Resenha Premiada: Aristóteles e Dante Descobrem os Segredos do Universo (Benjamin Alire Sáenz)

terça-feira, 22 de julho de 2014



Título: Aristóteles e Dante Descobre os Segredos do Universo
Autor:Benjamin Alire Sáenz
Edição: 1
Editora: Seguinte
ISBN: 9788565765350
Ano: 2014
Páginas: 392
Tradutor: Clemente Pereira

Sinopse: Dante sabe nadar. Ari não. Dante é articulado e confiante. Ari tem dificuldade com as palavras e duvida de si mesmo. Dante é apaixonado por poesia e arte. Ari se perde em pensamentos sobre seu irmão mais velho, que está na prisão.Um garoto como Dante, com um jeito tão único de ver o mundo, deveria ser a última pessoa capaz de romper as barreiras que Ari construiu em volta de si. Mas quando os dois se conhecem, logo surge uma forte ligação. Eles compartilham livros, pensamentos, sonhos, risadas - e começam a redefinir seus próprios mundos. Assim, descobrem que o amor e a amizade talvez sejam a chave para desvendar os segredos do Universo.



            Aristóteles e Dante Descobre os Segredos do Universo foi escrito por Benjamim Alire Sáenz e publicado no Brasil pela Editora Seguinte.

            Aristóteles é um garoto de quinze anos mexicano, introvertido e que não sabe nadar. Dante é um mexicano, que não se sente mexicano, extrovertido, apreciador de arte e que sabe nadar. Eles são opostos, Ari tem irmãos, Dante não. A mãe de Ari é professora, a de Dante? Psicóloga. O pai de Ari é carteiro e lutou na guerra, o pai de Dante é professor universitário e a única guerra que lutou é com seus livros. Eles são opostos, mas tem algo em comum, ambos não tem amigos e é assim que eles se tornam um o melhor amigo do outro. Eles passam um verão juntos e se tornam inseparáveis, eles estão crescendo e se descobrindo e no meio disso tudo, eles resolvem descobrir os segredos do universo.

            A narrativa é em primeira pessoa, Aristóteles conta essa história sobre sua perspectiva, seus medos, seus sonhos, seus silêncios, tudo que ele sente, nós temos acesso e eu digo que não é uma jornada fácil, é um livro muito emocional e uma história linda de amor e amizade.

            Aristóteles tem um senso de auto depreciação enorme, ele não se acha digno de amor e antes de Dante entrar em sua vida ele era avesso a toques. Ele e os pais mantinham uma relação distante, ele e o pai são adeptos do silêncio. Ari vivia sempre triste e por vezes eram sentimentos demais para conter. Já Dante era o oposto, ele era sempre aberto, sempre amistoso, cheio de abraços e beijos com seus pais, ele sempre tinha uma resposta engraçadinha para dar. O mais importante era que Dante conseguia ver Aristóteles como ninguém mais no mundo, ele conseguia ver Ari melhor que ele mesmo, ele conhecia o coração do amigo. Quando no fim do verão eles se separam, pois Dante passaria o próximo ano escolar em Chicago, Aristóteles se torna cada vez mais introspectivo, enquanto Dante vive uma jornada de autodescoberta.

            Eu talvez não consiga falar bem dos meus sentimentos ao ler esse livro, mas sabe quando você termina uma narrativa e de repente vê vários de seus amigos ali?  Eu tive essa sensação, nessa jornada de Ari e Dante eu vi muitos amigos, eu vi muitos de meus alunos, esse não é um livro apenas sobre amizade, é um livro sobre as descobertas do amor, do amor de família, do amor de amigos, do amor de irmão e sim do amor romântico que muitos passam a vida inteira procurando. Aristóteles e Dante descobrem sim os segredos do universo deles, eles descobrem que são amados, que amam e que tem um lugar no mundo onde são aceitos, onde não são desajustados, onde os silêncios e as palavras andam juntos.

            A capa desse livro é maravilhosa, linda em tons de azul, com as letras prata e esse carro é muito significativo para a história. A diagramação também está muito caprichada. Enfim é uma leitura que eu já saí recomendando mesmo antes de escrever essa resenha.


SORTEIO



O feed your head decidiu sortear a prova do livro. Como assim a prova? É gente, aquela versão não revisada que a editora envia para alguns blogueiros. É igualzinha ao livro só que não tem orelhas e pode conter alguns errinhos, mas geralmente é a mesma coisa. Seguem algumas fotos que eu tirei do livro. Quem quiser ver maior é só clicar na foto para ampliá-la.