[FILME] Como não perder essa mulher (Don Jon)

sábado, 4 de janeiro de 2014


Don Jon (Como não perder essa mulher) é o primeiro filme produzido e dirigido por Joseph Gordon-Levitt, e que também protagoniza. Ele é meu ator favorito e eu não consigo não amar qualquer coisa que ele faça. 

Jon (Joseph G. Levitt) é o típico garanhão, ele tem poucas preocupações na sua vida: seu corpo, seu apê, seu carro, sua família, sua igreja, seus amigos, suas garotas e seus pornôs. Jon é acostumado a pegar geral, sempre consegue fisgar as garotas mais bonitas da balada e levá-las para a cama. Toda semana é uma mulher diferente. Porém ele nunca se satisfaz com nenhuma delas, a única coisa que Jon gosta mais que sexo é ver vídeos pornô. 


Ele sente tanto prazer se masturbando ao ver pornografia na internet que não percebe que não consegue viver plenamente. Ele e seus amigos costumam dar notas às garotas que ficam. Os critérios de avaliação são: peito, bunda e por aí vai. Jon nunca encontrou a mulher nota 10 e essa busca está acabando com ele.


Uma noite ele conhece Barbara Sugarman (Scarlett Johansson), uma mulher estonteante, de parar o trânsito, finalmente ele achou a sua mulher nota 10. Eles ficam mas ela não vai pra cama com ele. Isso já foi o bastante para deixar o nosso Don Juan moderninho doidinho pra encontrá-la novamente. Barbara é uma garota que tem uma vida à moda antiga, ela sonha encontrar um príncipe encantado para ter uma família, mas ela é mandona e controladora, e em poucas semanas ela muda completamente a vida de Jonny, e ele vai se deixando mudar por causa dela.


O filme faz uma crítica perspicaz aos relacionamentos modernos e à busca pelo equilíbrio entre sexo pleno e satisfatório e sentimento. Recheado de cenas hilárias, como as confissões semanais de Jon na igreja e as cenas em que aparece sua família.


Da metade pro final o filme muda um pouco o contexto, Jon percebe o quão infeliz está e se envolve com uma pessoa que o ensina que para o sexo ser perfeito, tem que haver a entrega plena de ambos. Que não importa se é o papai e mamãe mais básico do mundo, quando é com uma pessoa especial, que te transborda, ainda assim é uma delícia. 

Eu particularmente gostei muito do filme, mas sou completamente suspeita para falar de qualquer filme que envolva o Joseph Gordon-Levitt, pois ele é meu ator favorito. Sou muito fã do cara e vou gostar de qualquer coisa que ele faça, então, essa resenha é sim rasgação de seda pra ele mesmo porque eu o amo! Mas ainda assim, assistam! O filme rende boas gargalhadas e algumas reflexões. A única coisa que eu não gostei foi o título que colocaram aqui no Brasil: "Como não perder essa mulher". OMG parece título de filme de mulherzinha, mais uma comediazinha romântica. Preferia que tivessem deixado "Don Jon", pois é assim que ele é, um Don Juan moderno. < 3


Beijos e até a próxima!

2 Comentários:

Dany disse...

O filme para mim começou a ficar bom do meio para o fim. O começo foi um pouco monótono por era quase sempre a mesma coisa.
Mais vale a pena vê, embora eu não tenha achado ele divertido.
Beijos.

Blog Talento Feminino disse...

Meu final de semana tá um tédio, estava até procurando um filme pra assistir, esse parece ser bom, irei assistir :D

http://talento-feminino.blogspot.com.br/

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D