Resenha: Uma carta de amor (Nicholas Sparks)

sábado, 5 de abril de 2014

Edição: 1
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580412475
Ano: 2014
Páginas: 288
Sinopse - Uma Carta de Amor - Nicholas Sparks
Há três anos, a colunista Theresa Osborne se divorciou do marido após ter sido traída por ele. Desde então, não acredita no amor e não se envolveu seriamente com ninguém. Convencida pela chefe de que precisa de um tempo para si, resolve passar férias em Cape Cod. Durante a semana de folga, depois de terminar sua corrida matinal na praia, Theresa encontra uma garrafa arrolhada com uma folha de papel enrolada dentro.
Ao abri-la, descobre uma mensagem que começa assim: “Minha adorada Catherine, sinto a sua falta, querida, como sempre, mas hoje está sendo especialmente difícil porque o oceano tem cantado para mim, e a canção é a da nossa vida juntos.”
Comovida pelo texto apaixonado, Theresa decide encontrar seu misterioso autor, que assina apenas “Garrett”. Após uma incansável busca, durante a qual descobre novas cartas que mexem cada vez mais com seus sentimentos, Theresa vai procurá-lo em uma cidade litorânea da Carolina do Norte. Quando o conhece, ela descobre que há três anos Garrett chora por seu amor perdido, mas também percebe que ele pode estar pronto para se entregar a uma nova história. E, para sua própria surpresa, ela também.
Unidos pelo acaso, Theresa e Garrett estão prestes a viver uma história comovente que reflete nossa profunda esperança de encontrar alguém e sermos felizes para sempre.



Uma Carta de Amor narra a história da colunista Theresa Osborne, que está de férias em Cape Cod enquanto seu filho de 12 anos passa as férias com o pai na Califórnia. Theresa é divorciada e há três anos passou por uma decepção muito grande com David, pai de seu filho Kevin. David a traía desde o início do casamento mas ela só descobriu muitos anos depois, e da pior forma possível. Theresa não acredita mais no amor e acha que nunca será capaz de encontrar alguém novamente.


Durante um passeio pela praia, a protagonista descobre uma garrafa na areia e nota que há algo dentro dela. Parece ser uma carta ou mensagem. Depois de uma certa dificuldade, Theresa consegue abrir a garrafa e retira de lá uma carta. Uma carta de amor que mudaria para sempre a sua vida. A carta pertence a Garrett, um homem sensível como só os mocinhos do Nicholas Sparks conseguem ser, porque sinceramente, no dia que eu achar um homem desses eu amarro ele no pé da cama, rsrs. Brincadeiras à parte, Garrett perdeu o grande amor de sua vida, Catherine, há três anos. Ele ainda não conseguiu superar a morte da esposa e para gritar a sua dor ele escreve cartas para Catherine e as atira ao mar dentro de garrafas. Theresa se emociona muito com a carta de Garrett e com a ajuda de Deanna (sua chefe e amiga), resolve ir á Wilmington, na Carolina do Norte, procurá-lo. Ela quer conhecer aquele homem que guarda tamanho sentimento dentro de si, talvez ao conhecê-lo consiga encontrar respostas para seus próprios questionamentos. 

Chega de revelar o enredo. O que posso dizer é que este é um dos livros do Nicholas Sparks que mais me tocou o coração e que me fez ficar dias pensando antes de finalmente escrever este texto, tamanha é a carga emocional do livro. 

Theresa é uma mulher madura e independente, já tem 34 anos, um filho para criar e compromisso com o seu trabalho. Garrett é um homem atormentado pela dor da perda da amada esposa, e já carrega sinais de muito sofrimento, apesar de ser jovem, ainda está na casa dos 30. Ambos levam estilos de vida completamente diferentes: ela vive em Boston e tem uma vida completamente agitada, principalmente por causa de Kevin. Ele vive em uma casa de praia e é dono de uma loja de equipamentos de mergulho, é também professor de mergulho; leva uma vida tranquila e gosta de velejar nos finais de tarde.

Apesar de serem pessoas aparentemente sem nada em comum, logo surge uma atração entre eles, não estou falando apenas de atração física. Garrett vê em Theresa algo que não sabe explicar ainda. É muito interessante a maneira com que Garrett lida com seus sentimentos em relação à Theresa, para ele é como se estivesse traindo Catherine. Ele é tão apegado ao passado que até pensamos que ele sente prazer na dor de relembrar os momentos com a esposa. Ele parecia não querer superá-la. Superar não é esquecer. É muito difícil para ele levantar a âncora e deixar o barco seguir viagem. Quando finalmente admite que ama Theresa, Garrett torna-se muito carente, até meio pegajoso. Essa característica dele não me apetece, porque eu não gosto disso em um homem. Apesar desse traço dele me irritar, eu consigo compreendê-lo, ele já sofreu muito por alguém que perdeu e não quer passar por isso novamente.

Já Theresa, gostei muito da personagem e apoiei cada decisão que ela tomou. Ela não poderia largar da noite para o dia toda a vida de reconstruiu depois da separação. Theresa lutou muito para chegar onde está e acho que agiu corretamente ao ponderar sobre a situação e o futuro que teria. Até mesmo porque ela iria levar Kevin a tiracolo.

Este, como todos os livros de Sparks, é carregado de sentimentos. Os temas que o autor aborda são coisas do cotidiano, e é por isso que nos identificamos tanto com seus livros. Temas como amor, dor, perdão, traição, luto, amizade, etc, são recorrentes em seus romances, muitas vezes vários desses temas por livro. Uma carta de amor fala principalmente de amor e superação. O livro é emocionante do começo ao fim. As cartas que Garrett escreve para Catherine são a coisa mais linda do mundo e Nicholas estava mesmo inspirado. Mas nada supera a carta que Garrett escreve para Theresa, esta sim me fez soluçar de tanto chorar. Não gostei muito do final, achei que iria ser diferente, maaaaaaas... no fundo, acho que não teria final melhor que este. 

Não preciso convencer ninguém a ler Nicholas Sparks, ele é do tipo ame-o ou odeie-o. Quem ama vai ler qualquer coisa que ele escreva e quem o detesta, bem, vai passar longe. Esta resenha não é para convencer ninguém a ler, é principalmente para compartilhar com quem o ama, o que eu senti ao ler este livro. Vou me abster de comentários sobre a capa porque todas as capas dos livros dele são praticamente iguais. A revisão está boa, apenas notei uma troca de pronomes, quando era para ser "ela", colocaram "ele", mas se você ler com atenção dá pra notar e não vai atrapalhar. Diagramação ok e folhas amarelas sempre me ganham, consigo ler por muito mais tempo. Bem, recomendo o livro para quem é fã do autor e/ou gosta de dramas. Não recomendo se você tiver passado por uma perda recente ou uma separação. 


22 Comentários:

Catharina Mattavelli disse...

Awwwwn Nicholas <3
Quero muuuuito ler esse livro, parece ser maravilhoso como todos os outros dele hahaha
Sua resenha ficou linda, adoreiiii.

Beeijos
http://realityofbooks.blogspot.com.br/2014/04/caixa-de-correio-9.html
Comente

Jéssica Maria disse...

Não gosto muito dos livros de Nicholas Sparks, sei lá não curto o gênero.

Lucas Goulart Duarte disse...

Li apenas um livro do Sparks, Um Homem de Sorte, e não gostie mt. Porém este parece ser mtt melhor. Mas ainda pretendo ler outros mais clássicos dele, antes de um dia pegar este para ler.


Ótima resenhaa

Debora Cecília G. Theobald disse...

Own, Nicholas Sparks é vida <3 haha Amo os livros deles, é acho que é bem nessa linha mesmo, quem ama ele vai ler tudo o que ele escrever. Esse, assim como os outros livros que li dele, parece ser maravilhoso, adoro esse tipo de relacionamento que surge de algo pequeno e vai evoluindo, além de toda essa história de superação. O que mais falar sobre as histórias do Nicholas? Elas smepre me fazem chorar litros e agora quero ler essa tal carta, pressinto que chorarei igual um bebê :(
Essa capa é bonita, apesar de ser do mesmo estilo de Uma Longa Jornada haha Nicholas e suas capas fails de iguais haushau

Adorei e a resenha!
Beijinhos :*

http://vanille-vie.blogspot.com.br/

Fábrica dos Convites disse...

Jordana, concordo contigo, não era o final que eu queria, mas era um final que combinava. Só posso dizer que quase morri afogada no meu choro.
Bjs, Rose.

Ana Paula Moreira disse...

Que linda história, muito apaixonante. Quero muito ler esse livro, só espero que o final não seja triste como na maioria dos livros do Nikolas.

Nathalya Forastieri disse...

Não tem como não amar Nicholas Sparks, os livros dele são incríveis, tem aquele drama que só ele consegue colocar em seus livros e seus personagens são incrivelmente apaixonantes. Com certeza é um livro que leria, não só ele, como TODOS que ele escreve.
Ele é um dos meus autores favoritos, e seria uma honra ler mais um.

Tamiris Leitão disse...

Eu fico tão triste por não gostar do Nicholas sabe? Já tentei, comprei uns três livros dele para ver se a coisa fluía, mas nunca consegui terminar um livro dele. Na verdade, nunca consegui ler cinco capítulos de um livro dele. Então acho que dizer que essa história não me comoveu, não me encantou, não me cativou. Acho os livros dele melosos demais, e sinto muito para os que gostam, eu realmente queria gostar dele, mas não entra. kkkk

Acho que para as meninas que gostam, é uma ótima leitura, principalmente depois dessa resenha, porque como a Jordana disse: "Quem ama vai ler qualquer coisa que ele escreva e quem o detesta, bem, vai passar longe."



kkkk

Pamela Liu disse...

Faz tempo que não leio Nicholas Sparks, estava um pouco enjoada do mesmo tipo de história.
Mas Uma Carta de Amor parece ser um pouco diferente por causa das cartas. E tenho certeza que iria chorar muito, como nos seus outros livros.

aninha disse...

se tem uma coisa que Nicholas Sparks faz e muito bem, é emocionar seus leitores. os livros dele são mais do mesmo? talvez. são a mesma coisa? talvez de novo, mas não tem como negar a doçura como ele escreve. não sou uma fã declarada do autor, mas gosto dos livros dele, tenho quas ecerteza que desidratei lendo "O Melhor de Mim" =( em "Uma Carta de Amor" pelo jeito ele vem com tudo e coloca situações tão humanas, tão do coração que dá pra se identificar com os personagens. uma frase me chamou atenção na sua resenha "Superar não é esquecer" não mesmo. já tô aqui com os olhos rasos! aaa! rs se um autor consegue te tocar nem que seja um pouquinho, vale a pena ser lido e os livros do Nicholas Sparks são assim. Parabéns pela resenha!

Michelli Santos Prado disse...

Parabéns pela resenha, ainda não li o livro, mas se tratando de Nickolas Sparks o livro deve ser ótimo, gosto de ler os romances água com açúcar dele de vez em quando!!tenho vários de seus títulos na minha estante e espero poder adquirir este em breve!!
Beijos!!

Larissa Rocha disse...

Muito boa a resenha, parabéns! Ainda não li o livro mas espero ler logo.

Milena Soares disse...

Amo os livros de Nicholas Sparks e esse parece ser ótimo, estou doida pra ler!

Elis | Blog GDD disse...

Sou fã do Nicholas, seus livros são carregados de sentimentos e quero muito ler Uma Carta de Amor porque já assisti o filme e amei, apesar de ter achado o final muito triste, estou curiosa para saber se no livro o final é igual.

ELIZABETH MACHADO DE SALLES disse...

Amo os livros de Nicholas. São divinos e cheios de emoção. Este romance tem tudo pra ser o melhor deles e não vejo a hora de ler. Obrigada pela resenha encantadora. Beijos.

Jack Moura disse...

OMG estou contando os dias para q possa ler Uma carta de amor. sou apaixonada pela narrativa do nicholas sparks e mais ainda pelos personagens masculinos q ele cria. eu era super chateada pq era muito dificil achar esse livro, mas relançaram e posso completar minha coleçao :3
eu geralmente n gosto dos finais do nick :/ mas ja me acostumei a isso kkkkk

Dani disse...

Lembro que há um bom tempo havia assistido o filme e me debulhado em lágrimas sem nunca imaginar que ela havia sido baseado em um livro (e logo de quem!).
Tenho certeza de que quando lê-lo uma torrente de memórias me virão a cabeça e sofrerei horrores, haha (típico meu).
Sou suspeita quando se trata de Nicholas Sparks, porque sou fã de carteirinha do autor!
Adorei a resenha

JessicaLisboa disse...

Bem como sou fan do ti Nick, adoro todo o trabalho que ele fez. Acho que esse é o livro mais esperado por mim esse ano ♥ Espero poder ganha-lo de alguem porque estou doida para poder ler, a historia é tao linda ;')

Vanessa Fontes disse...

Ainda não li esse livro, mas me apaixonei pela história depois de ler a resenha. Adoro romances, ainda mais quando o personagem masculino é sensível e romântico como este. *-*

Luiza Ceotto disse...

Eu simplesmente amo os livros do Nicholas Sparks.
São cheios de emoção e sentimentos.

-------------------------------------------------------------------------------------

nome: Luiza Ceotto
email: luizaceotto@hotmail.com
colunista do blog: http://loucaescrivaninha.blogspot.com.br/

Nardonio Alves disse...

Apesar de sabermos toda a estrutura da trama e personagens que o Nicholas usa em todos os seus livro, é impossível não se envolver em suas tramas. Já em relação a essa capa, achei uma das mais bonitas que já foram lançadas do autor.

@_Dom_Dom

Mayane Boniolo disse...

Já li alguns livros do Nicholas Sparks, alguns amei outros nem tanto, esse eu ainda não li, mas ainda pretendo lê-lo.
A história me parece bem interessante.

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D