Resenha + Vídeo: Perdendo-me (Cora Carmack) Trilogia Perdendo-me #01

sexta-feira, 22 de agosto de 2014



Edição: 1
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581635279
Ano: 2014
Páginas: 288
Tradutor: Ana Death Duarte
Sinopse - Perdendo-me - Perdendo-me - Livro 01 - Cora Carmack
VIRGINDADE. Bliss Edwards vai se formar na faculdade e ainda tem a sua. Chateada por ser a única virgem da turma, ela decide que o único jeito de lidar com o problema é perdê-lo da maneira mais rápida e simples possível com uma noite de sexo casual. Tudo se complica quando, usando a mais esfarrapada das desculpas, ela abandona um cara charmosíssimo em sua própria cama. Como se isso não fosse suficientemente embaraçoso, Bliss chega à faculdade para a primeira aula do último semestre e... adivinhe quem ela encontra?


Perdendo-me narra a história de Bliss, uma garota de 22 anos que está prestes a se formar e ainda é virgem. Por pressão de sua melhor amiga, Kelsey, Bliss decide perder a virgindade numa noite, simples assim: sair para um bar, achar um cara e transar. E então ela vai à caça. Chegando ao bar ela vê um cara lindo sentado numa mesa lendo Shakespeare. Opa, peraí, ele tá lendo Shakespeare num bar? Pois é, achando que é bom demais para ser verdade, Bliss vai lá e puxa papo com o desconhecido. Ela descobre que ele mudou há pouco tempo para a cidade, vindo de Londres e que ficou trancado para fora do apartamento e estava no bar à espera do chaveiro.



E assim ela o leva para o apartamento dela. Quando já estão quase nos finalmentes e o rapaz já está nu e o ato quaaase se consumando, ela entra em pânico e foge! Sim, do próprio apartamento! E com uma desculpa que mente sã nenhuma acreditaria. 
E o pior ainda está por vir... quando ela chega na sua aula na segunda-feira, quem ela encontra? Quem? Quem? Quem? Garrick, claro, o cara gostoso que ela deixou nu em seu apartamento. 


Já deu pra notar que é uma comédia atrás da outra, né? Sim, ela passa por cada uma que só vendo! 
Losing it é um livro para se ler numa sentada só. É rápido e a leitura é divertida. Só não espere uma profundidade na história porque isso você não irá encontrar. O livro todo é só a Bliss tentando perder o diabo dessa virgindade! Ela não é ingênua, apesar de virgem, ela é até bem safadinha. Só é medrosa. E os diálogos internos dela são demais, super engraçados!

"Sexo.
Eu ia fazer sexo.
Com um cara.
Um cara gostoso.
Um cara BRITÂNICO gostoso.
Ou talvez eu fosse vomitar.
E se eu vomitasse em cima do cara britânico gostoso?
E se eu vomitasse em cima do cara britânico gostoso DURANTE O SEXO?" página 28/29

Garrick é muito amor! Ele é um pouco mais velho que ela, super paciente, inteligente, lindo, super apaixonado e é BRITÂNICO! Precisa de algo mais?!



"Sotaque. ELE TEM SOTAQUE BRITÂNICO. Santo Deus, estou morrendo.
Respirar. Eu precisava respirar.
Não perca o controle, Bliss." Pág. 13

A autora poderia ter explorado muitas coisas com esse plot, principalmente ter dramatizado um pouco por ser um relacionamento "proibido", não vou revelar mais nada porque é spoiler. Mas não, ela não aprofundou nada e as descrições também são bem pobrinhas. 

Fora Garrick, o personagem que eu mais gostei foi um amigo de Bliss, Cade, que é muito amor! s2 Ele sempre sabe o que dizer, na hora certa e eu gostaria muito que ele aparecesse em uma das sequências do livro. Enfim... É como falei, o livro é divertido, rápido e gostoso de ler, só é bem superficial. Se você está procurando um New Adult sexy sem muitos dramas e sem ser vulgar, pode ler Perdendo-me. 


A capa é igualzinha a original, bem como as das sequências. Li a versão original em inglês há mais ou menos um ano e a tradução está perfeita, bem fiel mesmo. Diagramação simples mas agradável ao leitor. Recomendo demais. A série já conta com duas sequências mas são histórias completamente independentes. O segundo livro é Fingindo e o terceiro é Encontrando-me. 


A Priscila conta as impressões dela no vídeo abaixo, vamos assistir?

3 Comentários:

aninha disse...

amei meninas! Perdendo-me é mesmo uma leitura super agradável, legal de ler! Bliss é uma figurinha, eu também surtaria se visse um cara lindo, gostoso, britânico (!!!) lendo Shakespeare dentro de um bar! kkkkk! mas eu acho que o grande trunfo da Cora foi agradar ao leitor todos os personagens! Cade amigo da Bliss dá vontade de por no colo, lindo, sensível e teve o azar de se apaixonar pela amiga </3 ele tá muito mais amor nos segundo livro só adianto rs. como disse a Dana, tbm acho que a autora poderia ter se aprofundado um pouquinho mais no drama "professor e aluna" mas olhando por outro ponto de vitsa, tbm acho que não funcionaria, pq acredito que a intenção foi mesmo fazer um enredo mais simpático e leve. gostei muito da mistura resenha + video tá aprovado! bj!

Nardonio Alves disse...

Eu me amarro nesses new adults com uma pegada mais divertida. A Bliss deve ser bem divertida e atrapalhada. Achei legal a autora colocar duas amigas com opiniões bem diferentes em relação ao sexo. Fiquei bem curioso pra ler, e ver se essa criatura finalmente conseguiu perder a virgindade.


@_Dom_Dom

Tamiris Leitão disse...

Nossa, não acredito que ainda não comprei essa obra. Adoro esses livros românticos e engraçados ♥ Adorei a forma como falou da obra, e me deu mais curiosidade ainda. Eu nunca imaginaria que essa seria uma história engraçada devido a capa, mas achei linda e fico feliz em saber que a tradução ficou correta :)

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D