Resenha: Os Solteiros (Meredith Goldstein)

sexta-feira, 15 de agosto de 2014




Edição: 1
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581634814
Ano: 2014
Páginas: 256
Tradutor: Ana Paula Corradini

Sinopse: Hannah é diretora de elenco em Nova York e ainda chora pelo ex que a abandonou. Rob não é muito bom em assumir compromissos, mas nos tempos da faculdade quase namorou Hannah — e não se esquece disso...
Vicki tem um trabalho lucrativo (embora tedioso) como designer de interiores de uma grande rede de supermercados, e é uma depressiva crônica. Nancy leva uma vida dupla, e Joe é um quarentão que adora namorar mulheres mais jovens...Não há como negar: juntos, eles podem comprometer seriamente os planos de Bee de ter o casamento mais elegante da cidade. Da união desses personagens apaixonados resulta um romance divertido e doce sobre vidas entrelaçadas, relações de amizade e o incontestável amor.



Perguntinha básica: quem ai gosta de comédia romântica? Sim, daquelas bem bonitinhas, que te arrancam risadas e te prendem até o fim? Pois bem, se você - assim como eu - curte o gênero, então por nada desse mundo você pode deixar de ler "Os Solteiros", da excelente autora Meredith Goldstein.


A história começa nos preparativos da casamento de Beth Eleanor Evans - a  Bee. Em meio aos preparativos de seu casório, ela se depara a um grande problema:  onde cinco pessoas solteiras (3 amigos da época de faculdade,  um tio e um desconhecido) se sentariam na festa. Mesmo que sua mãe já tenha insistido para que ela os coloque em qualquer mesa pois "essas pessoas vão passar metade da noite na pista de dança", Bee ainda insiste em achar os lugares perfeitos para eles. Quando o problema  é resolvido, começamos a ser apresentados para cada um dos solteiros.

A partir desse ponto da história, passamos a conhecer cada uma dessas pessoas. Hannah, é amiga da noiva, e tem um misterioso senso para se meter em confusões. Ela é diretora de elenco e roteirista e, no livro, está aguardando ansiosamente um telefonema da agente de ninguém mais ninguem menos que Natalie Portman para saber se ela havia aceitado a proposta de estrelarum de seus filmes. Ainda, está as beiras de um ataque com o fato de rever seu antigo namorado - Tom. Amiga de Hannah e de Bee, Vicki é uma mulher com problemas em sua vida amorosa. Depressiva, ela é designer de interiores de supermercados e viu sua vida desandar ao aceitar mudar de cidade em nome de sua profissão. Fechando a lista dos amigos de faculdade de Bee, Rob é um típico bonachão. Era apaixonado por Hannah, até que ela se apaixonou por seu grande amigo Tom. Joe é o tio de Bee, e tem um "apreço" por mulheres mais novas e Phil é um completo desconhecido a todos, só indo para a festa por sua mãe conhecer a mãe do noivo de Bee.

As (poucas) páginas do livro vão então descrevendo não apenas fatos que ocorrem com essas pessoas durante a festa, mas também retratam um pouco de seus passados. O casamento por si só serve apenas de cenário e pretexto para que as cinco pessoas estivessem nauela mesma hora e lugar. Pouco se fala de Bee ou de seu noivo; os personagens principais são mesmo "os solteiros". Os próprios capítulos do livro são entitulados com os nomes desses cinco personagens, sendo que cada um desses capítulos é focado em um desses personagens.

A escrita de Meredith Goldstein me agradou bastante, principalmente por esse ser seu primeiro romance e ela já ter acertado em cheio. A tradução de Ana Paula Corradini foi bastante feliz. Embora o livro possua 254 páginas, e cada capítulo não mais do que seis, a autora criou uma história interessante e que realmente diga algo que realmente importe às tramas sobre os personagens no decorrer das páginas - até por que, como disse, são várias situações ocorrendo, o que não necessariamente os isole totalmente. O livro foi tão bem aceito pela crítica americana que "Os Solteiros" já possui os direitos vendidos para a TV e para o cinema. E eu com certeza irei acompanhar.

Grande abraço e até a próxima!



3 Comentários:

aninha disse...

li a resenha coma sensação de que vou amar esse livro! personagens simpáticos e carismáticos, e nada melhor que um casamento pra ser cenário das mais divertidas situações. achei legal que a autora ligasse de alguma forma os solteiros em questão. achei a capa um mimo kkkk bem bacana. até me assustei pq vindo da NC, pensei que a capa seria tosquinha ou espalhafatosa demais rs.entra com certeza na minha lista de desajados, espero poder ler em breve =)

Tamiris Leitão disse...

Nossa, que interessante :)

Eu estou em uma disputa com a conta bancária para eu comprar um exemplar pra mim. Acho a história dessa obra leve e fácil de ler, por isso me agrada. E comédias românticas nunca são demais. Amei mais ainda.

Nardonio Alves disse...

Eu gosto desse tipo de história. Achei que a autora soube muito bem construir as personalidades dessas personagens. Parecem "gente como a gente". Agora eu fiquei bem curioso sobre o desenrolar dessa festa e como serão as interações entre esses solteiros.

@_Dom_Dom

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D