Resenha Premiada: Fortaleza Negra (Kel Costa)

domingo, 24 de agosto de 2014



Edição: 1
Editora: Jangada
ISBN: 9788564850699
Ano: 2014
Páginas: 424
Sinopse - Fortaleza Negra - Trilogia Fortaleza Negra - Livro 01 - Kel Costa
De uma inóspita região da antiga União Soviética, vampiros, até então considerados criaturas lendárias, surgem inesperadamente e põem fim à Guerra Fria em 1985. Usando seu poder mental extraordinário e sua força sobre-humana, os Mestres da Realeza Vampírica exigem a rendição dos líderes mundiais e se autoproclamam senhores absolutos do planeta. Anos depois, vivendo num mundo de relativa paz entre humanos e vampiros, Aleksandra Baker, uma garota de 17 anos, se ressente por não ter a mesma liberdade que os jovens do passado. Agora, além de viver sob o jugo dos vampiros, Sasha, como é chamada por todos, está apavorada com uma nova ameaça, a invasão de predadores letais: os mitológicos! Em 2013, diante dos terríveis ataques de centauros e minotauros, a família Baker não vê outra saída a não ser se mudar para a Rússia e morar entre os muros do único lugar onde é possível viver livre dos seus ataques: a impenetrável Fortaleza Negra, reduto da Realeza Vampírica. Mas a ideia de se mudar para a Fortaleza não agrada Sasha. Ela não gosta de vampiros e para o seu desespero, Helena, sua melhor amiga, vai ficar para trás, correndo perigo constante. O que a adolescente ruiva não esperava era que os Mestres da Realeza Vampírica fossem tão fascinantes. Principalmente Mestre Mikhail, que parece ter uma implicância gratuita com a garota e sempre a deixa nervosa com seu jeito arrogante e autoritário. Dividida entre viver uma vida trivial ao lado dos novos colegas de escola ou se envolver num mundo cheio de segredos, jogos de poder, sedução e protocolos da Realeza, Sasha ainda precisará encontrar uma forma de levar Helena para a Rússia e se manter a salvo dos mitológicos que rondam a Fortaleza. A única esperança são as pesquisas do seu pai, um biólogo que estuda uma forma de extinguir de vez essas criaturas. Para isso ele conta com a ajuda de Blake, um prodígio adolescente, que balançará o coração de Sasha. Mas a jovem talvez já esteja envolvida demais com a obscuridade de Mestre Mikhail... 

Antes de começar essa resenha propriamente preciso dizer três coisas: 1- a Kel Costa é minha amiga sim, mas esse fato não influenciará na minha avaliação da obra. 2- Eu quero matá-la. 3- Eu vou matá-la se ela não publicar logo essa continuação.


Confesso que quando a Kel revelou que seu livro seria publicado pela Editora Jangada eu fiquei muitíssimo feliz por ela. Mas também confesso que fiquei receosa em receber o livro pela editora e ter que resenhar. Por que? Porque ela é minha amiga e se eu não gostasse do livro teria que de qualquer forma fazer uma resenha sincera porque é isso que importa para os meus leitores, independente das minhas relações amigáveis. Fiquei temerosa também, por ser um livro sobrenatural protagonizado principalmente por VAMPIROS! Quem sabe do meu histórico de livros de vampiros e me conhece já deve saber que estou bem saturada dessas criaturas, apesar de serem os meus seres sobrenaturais preferidos. O fato é que li tantos livros ruins sobre vampiros nos últimos anos que me desanimei completamente e decidi deixá-los de lado por um tempo. Abrindo exceção apenas para Anne Rice, André Vianco e J. R. Ward.

Bom, então vamos lá. Fortaleza Negra se passa nos dias atuais, porém a organização política é totalmente diferente. Em 1985 os vampiros tomaram o poder e desde então controlam tudo. O mundo é controlado por 5 Mestres milenares: Klaus, Nikolai, Mikhail, Vladimir e Nadia. Sendo Klaus o mais poderoso e o "chefe" na hierarquia. Eles moram numa imponente torre situada na Fortaleza Negra, que fica localizada na Rússia. A Fortaleza é cercada por muros que impedem que qualquer coisa possa vir a ameaçar a segurança de seus moradores. Quem mora na Fortaleza, além dos mestres e alguns vampiros comuns, são famílias que por algum motivo são valiosas para os Mestres. Seja por sua profissão ou qualquer outra coisa que interesse à realeza, e também porque os Mestres são vampiros, que se alimentam de sangue e precisam dos humanos para sobreviver.

Johnathan Baker é biólogo e está desenvolvendo um veneno capaz de matar os Mitológicos, que são os vilões desta trilogia. Centauros e Minotauros são criaturas com um alto poder de destruição. São os maiores inimigos dos vampiros. Por causa deles, muitas cidades estão no mais completo caos sendo atacadas, e muitos humanos morrem durante esses ataques. Johnathan é convidado a ir viver na Fortaleza com sua família, a esposa Irina e seus dois filhos Aleksandra (Sasha) e Victor. De início ele resiste, mas ao quase ser atacado por Minotauros, decide que irão morar na Fortaleza, pois o que mais preza é a segurança de sua família. Então a família Baker parte para a Rússia, a caminho da tão misteriosa Fortaleza Negra.

Lá chegando, Sasha Baker já começa se metendo em confusão, porque é a Sasha sendo a Sasha. Ela irrita um dos Mestres por estar usando um crucifixo. Mestre Mikhail (suspira ai ai) não gostou da insolência e Sasha é advertida. E depois disso é encrenca atrás de encrenca. Sasha conhece Lara e Kurt, que logo tornam-se seus amigos. Mas ela não esquece mesmo é de sua melhor amiga Helena, que ficou nos Estados Unidos. Aleksandra não é uma adolescente rebelde, mas de vez em quando tem uns arranca-rabo com a mãe. Já na escola, Sasha se ambienta de forma normal e uns dias após sua chegada um novo garoto chega à cidade, este é Blake Campbell, lindo de morrer e emancipado! Aleksandra descobre que Blake é dotado de uma incrível inteligência e trabalha junto com seu pai no desenvolvimento de uma arma capaz de acabar com os Mitológicos. Claro que ela se sente atraída por ele, afinal ele é lindo e parece estar interessado nela. Mas ela não consegue mesmo é esquecer aqueles olhos azuis, aquele corpo escultural e aquele cabelo branco do Mestre Mikhail, que parece gostar de provocá-la. E assim começa um envolvimento secreto e pra lá de quente, entre o Mestre Mikhail que tem alguns mil anos de idade e Sasha Baker. Só lembrando que o relacionamento entre vampiros e adolescentes é terminantemente proibido. Agora imaginem aí o relacionamento entre um vampiro MESTRE e uma adolescente. Pega fogo! 

Ai gente... falar mais nada não porque se não vou é escrever outro livro. Sasha é uma adolescente normal de 17 anos, tirando o fato de que seu cabelo é laranja e ela parece ter um talento natural para se meter em encrencas. A personagem Aleksandra me conquistou, apesar de ter mentalmente chutado a bunda dela várias vezes por desobedecer quando Mikhail dizia que ela não deveria fazer aquilo. Mas relevemos, ela tem 17 anos! É virgem mas não é burra não viu gente, porque a garota é bem assanhadinha! Os pensamentos maliciosos dela com relação a Mikhail são demais! As cenas entre os dois são uma coisa, a autora deixava uma tensão sexual quase palpável. Quando as coisas iam acontecer, algo interferia e tínhamos que esperar para as cenas dos próximos capítulos.

Uma das coisas que gostei foi o fato de a autora não romantizar tanto a relação de Sasha com Mikhail. Ele é um vampirão badass que tem muitos mil anos de idade e não tem muita paciência com as besteiras da Sasha. É do jeito que ele quer e pronto. #Adoro. Se ela quiser que se adeque a ele. ADOREI! Porque geralmente acontece o contrário, mesmo o vampirão carrancudo se derrete diante da ninfeta, acatando todo e qualquer capricho dela. Aqui não é bem assim não viu! Ponto positivo para a autora. 

O livro não tem muuuuuuita ação no tocante a ataques dos mitológicos, mas creio porque é uma introdução, depois desse final WTF que a Kel deu, acredito que os ataques começarão a ser bem mais frequentes e a Sasha que se cuide. Mesmo não tendo tanta ação assim o livro ainda é ótimo pois a escrita da Kel é bem gostosa e você se pega querendo ler mais e mais. Algumas poucas coisas ficaram confusas como o fato de os Mestres não poderem andar à luz do sol e mesmo assim visitar a escola frequentemente. Enfim, não sei se foi porque não li direito na ânsia de saber o que acontecia. Quando eu reler - porque eu VOU reler - tirarei essa dúvida. 

O final foi bem WTF como eu disse antes, mas eu não consegui pensar em nada melhor. Infelizmente não posso comentar muito pois é Spoiler em alto grau, e nós não queremos isso, não é? 

Bom, confesso que eu não gostei muito da capa, talvez se não tivesse o Minotauro tivesse me agradado mais, é que achei ele aí bem deslocado, meio que poluindo a cena. Enfim, não sou capista, sou completamente leiga mas é a minha opinião. Uma coisa que eu não gostei e eu digo mesmo foi a diagramação, margens quase inexistentes e a fonte muito pequena, confesso que até eu me acostumar, isso me cansou bastante. Mas curti bastante as informações extras no começo do livro, ensinando a pronunciar os nomes dos personagens, e também gostei muito das imagens no final do livro. A Editora realmente arrasou na divulgação desse livro!

Por fim, e já não era sem tempo não é? Recomendo o livro para os fãs do gênero sobrenatural com vampiros, para quem gosta de livros nacionais e quer se aventurar numa trama pra lá de envolvente. E é claroooooo que tem surpresa!!! Hoje é o aniversário da Kel Costa mas quem ganha o presente são vocês!!! Eu gostei tanto do livro que pedi um exemplar extra para sortear pra vocês, leitores queridos e lindos do Feed your Head! Vamos lá?! É muito fácil participar, basta preencher o formulário do Rafflecopter abaixo e cruzar os dedinhos!!

Beijos e até a próxima!



18 Comentários:

Danielle Almeida disse...

Desde que você falou sobre o livro no facebook fiquei super curiosa para ler. Já foi adicionado a minha listinha de livros, espero pode ler o mais rápido possível. Adoro vamps e adoro sobrenatural :D

Amanda Freiitas disse...

Eu nem posso dizer o quanto eu quero esse livro, porque eu o quero demais mesmo! Eu já li as histórias dessa autora quando ela postava no nyah, e eu era/sou completamente apaixonada pelas obras dela, principalmente 'Alerta Vermelho' que também era de vampiros, e que a quase 4 anos eu sei de cor e salteado, então quando eu vi esse lançamento da Kel, naturalmente eu fiquei doida por ele. Sem falar que é de vampiros, e a Kel Costa escreve histórias de vampiros como ninguém, e na minha opinião, os vampiros delas são ainda melhores do que os da J.R Ward. Nesse momento, eu estou fazendo de tudo, correndo atrás mesmo, pra conseguir esse livro, e espero pro bem da minha sanidade mental, que eu consiga adquiri-lo.

PS: Parabéns pela resenha, muito bem escrita e sincera! :)

Eliane Pupo Bloise disse...

Que resenha detalhada flor, já não preciso mais ler o livro kkk.... Brincadeirinha só me instigou ainda mais, amo o sobrenatural, isso me atrai bastante num livro.... Adorei a resenha

Patricia Andrea Peña disse...

Olá! Eu vi o livro exposto na Bienal e fiquei só olhando e me perguntando se valia a pena comprar rsrsrs, parece que vale mesmo, se eu for no dia 30, passarei na Jangada ;)


Bjs,


Pati

Dana Silva disse...

Mas não se preocupe que não tem spoiler NENHUM. abs

Mey disse...

Aff...meu coment sumiu, mas enfim...O que me chamou a atenção inicialmente no livro foi mesmo a capa, mas tb achei aquele minotauro meio deslocado ali, mas achei bonita no geral. A historia é bem interessante, mescla duas coisas que gosto muito, vampiros e seres mitologicos, sendo assim, fiquei super curiosa. Amaria ler, com certeza. Bjksss

Rhayssa Costa disse...

Eu vi suas postagens no Facebook e estou curiosa demais para ler o livro.
Parece ser muito interessante.

Dana Silva disse...

Pati vc não vai se arrepender! <3 compre porque vale a pena!

Nardonio Alves disse...

Eu também estou um pouco saturado de vampiros. Só abro exceção quando esses seres são notívagos, sanguinários e cruéis. E claro que a trama tem que agradar também. E foi o caso com esse aqui. Achei tudo bem interessante, mas essa parte da diagramação não ajudou muito. E concordo com você em relação ao Minotauro na capa. Enfim, se tiver oportunidade, vou dar uma conferida sim.

@_Dom_Dom

Paulinha Laia disse...

Oie,
Vou dizer estou hiper, mega chateada pois conheço o trabalho da Kel, lia suas fanfics na época do Orkut. Amava sua escrita e estive na Bienal dia 23/08 e não fazia ideia que a Kel estaria lá e que tinha lançado um livro. Amei a resenha quero saber desses vampiros e mais sobre a Sasha. Kel venha na bienal de BH. >.< Parabéns por ter conseguido publicar seu livro. Em breve quero colocar uma resenha dele no
Paradise Bookss



Vamos tentar a sorte aqui. >.<

aninha disse...

muito feliz pela K ter conseguido publicar o livro. muito mesmo. =) Sasha é uma figura! Mikhail tem a personalidade forte rs mas tudo funciona muito bem na história. gosto muito de Kurt o amigo da Sasha. é o amigo certo na hora certa. esse final... tbm fiquei assim acredite rsrs. vou falar aqui pq eu já disse a autora rs, a capa seria ótima se realmente ñ tivesse o Minotauro ali gritando pro nada solto na capa. até entrega um pouco do que o leitor pode esperar na questão dos mitológicos sabe. amei a resenha Dana! bj!

Tamiris Leitão disse...

Achei bem interessante a história, por mais que também fique receosa por se tratar de um livro sobre vampiros. Gostei bastante pelo fato de não ser meloso ♥ E vi tantos comentários positivos sobre essa obra, que eu quero dar uma chance a ele, e espero que o possa fazer.


Beijos

Juliana Holdefer disse...

Awwwwn, eu ganhei *---* meio que vai ser meu presente de aniversário ganhar esse livro. Dia 01 de outubro esta chegando *-*

Dana Silva disse...

Então responde logo o e-mail! rsrs Já te enviamos, para o e-mail que você cadastrou no formulário. Abs

Deisiane Ghizzo Burato disse...

Sério que você leu o livro? Como assim ficou confuso eles irem visitar o colégio durante o dia? A Kel fala diversas vezes do túnel que liga a escola à morada dos mestres... A Sasha mesmo passa por este mesmo túnel em mais de uma situação... Fora isso, boa resenha.

Nayara Gilio Poloni disse...

Que resenha linda de FN! Mikhail realmente é tudo de bom por mais que eu tenha uma queda pelo Klaus e Nikolai Haha Kurt e Lara são os melhores! Gosto mais deles do que da própria Sasha kkkkkkkkk aaaah! Como ficou confusa? A Fortaleza inteira possui tuneis subterrâneos! A Kel deixou isso tao claro, poxa! Que eles andam pelos tuneis para se locomover de um estabelecimento a outro da morada! A Sasha ainda teve aquela cena quente com o Misha no túnel *-* kkkkkkkkk enfim, beijos e parabéns pela resenha!

Dana Silva disse...

O fato de eu não ter decorado cada detalhe do livro não quer dizer que eu não o tenha lido, Deisiane! Desculpa se a minha opinião não te agradou mas foi a maneira como EU entendi. Tudo bem que ela falou mas pra mim NÃO FICOU tão claro.

Dana Silva disse...

Eu sei que tem túneis subterrâneos, mas para mim a escola é um ambiente aberto e deve entrar algum sol. Este detalhe, para mim não ficou tão claro. Obrigada pelo comentário.

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D