Resenha: Sem clima para o amor (Rachel Gibson) Writer Friends #02

quarta-feira, 26 de março de 2014

Edição: 2
Editora: Jardim dos Livros
ISBN: 9788563420671
Ano: 2014
Páginas: 280
Tradutor: Carolina Caires Coelho
Sinopse - Sem Clima Para o Amor - Writers #2 - Rachel Gibson
Sem Clima para o Amor é um livro divertido, daqueles que te faz suspirar. A principal personagem, Clare Wingate é assim, uma hora sofre porque o vestido rosa-choque não será mais usado, num outro momento pega o namorado em posição constrangedora com outro homem e depois, quando decide dar uma trégua e se dedicar apenas ao trabalho, encontra o amigo de infância, Sebastian Vaughan. Os beijos são inesquecíveis e ela não tem vontade de ir embora.

Este é o primeiro livro da Rachel Gibson que eu leio, mas certamente não será o último. Chick lit é um dos tipos de livros que eu mais gosto. Este então, me identifiquei com 70% dele, mas vamos lá.


Claresta Wingate é uma escritora de ficção para mulheres, em outras palavras, romances eróticos. Ela tem 33 anos, é bonita, bem sucedida, tem um noivo lindo que é perfeito para ela e amigas leais. No dia do casamento de Lucy, uma de suas melhores amigas, Clare chega em casa para pegar algo e qual não é a sua surpresa ao flagrar o noivo Lonny fazendo sexo com o técnico da Sears, em seu closet!!!! Não, leitores, vocês não leram errado! Lonny traiu Clare com outro homem. A moça fica completamente arrasada, porém como era madrinha de casamento de Lucy não poderia estragar o grande dia de sua amiga com seus problemas. Então Clare vai ao casamento, faz tudo conforme o figurino, até parece se divertir na festa, quando na verdade está devastada por dentro. 

Clare então vai para um bar e resolve afogar as suas mágoas. Depois de beber a noite inteira, Claresta acorda num quarto de hotel, só de calcinha e parece que não está sozinha, uma vez que o chuveiro está ligado. Quando está prestes a sair do quarto ouve uma voz... aquela voz que há muito ela não ouvia. Sebastian Vaughan, uma antiga paixão de infância, só que agora ele está totalmente lindo e sexy! Será que eles dormiram juntos? Aí você vai ter que ler para saber! 

Super me identifiquei com este livro, mas por quê? Porque Clare é como eu, acredita no amor verdadeiro e mesmo tendo passado por todo esse problema com Lonny, o ex-noivo, não desistiu de acreditar que duas pessoas podem construir uma vida juntos e serem perfeitos um para o outro, apesar de seus defeitos. 

Depois que reencontra Sebastian, há varias trocas de farpas entre eles, mas também é possível notar que ambos nutrem uma atração quase que irresistível um pelo outro. Quando estão juntos a tensão sexual é quase palpável, de acelerar o coração. Mas Clare ainda não está pronta para namorar novamente, e parece que nem Sebastian, já que ele é jornalista free lancer e seu trabalho é viajar pelo mundo cobrindo as mais diversas matérias. Sebastian nunca fica muito tempo no mesmo lugar e não faz exatamente o tipo de cara que você consegue imaginar casado, com filhos e um cachorro. (Já quero ele pra mim!!!) 

"Talvez só precisasse de umas longas férias. Com certeza precisava de um tempo sem junk food, cartões de crédito e homens." Página 45

Depois de muito lutarem contra essa atração, se rendem aos prazeres do sexo sem compromisso. A boa e velha "Amizade colorida" ou "Amizade com benefícios". Tudo está perfeito para eles, tudo o que Clare e Sebastian poderiam querer, um relacionamento fácil, sem amarras e com um sexo de arrasar! (Pfvr, posso?) Mas então um reencontro entre Clare e Lonny no shopping muda tudo e faz com que Clare comece a reavaliar sua vida amorosa. 

Bem, eu amei esse livro! Li em apenas dois dias e está difícil resenhá-lo porque me vejo muito na Clare, claro que não peguei nenhum namorado na cama com outro homem, mas tirando isso e o fato de ela ser bonita e rica, temos muito em comum. HaHaHa 

Mas o livro não fala somente disto, fala também de outros assuntos mais delicados, como a fragilidade do relacionamento entre Sebastian e seu pai, e a turbulência que é o relacionamento entre Clare e sua mãe, já que esta se nega a aceitar e respeitar a profissão da filha. Ao longo do livro podemos ver como vão evoluindo esses dois relacionamentos tão diferentes e como os personagens vão mudando e aprendendo com os seus erros. Leo, o pai de Sebastian é um personagem muito cativante, gostei muito das cenas em que ele aparece, mas não gostei muito da mãe de Clare, Joyce. Só para ficar claro, Leo é jardineiro da casa de Joyce há quase 30 anos, e os Wingate já o consideram parte da família. 

O livro tem cenas engraçadinhas e as cenas hot são bem quentes mesmo. Nada muito explícito, achei bem erótico e nada pornográfico, e acho que palavras chulas mesmo só lembro de ter visto uma vez. A narrativa de Rachel é muito gostosa e realmente prende a atenção do leitor do inicio ao fim. Uma coisa que me incomodou um pouco foi o fato de a autora citar muitas marcas, parece que está fazendo propaganda! (Vale ressaltar que isso não é problema exclusivo deste livro, eu detesto quando os autores fazem isso!) 

Sobre a capa, a acho muito lindinha, e a diagramação está bacana. Encontrei poucos erros, algumas letrinhas engolidas e trocas de pronomes pessoais mas nada que atrapalhe muito a leitura. Essa é uma reedição lançada agora em 2014, pois a de 2008, pelo que ouvi falar, continha vários erros grotescos. Que bom que a Jardim dos Livros resolveu reeditar. Super recomendo a leitura para os fãs de chick lit, ou simplesmente para quem está buscando uma história divertida, que prende a sua atenção e que não precise pensar muito. 

O livro faz parte de uma série de 4 (Writer Friends - Amigas Escritoras). Cada um fala de uma amiga. 
- Writer Friends, #1: Sex, Lies and Online Dating (sem tradução no Brasil) – Lucy Rothschild e Quinn McIntyre
- Writer Friends, #2: I’m In No Mood For Love (Sem Clima para o Amor) – Clare Wingate e Sebastian Vaughan
- Writer Friends, #3: Tangled up in you (Sempre ao seu lado) – Maddie Jones e Mick Hennessy
- Writer Friends, #4: Not Another Bad Date (sem tradução no Brasil) – Adele Harris e Zach Zemaitis