Resenha: Orange Is The New Black (Piper Kerman)

quarta-feira, 16 de julho de 2014



Título: Orange Is The New Black
Autor: Piper Kerman
Edição: 1
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788580575255
Ano: 2014
Páginas: 304
Tradutor: Lourdes Sette, Cláudio Figueiredo

Sinopse:Quando era jovem, tudo o que Piper Kerman queria era viver novas experiências, conhecer pessoas diferentes e descobrir o que fazer com o diploma recém-adquirido da prestigiosa Smith College. Anos depois, com um bom emprego e prestes a se casar, ela recebe uma visita inesperada - a polícia. Piper estava sendo intimada para responder por envolvimento com o tráfico internacional de drogas. A acusação era verdadeira - recém-formada, Piper teve um caso com uma traficante glamorosa que a convenceu a levar uma maleta de dinheiro para a Europa. Sua aventura pelo submundo do crime voltou à tona no dia em que a polícia bateu à porta dela. Depois de uma dolorosa odisseia pelo sistema judiciário americano, Piper acabou condenada a quinze meses de detenção numa penitenciária feminina no meio do nada - longe dos amigos, da família e de tudo o que ela conhecia. Em 'Orange Is the New Black', Piper apresenta casos curiosos, perturbadores, comoventes e divertidos do dia a dia no presídio. Cercada de criminosas, logo percebe que aquelas mulheres são muito mais complexas do que ela imaginava. Ao mesmo tempo que aprende a conviver com regras arbitrárias e um rigoroso código de conduta, Piper revela as alegrias e angústias das presidiárias e analisa a crueldade com que o sistema carcerário as desumaniza e faz com que sejam invisíveis ao mundo exterior.


          Orange is The New Black é um livro autobiográfico que conta a história de Piper Kerman, foi lançado no Brasil pela editora Intrínseca.


            Piper Kerman foi uma jovem aventureira e voraz, ela vivia após o término de sua faculdade uma fase onde gostaria de viver intensamente. Quando conhece Vanda e começa a ter um relacionamento amoroso com ela, Piper também se envolve com o tráfico internacional. Após alguns meses no negócio servindo de mensageira e carregando dinheiro, ela foge e recomeça sua vida. Anos depois ela encontra Larry, um cara que sabia que ela era lésbica, mas não sabia que ela tinha tido um envolvimento com criminosos, eles eram amigos e essa amizade evolui para algo mais. Quando inesperadamente ela é chamada pela justiça, pois seu nome foi citado por um dos réus em um famoso caso de tráfico internacional de drogas, ela é condenada e faz um acordo com a promotoria. Por conta do processo, ela fica esperando durante um tempo e dez anos após ter cometido esse crime ela vai passar quinze meses na prisão. Durante sua estadia, Piper encontra várias mulheres, conhece o sistema carcerário por dentro e conta com a ajuda de vários amigos, familiares e de seu noivo Larry.

            O livro é todo narrado em primeira pessoa e é um relato bem real e preciso de uma mulher que cometeu um erro e foi condenada a passar um ano no inferno. Lá dentro ela conhece mulheres de todas as idades, das mais novas até senhoras com idade para ser suas avós. Até mesmo uma freira que por ser ativista estava presa também. Piper percebe então que lá elas são a escória da humanidade, seu único refúgio são as companheiras e seus livros, que chegam aos montes pelos correios mandados por amigos e desconhecidos que souberam de sua história através de seu site.

            Eu, particularmente, achei um livro muito tocante sobre uma jovem que cometeu um erro e que se redimiu, e durante essa redenção pode conhecer a extensão de seu crime, pois lá dentro ela conheceu várias mulheres viciadas em drogas e finalmente percebeu que também contribuiu para aquilo. Assim como, durante sua estadia Piper percebe e consegue passar para o leitor algumas ineficiências do sistema carcerário americano. O que para nós moradores de um país em “desenvolvimento” pode chocar com as semelhanças dos nossos próprios problemas.

            A capa desse livro traz a imagem de divulgação de adaptação da série que passa no netflix, eu gosto bastante dessa capa. Já a diagramação do livro está também muito boa, margens, letra e folha perfeitas. Enfim, acho que vale muito a pena a leitura.

            Para quem se interessou pela série, apesar de algumas diferenças que me deixaram bem brava, acho que vale a pena dar uma conferida também. Vou deixar o trailer aqui embaixo para vocês.