Resenha: Bob - Um gato fora do normal (James Bowen)

quarta-feira, 28 de maio de 2014



Edição: 1
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581634159
Ano: 2014
Páginas: 208
Tradutor: Maria Angela Paschoal
Sinopse - Bob - Um gato fora do normal - Versão inédita, com fotos coloridas, do Best-Seller "Um Gato de Rua Chamado BOB" - James Bowen“Nós ganhamos segundas chances todos os dias, mas geralmente não as aproveitamos. E então eu conheci o Bob.” James Bowen é um músico sem-teto que se apresenta nas ruas de Londres para sobreviver. A partir do momento em que ele encontra um gato de rua machucado, com o pelo cor de laranja e grandes olhos verdes, sua vida começa a mudar. Juntos, James e Bob enfrentam o mundo – e vencem. Uma história verdadeira sobre amor e amizade que vai fazer você sorrir muito.


O livro nos conta a história de um homem que saiu da Austrália e foi para Londres em busca do seu sonho de virar músico, mas ao chegar lá, ele enfrenta uma situação bem diferente da que imaginava. James cai nas drogas e passa a morar na rua. A história começa quando ele já está na reabilitação e morando em um apartamento.


Certo dia quando James chega em casa, ele encontra um gato laranja no hall de seu prédio e percebe que ele está machucado, mas ao pensar que o animal pertence a algum vizinho, ele vai embora e o deixa lá. Mas o gato continua voltando nos outros dias, até que James percebe que se ele não fizer nada, o gato pode morrer e, em sua mente, isso seria sua culpa.

A história desse livro – sim, não o livro em si, explico mais pra frente – entrou na minha vida em um momento bastante oportuno, eu tinha acabado de adotar meu primeiro animal de estimação, e sim, era um gato. James me ensinou muito, tanto em seu jeito de cuidar de qualquer ferimento que Bob tinha, até em pensar que aquele animal precisava de mim, e eu não poderia decepcioná-lo.

Bob entrou na vida de James para chacoalhar um pouco as coisas, o gato o ajudou a perceber que ele não podia viver da sorte que tinha ao receber alguns trocados pelas músicas que tocava na rua. James agora tinha mais uma boca para alimentar, mas ele não se importava, pelo contrário, ele ficou bem feliz com isso.

Tudo o que ele precisava era de uma outra visão do mundo e em momentos de fraqueza, Bob estava lá, o olhando com os olhos mais brilhantes do mundo. Ele o ensinou a seguir em frente, esquecer o passado e focar no que futuro reservava para os dois.

No meio de pessoas indesejadas – e tantas situações inusitadas! – ou das muitas pessoas que viraram seus fãs e amigos, Bob e James, se tornaram parceiros, capazes de se comunicar somente pelo olhar. Quem disse que só o cachorro pode ser o melhor amigo do homem?

Esse é o terceiro livro do autor publicado pela Editora Novo Conceito, todos sobre a sua história com Bob. Ele conta a mesma história do primeiro, mas a capa – que é muito linda, diga-se de passagem – é diferente e a diagramação que ficou muito melhor que a do primeiro, também. E ele vem com um bônus! Muitas fotos reais de James e Bob no final do livro, o que fez com que eu ficasse mais apaixonada pelos dois.

Ler esse livro novamente, só me fez ter mais saudade do meu gato. Ter um animal pode mudar a vida de uma pessoa. Pra melhor, com certeza!

Resenhado pela nossa convidada Brunna Laryssa 

13 Comentários:

Luana Souza disse...

Ainda não li nenhum dos livros, mas só li boas criticas. Gostei da resenha.

Ana Carolina Ribeiro disse...

Ainda não li os livros.Não tinha me chamado a atenção.Mais com sua resenha amei.Pensava que a história era outra rsrsr vou ler

Nardonio Alves disse...

Eu gosto de gatos e, no início, até achei esse livro interessante. O problema é que estou achando que já está virando excesso. Tudo bem que a amizade de um homem com seu animal de estimação pode ter muita história pra contar, mas chegar a três livros, já acho um pouco demais. Não vou me espantar se aparecerem mais e mais volumes.

@_Dom_Dom

Manu Hitz disse...

Esse gato é lindo! E só quem convive com um gatinho sabe o quanto pode ser companheiro e fiel amigo.
Tb adotei uma gatinha que corria risco de vida e hj ela reina soberana e cheia de vontades, rsrs, é a Bebel.
Quero conhecer esta dupla que faz tanto sucesso entre os leitores.
Beijo!

mirelle soares gomes disse...

Não li, e pretendo não ler. Só pelo fato de ter gatos eles mi dão arrepios esfregando nas minhas pernas :(
Mais ja vi algumas resenhas elogiando demais este livro mais nunca mi interessei, esse livro passa bem longe da minha lista :P

Brunna Laryssa disse...

Oi, Nardonio! Eu também achei estranho quando resolveram lançar esse último. Veja bem, o primeiro, conta toda a história de como eles se conheceram e todo o processo de adaptação. Já no segundo, eles já são o sucesso, várias pessoas os conhecem, eles são a sensação do momento hahaha o que eu adorei foi ver o processo de publicação do livro. Sim, achei um exagero lançarem esse último livro, mas essa capa linda me convenceu haha

Nardonio Alves disse...

Só sei que a vida desse gato é mais agitada que a minha, hein?!?! kkkkkk


@_Dom_Dom

Brunna Laryssa disse...

Idem!! hahaha

Tamiris Leitão disse...

Achei linda a história, acho linda a relação que um humano e um animal de estimação (seja cachorro, gato, hamster, coelho, etc. etc. etc. viva todo mundo!), e acho que Bob tem muito a ensinar para as pessoas. *-*
Enfim, ótima resenha Brunna... parabéns.

Priscila Siqueira disse...

#orgulhodamamae criei e virou resenhista non Feed *-*

aninha disse...

eu tenho os dois que ganhei aqui no blog!! ainda não deu pra ler, mas acho fofo como James vê em Bob uma salvação e convenhamos, um bichinho de estimação é muito bom! com certeza vou ter esse sim! não sei que milagre a Novo Conceito deixou o padrão das capas dos livros o mesmo, jurava que iam colocar um modelo sarado com um gato no braço kkkkk! mas enfim, ficou lindinha, o livro me parece muito simpático e com certeza vou lê-lo =)

Douglas Fernandes disse...

Eu ja tive gato e agora tenho um cachorro, minha gata Lulu achei ela num parque... hahaah
mas ai um dia minha mae levou ela embora... :(
depois de um tempo peguei um cachorro, gosto mais de cachorros, a minha Lulu era muito legal, mas gosto mais do meu cachorro Tommy ♥
esses livros sobre animais sao bem legais, sou doido pra ler Marley e eu.

karolyne kazakeviche disse...

Ainda não li nenhum livro do Bob, mas tenho muita vontade.
Minha mãe leu o primeiro que lançou e sempre elogia, então minha vontade só aumenta =)
tentarei encaixar nas minhas leituras.

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D