Resenha: Enfeitiçadas (Jessica Spotswood) As Crônicas das Irmãs Bruxas - Livro #01

sábado, 29 de março de 2014



Título: Enfeitiçadas
Autor:Jessica Spotswood
Edição: 1
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580412307
Ano: 2014
Páginas: 272
Tradutor: Ana Ban


Sinopse:Antes do alvorecer do século XX, um trio de irmãs chegará a idade adulta, todas bruxas. Uma delas terá o dom da magia mental e será a bruxa mais poderosa a nascer em muitos séculos: ela terá poder suficiente para mudar o rumo da história, para suscitar o ressurgimento do poder das bruxas ou um segundo Terror. Quando Cate descobre esta profecia no diário de sua mãe, morta há poucos anos, entende que precisa repensar seus planos. Qual será a melhor opção: servir a Irmandade, longe dos olhos vigilantes dos Irmãos Caçadores de Bruxas, aceitar uma proposta de casamento que lhe garanta proteção e segurança ou abandonar tudo e viver um grande amor proibido?Prepare-se para se encantar com os jovens pretendentes de Cate, abominar o ódio e a repulsa que os Irmãos dedicam a meninas e mulheres, e aguardar ansiosamente pela sequência de As Crônicas das Irmãs Bruxas.




            Enfeitiçadas é o primeiro livro da trilogia As Crônicas das Irmãs Bruxas escrita pela Jessica Spotswood e publicado no Brasil pela Editora Arqueiro.  As Crônicas das Irmãs Bruxas é formado por Enfeitiçadas (Born Wicked), Amaldiçoadas (Star Cursed) e por fim Sisters’ Fate (ainda sem tradução).


            Cate Cahill é a mais velha de três irmãs e parece ter uma grande responsabilidade nas costas, pois no leito de morte sua Mãe lhe faz prometer cuidar de suas duas irmãs mais novas, Maura e Tess e guardar o segredo das três: elas são bruxas. As três irmãs vivem em uma sociedade na chamada Nova Inglaterra (que corresponde aos Estados Unidos) que é extremamente machista e controlada pelo conselho de Irmãos, que entendemos como sendo os chefes religiosos que possuem o poder de acusar mulheres de bruxaria e obriga-las a ir para o manicômio ou a ir para um campo de trabalho forçado. Cate está a beira de completar seus dezessete anos e terá que escolher um noivo e se casar (caso não faça isso os Irmãos escolherão para ela um “nobre homem”) ou entregar suas vida as Irmãs (uma espécie de entidade religiosa parecida com as freiras). O que ela não esperava nesse meio tempo é se apaixonar por um garoto proibido, quebrar o coração de seu melhor amigo e ter que se submeter as ameaças da nova governanta, isso tudo já é complicado quando ela descobre que ela e as irmãs podem estar envolvidas em uma profecia que mudará a vida das três.

            O livro é escrito em primeira pessoa e Cate é nossa narradora, o que me deixou, confesso um pouco frustrada, pois até mais ou menos metade da leitura ainda não tinha conseguido me identificar com a personagem, embora tenha adorado a história a narrativa em si me deixou incomodada.

            Cate é uma garota por vezes bobinha e muito insegura, ela pretende manter as irmãs a salvo e isso por vezes a sufoca. Ela simplesmente não consegue relaxar nem por um instante. Já suas irmãs Tess e Maura não estão nem aí. Maura é uma personagem que não me causou um pingo de empatia, ela é mimada, turrona e extremamente egoísta, não importa se todos vão se lascar ela se dando bem e sendo feliz é o que importa. Tess é um doce, por ser a mais nova ela pode ser descuidada, mas quando Cate precisa ela é quem está ali para dar apoio.  O romance que acontece de Cate com seu amado parece impossível e é por isso que ela muda por completo e passa a correr atrás daquilo que quer. A trama toda é cheia de fantasia e encantamentos, mas eu esperava um pouquinho mais da própria protagonista e um pouco mais de ação propriamente dito, a própria trama deixa muita vazão para que a narrativa fosse de tirar o fôlego, mas no final o máximo que conseguiu arrancar foi um suspiro meio frustrado. Apesar dos pesares ainda tenho certa expectativa para o segundo livro em questões de suprir essa falha de falta de ação, minhas expectativas estão menores, mas ainda existem.

            A capa desse livro é linda, não são todas as capas com modelos que eu gosto, mas essa em tons de outono me deixaram muito feliz com a escolha. A diagramação com alguns detalhes nos começos dos capítulos trazem todo um charme, no mais fonte em tamanho bom, margens bem cuidadas e folhas amarelas completam o pacote. Confesso que ainda quero muito ler o próximo livro, mesmo já sabendo que os segundos livros de trilogia nunca me agradam muito. Espero voltar com mais Crônicas das Irmãs Bruxas para vocês em breve.

10 Comentários:

Nardonio Alves disse...

A premissa realmente é muito boa. Pena que a autora não conseguiu extrair tudo o que podia. Fica complicado gostar de algo em que a protagonista não nos conquista, ou que a narrativa fica faltando aquele "tcham". Enfim, o bom é que você não ficou completamente frustrada, e vai dar uma nova chance com o segundo volume.


@_Dom_Dom

Pamela Liu disse...

Estava com altas expectativas em relação a esse livro. Mas depois de ler a sua resenha fiquei um pouco desanimada. É muito ruim quando a narrativa é feita em primeira pessoa por uma personagem pouco cativante =/
Achei a capa lindíssima, mas estou na dúvida se leio esse livro ou não.

aninha disse...

não é a primeira resenha sobre Enfeitiçadas que leio, e que se tem essa mesma sensação de que esperava-se mais do livro =/ faltou carisma na personagem, mas achei a história muito boa. lembrei quando li Fallen, estava esperando tanto e fiquei frustada. o livro é bom mas eu esperava mais. enfim, espero mesmo que o segundo livro dê uma revigorada na trama. a capa é linda mesmo, meio enigmática. eu não espero menos da Arqueiro, dificilmente eles erram nas diagramações e nas capas. bj!

Larissa Santos disse...

Oi Priscila,
Faz um tempinho que eu quero ler esse livro e agora vou embarcar na leitura sem expectativas, e espero sinceramente que a personagem me conquiste, mas se não me conquistar a diagramação vai me deixar apaixonada de qualquer forma rsrs.
Beijocas ^^

Julia Moraes disse...

Eu preciso muito ler esse livro, amo o gênero, a capa é linda, e a autora é super bem falada, por causa da escrita dela.

E-mail: juliamariamoraes2013@gmail.com
Nome de seguidor: Julia Moraes

Jéssica Maria disse...

Q pena q vc não gostou, eu ainda vou ler pq faz muito tempo q eu quero ler esse livro, mas vou ler sem muitas expectativas...

Lais Lucena disse...

Não gostei da premissa desse livro, talvez pelo fato de ser sobre bruxas [exceto Harry Potter, por que né?]. A resenha me fez até pensar um pouco em pesquisar mais sobre, mas não sei, algo nesse livro não me tocou. A capa é bem bonita mesmo.

Tamiris Leitão disse...

Essa não é a primeira resenha que eu vejo com críticas (embora pequenas) para com esse livro. E eu ainda não entendo porque ainda não desisti de ler. Eu também acho a capa desse livro muito linda, com tons oliva. Mas sei lá, algo me diz que eu vou gostar dele. Fico muito triste pelo fato de muita gente ter se "decepcionado" com ele, e eu espero que isso não aconteça comigo.


Ps. Pri, você anda lendo muito rápido. rsrs


Beijos

Desbravadores de Livros disse...

Sempre tive interesse em ler esse livro. Muitas críticas positivas sobre ele. Eu também gostei da capa, Priscila, confesso. Bem diferente.

M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe
do nosso Top Comentarista

Dud's Santos disse...

Estou muito ansiosa para ler este livro, desde quando foi lançado eu me apaixonei pela sinopse. E saber que será uma trilogia que deixou ainda mais ansiosa.

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D