Resenha: Delírio Breathless - Livro 02 (Maya Banks)

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014



Livro: Delírio
Autor: Maya Banks
Edição: 1
Editora: Quinta Essência
ISBN: 9788580448054
Ano: 2013
Páginas: 412

Sinopse: Jace, Ash e Gabe: três dos homens mais ricos e poderosos do país. Eles estão acostumados a conseguir tudo o que querem. Absolutamente tudo. O desejo de Jace é possuir uma mulher cujos encantos o pegaram completamente de surpresa. Jace Crestwell, Ash McIntyre e Gabe Hamilton são melhores amigos e bem-sucedidos sócios há anos. Eles são poderosos, são imponentes, são irresistivelmente sexy, e Jace e Ash dividem tudo – inclusive suas mulheres. Quando eles conhecem Bethany, Jace começa a experimentar sentimentos que nunca havia conhecido antes: ciúme e uma poderosa obsessão que o ameaça, o sufoca – e o excita além de seu controle. Jace não divide Bethany – com ninguém. Ele está determinado a ser o único homem em sua vida e esse sentimento está prejudicando sua longa amizade com Ash. Bethany deveria ser sua e somente sua. Mesmo que isso signifique virar as costas para seu melhor amigo.

            Delírio é o segundo volume da trilogia Breathless, escrita pela Maya Banks e publicada aqui no Brasil pela Quinta Essência selo da editora Leya. Já faz um tempinho que eu li esse livro e pensei que tivesse escrito para vocês sobre ele, mas não tinha #idadechegando.


            Jace é o mais enigmático dos amigos, sempre sério e intenso ele teve que assumir a responsabilidade de criar a irmã logo cedo, o que lhe fez ter um instinto de proteção muito forte. Ele e Ash mantêm relações de ménage com mulheres, até que ele conhece Bethanny. A relação ente os dois não poderia começar de maneira mais inusitada, sim, os dois passam a noite com ela, mas Jace não consegue manter longe a estranha sensação que  precisa protege-la que precisa tê-la e assim ele fica obcecado por ela. Bethanny é uma garota que não teve muita sorte na vida, sem família ela vive nas ruas tentando sobreviver a mais um dia longe das drogas que amortecem seu sofrimento, até que um milionário fica obcecado por ela e pede que confie todos os aspectos de sua vida a ele. A relação entre Bethanny e Jace é explosiva e quando o irmão de criação dela, Jack, reaparece as coisas podem ficar mais complicadas.

            Primeiro eu vou dizer: se você não gosta de ménages, pule a primeira cena de sexo do livro e leia o resto por que vale a pena. Eu aviso logo por que algumas amigas leram e como não gostam de ménage quase desistiram do livro e perderam de conhecer o Jace um pouco mais a fundo.  Jace é um personagem intenso, o mais intenso dos três amigos, ele é controlador, sério, ciumento, extremamente controlador e um pouco inseguro, quando ele quer algo não mede esforços para conseguir. A Bethanny tem uma história muito triste, ela sofreu muito e quando ela conhece o Jace leva algum tempo para que ela consiga se adaptar a esse novo mundo que ele oferece a ela e por algumas vezes eu pensei que ela fosse se perder em meio a tanta coisa que vem parar no colo dela  de repente. Os dois personagens trazem uma carga sentimental forte e creio que por isso que o livro vale muito a pena de ser lido, não são somente as cenas de sexo (que são ótimas, claro), mas tudo que cada um dos dois passou que me parece foi nada mais que um prelúdio para que se encontrassem.

             A capa desse livro traz certa austeridade em tons de branco e cinza, o que lembra muito a personalidade do Jace. A diagramação, eu li em e-book, está satisfatória. Já falei aqui antes e falarei novamente essa trilogia é uma das minhas trilogias hot preferidas, tanto pelo conteúdo emocional como pelas cenas hot, óbvio.  Se quer saber um pouco mais sobre o primeiro livro (Obsessão) a resenha está aqui e o terceiro livro (Fogo) a resenha aqui, a trilogia já foi toda lançada no Brasil, então não percam tempo e corram para ler.