Resenha: Um Desejo Selvagem (Sylvia Day) - Renegade Angels #02

segunda-feira, 23 de junho de 2014



Título: Um Desejo Selvagem
Autor: Sylvia Day
Edição: 1
Editora: Paralela
ISBN: 9788565530453
Ano: 2014
Páginas: 280

Sinopse:Um desejo selvagem é o segundo livro da série Renegade Angels, de Sylvia Day. Enquanto os leitores esperam o fim da série Crossfire, eles vão adorar se envolver com a paixão selvagem de Vash e Elijah. Neste segundo livro da série, Vash, a segunda vampira mais importante do mundo, e Elijah, líder dos licanos, assumem o papel central. Além de serem representantes de duas espécies que sempre se perseguiram, Elijah e Vash se odeiam, mas são obrigados a se aproximar em busca de parceria numa guerra contra os anjos. O único problema é que o ódio entre eles vai se transformando em uma paixão incontrolável. Vash, uma mulher dura e determinada, perde a concentração nas lutas, passa a ter ciúmes e a não controlar mais seus sentimentos, enquanto Elijah parece decidido a conquistá-la, usando os mais tentadores artifícios.

           Um Desejo Selvagem é o segundo livro da série Renagade Angels escrito pela Sylvia Day e publicado aqui no Brasil pela editora Paralela, que é um dos selos da Companhia das Letras.

            Elijah é um alfa licano (lobisomem) que se vê no meio de uma revolução contra os sentinelas (anjos criados para castigar os anjos caídos), encurralados dentro de uma caverna, escondidos e passando necessidades a única saída dos licanos está numa aliança com os vampiros (que nessa história são anjos caídos). Vash é a tenente mais importante do comando dos vampiros, após perder seu companheiro, Charron, de maneira brutal em um ataque de licanos e que jurou vingança agora terá que trabalhar junto com o líder da matilha licana, Elijah. O principal problema deles no momento é uma estranha epidemia entre os vampiros que está transformando vampiros normais em feras descontroladas. No meio de todo esse turbilhão Elijah e Vash sentem uma atração animalesca e irresistível, os inimigos agora terão de lidar com isso e ainda manter um trabalho cooperativo, pois duas raças dependem dos dois.

            Eu admiro demais a capacidade da Sylvia Day de transformar os assuntos mais inusitados em safadeza! Gente a mulher transforma tudo em safadeza! Sério, nessas minhas andanças no meio literário eu nunca encontrei uma autora com tanta criatividade e por mais que você não goste de livros nesse estilo mais adulto tem que admitir que não são todos os autores que dispõe dessa característica.

            Um Desejo Selvagem, tem muitas cenas de sexo sim e é mais animalesco mesmo, mas o que me chamou mais atenção na trama foi a história em si, temos um mistério com alguns pontos cegos que começaram a ser descobertos, já temos o nome de um possível vilão que irá surpreender a todos, menos ao leitor, embora não saibamos ainda a motivação. A narrativa é feita em terceira pessoa e há passagens que mostram o outro lado da batalha mostrando o que está acontecendo com Lindsay e Adrian, o casal queridinho do primeiro volume e como as histórias deles se encaixam.

            Agora algumas coisas me fizeram dar apenas as quatro estrelas para esse livro e foram sim as cenas de luta que não são tão bem descritas como as outras e um pouco corridas e eu achei o final do livro bem corrido, senti falta de uma cena que para mim fecharia a história de Vash e Elijah de maneira bem mais convincente.

            Gosto muito da personalidade dos dois, tanto Vash quanto Elijah tem personalidades muito fortes e dominantes e isso faz com que a relação deles seja explosiva e ambos são extremamente leais.

            A capa desse livro segue o padrão da primeira, enquanto a primeira traz uma pena de anjo machada de sangue, essa segunda traz cerejas com pequenos ganchos, acho bem bonitas ambas. A diagramação não tem muitas firulas, mas traz o pacote completo para uma boa leitura. Enfim, apesar das observações é um livro gostoso do gênero adulto para ler.

17 Comentários:

Manu Hitz disse...

Priscila, querida, que loucura,hein? Um lobisomem? Medo, panico, hahaha... Nunca li a autora e acho que ela se supera mesmo na criatividade e vai alem, criando historias que prendem os leitores fas. Nao eh raro alguem que leu me indicar. Quando falo em livros mais calientes, sempre tem um pra me falar da Sylvia Day. Ainda nao me conquistou... nao sei ate quando.

Luana Souza disse...

Eu gosto do sobrenatural, mas não gosto dessa autora. A escrita dela não me conquistou.

Jéssica Maria disse...

Não curto o gênero!!
Mas o enredo é bem interessante, pra quem gosta deve ser um livro muito bom

mirelle soares gomes disse...

<3 Sobrenatural
Adorei sua resenha vou ler com certeza vo coloca na lista de urgência. Espero amar <3

Érika Rufo disse...

Eu adoro livros sobrenaturais, ainda mais com vampiros e lobisomens. Mas a temática hot não me atrai. Ainda não senti vontade de ler nenhum livro da autora.


Beijos!!

Nardonio Alves disse...

Haja criatividade mesmo, hein?!?! Colocar cenas de sexo animalesco entre vampiros e lobisomens é de se aplaudir de pé. A ousadia foi tão grande que, mesmo tempo a palavra "vampiros" envolvida, eu o leria.

@_Dom_Dom

Fábrica dos Convites disse...

Oi Priscila, eu não conheço o trabalho da autora ainda. Gosto do gênero hot

Tamiris Leitão disse...

Uma coisa a Silvya quer passar; independentemente da sua raça, sexo, espécie... Você vai fazer safadezas. Você pode ser uma bactéria, lá vai está você atrás de outra bactéria.kkkkkk


Adorei a sua resenha, gostei da história, deve ser engraçado ver essas coisas sem pé nem cabeça fazendo safadeza. Não li nada da autora, então não sei ainda. Não compraria, mas se chegasse as minhas mãos, eu leria.

Douglas Fernandes disse...

Eu nao curto livros com o tema Hot, mas esse me chamou a atenção por ter algo sobrenatural, e gosto muito desse tema sobrenatural, mas por enquanto nao tenho vontade de ler essa serie nao

Oliveira disse...

Quando há uma história boa não importo tanto por ser algo que não leria, e esse livro se enquadrou nisso, gostei, vou acompanhar por resenha para ver como se desenvolve.

aninha disse...

Sylvia Day é diva, a mulher sabe mesmo escrever erótico. continuo de cara como ela consegue envolver um enredo com seres fantásticos e a sensualidade que é a marca dos livros dela. os personagens continuam fortes e marcantes. dela só li Crossfire, mas essa série dela eu vou ler com certeza!

aninha disse...

Sylvia Day é diva, a mulher sabe mesmo escrever erótico. continuo de
cara como ela consegue envolver um enredo com seres fantásticos e a
sensualidade que é a marca dos livros dela. os personagens continuam
fortes e marcantes. dela só li Crossfire, mas essa série dela eu vou ler
com certeza!

Dud's Santos disse...

Mais uma vez Sylvia está arrebentando, já tinha ouvido falar
muito sobre este livro, porém até hoje não tive a oportunidade de comprá-lo,
espero poder ter essa chance em breve.

Isabela Kröning disse...

Não curto muito Sylvia Day, não. Deve ser uma leitura engraçadinha, mas sei lá, tenho preguiça da autora hehe

Anne Viana disse...

Só o titulo já é safadeza..hahahaha...confesso que tô meio saturada desse tema...vampiros,anjos caidos,lobisomem...mas tenho que ler esse com a Sylvia Day vai ser imperdivel =P
Tenho o primeiro livro mais ainda não li...já pegando pra ler ^^

http://livroaoavesso.blogspot.com.br/
https://www.facebook.com/livroaoavesso

Wal Bandeira disse...

Eu não li o primeiro ainda mas tenho ele aqui. Quem sabe agora com sua resenha e falando tão bem da serie eu me empolgo e começo a ler.
Eu adoro um lobisomem..dominador, lindo,..aiai.
Beijos.

Jéssica Maria disse...

Não gosto do gênero, mas acho o enredo do livro bem interessante, mas apesar disso não leria "/

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D