Resenha: Sedução à Meia-Noite (Lisa Kleypas) - Os Hathaways - #01

segunda-feira, 9 de junho de 2014



Título: Desejo à Meia-Noite
Autor: Lisa Kleypas
Edição: 1
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580411492
Ano: 2013
Páginas: 272


SinopseApós sofrer uma decepção amorosa, Amelia Hathaway perdeu as esperanças de se casar. Desde a morte dos pais, ela se dedica exclusivamente a cuidar dos quatro irmãos – uma tarefa nada fácil, sobretudo porque Leo, o mais velho, anda desperdiçando dinheiro com mulheres, jogos e bebida. Certa noite, quando sai em busca de Leo pelos redutos boêmios de Londres, Amelia conhece Cam Rohan. Meio cigano, meio irlandês, Rohan é um homem difícil de se definir e, embora tenha ficado muito rico, nunca se acostumou com a vida na sociedade londrina. Apesar de não conseguirem esconder a imediata atração que sentem, Rohan e Amelia ficam aliviados com a perspectiva de nunca mais se encontrarem. Mas parece que o destino já traçou outros planos.Quando se muda com a família para a propriedade recém-herdada em Hampshire, Amelia acredita que esse pode ser o início de uma vida melhor para os Hathaways. Mas não faz ideia de quantas dificuldades estão a sua espera. E a maior delas é o reencontro com o sedutor Rohan, que parece determinado a ajudá-la a resolver seus problemas. Agora a independente Amelia se verá dividida entre o orgulho e seus sentimentos.
Será que Rohan, um cigano que preza sua liberdade acima de tudo, estará disposto a abrir mão de suas raízes e se curvar à maior instituição de todos os tempos: o casamento?



Desejo à meia-noite é o primeiro livro da série The Hathaways escrito pela Lisa Kleypas e lançado aqui no Brasil pela editora Arqueiro. Confesso que é o primeiro livro dessa autora que eu leio e realmente não me decepcionou.

Amelia Hathaway é uma solteirona que cuida das três irmãs mais novas e do irmão mais velho Leo que é uma dor de cabeça. Desde que perdeu a noiva e ganhou o título de Lorde Ramsay que Leo passou a beber e cair na esbórnia nas ruas de Londres. Ele some por dias a fio, o que obriga Amelia a frequentar o lado menos respeitável da sociedade inglesa para buscar seu irmão. E é exatamente isso que ela está fazendo quando dá de cara com o que no livro eles chamam de Rom, um cigano muito rico que dirige um clube para cavalheiros, chamado Cam Rohan. Ele é meio cigano, meio irlandês e que tem o toque de Midas, todos os negócios que ele se mete viram prósperos e dão lucro, mesmo que ele odeie isso. Quando eles se encontram, Rohan sente o que nunca sentiu por nenhuma outra mulher, um desejo incontrolável e proibido, visto que Amelia é uma dama e ele apenas um cigano. Depois dessa noite e quando ela pensava que nunca mais encontraria o Sr. Rohan por ter saído de Londres para Hampshire, Amelia descobre que ele é amigo íntimo de seu vizinho e que agora não terá como fugir dos sentimentos que ele provoca.

Eu sou muito fã de romances históricos e não me decepcionei nem um pouco com a escrita de Kleypas, a narrativa é toda feita em terceira pessoa o que facilita o acesso aos pensamentos e sentimentos dos personagens. A história é bem fluida, a escrita é bem fácil, apesar de ser um histórico não temos nenhuma expressão mais complicada.

A personalidade de Amelia me agrada bastante e confesso que me identifiquei demais com ela, além de termos a mesma idade pensamos igual em alguns aspectos. Ela é extremamente independente, não gosta de obedecer e preza por dar sua opinião e por conta dos costumes da época já se conformou que casamento não é realmente a praia dela. Amelia é extremamente leal aos irmãos, extremamente certinha e metódica, ela é controladora ao extremo e sempre toma as decisões mais racionais. Rohan é um homem ligado as suas tradições, ele sente um extremo desconforto, pois para os ciganos acumular riquezas e viver entre os gadjos (que são os brancos) é uma desonra. Um verdadeiro cigano só tem o suficiente para sobreviver e vive em meio a natureza, eles são nômades e por isso para Rohan levar a vida que leva é um verdadeiro tormento, até ele encontrar Amelia. Daí a vida vira um outro tipo de tormento já que ele deseja aquilo que não pode ter. Rohan é sedutor e perigoso e quando decide que é Amelia que ele quer, bem digamos que não sobrará pedra sobre pedra.

Alguns acontecimentos do livro deixaram um gancho para o segundo volume, são pequenos mistérios que serão respondidos e que entrelaçam a vida de Rohan com outro personagem cigano que vive com os Hathaway, Merripen. Ambos foram deixados desde pequenos vivendo entre os gadjos  e ambos possuem a mesma tatuagem de um personagem do folclore irlandês que é o Polka. O que eles tem em comum ainda não sabemos.

A capa desse livro é linda, toda em azul e com a modelo de costas. A diagramação está fantástica, fonte, folha e margens perfeitas. Enfim, vou começar a recomendar Lisa Kleypas para vocês, pois ela provavelmente entrará para o hall das minhas escritoras queridinhas.

15 Comentários:

Ana M. Vasconcelos disse...

Olá Priscila!

Concordo com você que a capa desse livro é simplesmente maravilhosa <3

Estou louca para ler essa série, parece ser fantástica!

Beijos,

Ana M.

http://www.vicioemlivros.com/

Tamiris Leitão disse...

Adorei a história Pri. Sou muito fã de romances de época, e creio que esse tem uma história bem legal.
Também não li nada da autora, porém acho que irei começar por esse. Acho que a história se torna interessante também pelo fato de que os protagonistas são antagônicos. Enfim, gostei . Parabéns pela resenha pri,

Lívia Christine disse...

*O* Lisa <3 Aposto que vai se apaixonar pelos livros dela! ;) Sou apaixonada por romances de época e estava meio viciada na Hannah Howell, porém no começo do ano resolvi ler esse livro, que tinha visto ano passado na livraria e tinha ficado curiosa pela história... Amei a saga e resolvi ir atrás de outros livros da autora. Descobri que essa saga é ligada a outra saga (Série Wallflowers), e que não foi publicada em português :'( tem umas versões de portunhol na internet, mas...


Quero encontros sobre essa saga pra ontem!!!! u.u


Beijos,
Lívia

aninha disse...

ainda não li um livro da Lisa Kleypas =/ como não gostar de romances de época?! eu gosto muito de ler livros assim, e pelo visto vou amar Desejo a Meia Noite! Amelia tem uma personalidade forte e olha que legal, o mocinho da vez é um cigano! tem essa áurea sensual e romântica no mundo cigano que amo! Rohan também sabe o que quer, apesar do conflito entre o que sente e sua cultura, e que legal esse gancho para o próximo livro. deixa já um mistério no ar. amei Pri!

Luana Souza disse...

Concordo! A capa é linda. Não é o tipo de historia que e gostaria de ler mas acho que vou dar um chance. Adorei!!

mirelle soares gomes disse...

Ooi tudo bom????
Romances de época não leio com muita frequência, mais tenho uma quedinha por eles.
Um cigano sensual é romântico??? adorei vou dar uma chance para esse livro *-*
Gostei bastante, parabéns pela resenha ficou ótima. A capa é linda *-*

Isabela Kröning disse...

Não sei por que, mas não me agradou muito, não. Pela resenha, fiquei com a impressão de que parece uma mistura de Orgulho e Preconceito, Diário da Princesa, entre outras coisas kkkk mas eu não li, então não sei!

Wal Bandeira disse...

Essa é o meu tipo de mocinha, ela vai atrás e não precisa de homem para salva la.
Este é o melhor da serie até o momento, fora que amo esta autora, seus livros sempre muito bem escritos e divertidos.
Rohan é um mocinho...bem interessante rs, mas queia um mais 'forte' mas eu gostei dele rs,
beijos.

Manu Hitz disse...

Ainda não li nenhum livro da autora também e me peguei procurando romances de época recentemente, rsrs. Tb acho que vou me identificar com a Amelia, pq tb sou metódica, certinha e controladora, hahaha, empatia à vista!
Bom saber que a trama tem tb seus mistérios, adoro isso!

Douglas Fernandes disse...

Eu achei a capa estranha, nao gostei...
e nao gostei da sinopse tbm, acho que é pq nao é muito o meu estilo de leitura

Nardonio Alves disse...

Que bom que essa sua primeira experiência com a autora foi positiva. Só o que me incomodou um pouco é que a protagonista é certinha demais (tive esse impressão). Sempre gosto que elas tenham uns defeitinhos pra "humaniza-las" um pouco mais. No mais, está tudo ok. Principalmente essa capa, que, como você disse, está de parabéns.


@_Dom_Dom

Érika Rufo disse...

Eu amei a capa desse livro. Ainda não li nenhum livro da Lisa Kleypas,mas adoro romances históricos, então fiquei muito interessada nesse. ainda mais por ter um cigano, sou fascinada pela cultura deles. Espero ler logo.


Beijos!!

Dud's Santos disse...

Eu ainda não consegui adquirir nenhum livro da série The Hathaways,
mas já li alguns. A história é completamente envolvente, você vai lendo e não
consegue parar, é simplesmente impossível. Indico que todos leiam.

Anne Viana disse...

Li esse livro a pouco tempo e não curti muito não e olha que amo romance de época...curti a estória mas não a personagem principal..muito chatinha e cheia de mimimi...adorei a Beatrix =P

http://livroaoavesso.blogspot.com.br/
https://www.facebook.com/livroaoavesso

Jéssica Maria disse...

Adoro as capas dos livros dessa série, são muito lindas *----*
Ainda não tive a oportunidade de ler nenhum livro da série, mas pretendo ler em breve ^-^

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D