. Teresa é uma jovem cheia de angústias, confusa, insegura e que vive em um constante turbilhão de dúvidas, e na nova escola ela conhece Angel, um brasileiro que é fã de John Lennon e também tem lá sua cota de problemas, e é nele que ela encontra refúgio.  

Não bastando a menina já ter problemas demais, um irmão de 7 anos que a está deixando louca e uma mãe negligente e altamente consumista, ainda acontece de o pai da menina morrer! (Não é spoiler, está na sinopse). A jovem começa então a ir cada vez mais em direção ao fundo do poço, está a cada dia mais próximo, Teresa está em frangalhos e não vê mais saída. 

Quando ela e Angel vão visitar o Memorial Strawberry Fields Forever, no Central Park, acontece uma coisa que mudará para sempre as suas vidas. Aqui é onde as coisas começam a mudar para ela, daí conseguimos acompanhar o seu crescimento e aprender junto com ela várias lições, pois o que não nos mata nos fortalece e é justamente isso que acontece com Teresa. 

Eu gostei bastante do livro porque ele cumpriu o que prometeu. A trama completamente verossímil traz à tona reflexões sobre a vida - e a morte -, família, amigos, preconceito, etc. Levanta reflexões também sobre como cada ação tem uma reação e que não podemos desistir.

Não cheguei realmente a chorar mas a história me deixou triste por saber que tanto a Teresa quanto o Angel estão por aí, buscando um lugar ao sol, querendo apenas se encaixar na vida. Recomendo sim a leitura. Capa belíssima, diagramação e revisão impecáveis, como sempre. Galera Record não deixa a desejar nesse quesito.

O título do livro se refere à esta música dos Beatles, de mesmo nome, e a letra da música reflete exatamente o que acontece com Teresa, ela criou um mundo paralelo, a "Ilha Teresa" onde ela é independente e não precisa de ninguém para ajudá-la a lidar com seus problemas.

Acompanhem a letra e tradução da música, pelo Letras.Terra:


2 Comentários:

Gabriela Manys disse...

A capa é linda mesmo, e a história também não deixa a desejar...

aninha disse...

poxa um livro praticamente baseado em música dos Beatles só pode é ser muito bom! Teresa é o retrato de um adolescente que não se encaixa,quem nunca se sentiu assim não é, mas com ela é uma mistura de muitos acontecimentos... muito bom ter a sensação de ler um livro que mostrou aquilo a que veio. a capa é muito bacana, e claro Beatles é Beatles! não conhecia o livro, já vai entrar pra minha lista de 2014 =)

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D