Resenha: Os Adoráveis (Sarra Manning)

quarta-feira, 1 de outubro de 2014



Título: Os Adoráveis
Autor: Sarra Manning
Edição: 1
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581631950
Ano: 2013
Páginas: 384
Tradutor: Ronaldo Luis da Silva



Sinopse: Jeane é blogueira. Seu blog, o Adorkable, é um blog de estilo de vida — na verdade, o estilo de vida dela — e já ganhou até prêmios na categoria “Melhor Blog sobre Estilo de Vida” pelo e Guardian e um Bloggie Award. Adora balas Haribo, moda (a que ela cria, comprando em brechós) e colorir (ou descolorir totalmente) os cabelos. Cheia de personalidade e meio volúvel, ainda assim Jeane é bacana — mesmo nos momentos em que se transforma numa insuportável. Mas, certamente, ela não olharia duas vezes para Michael. Porque Michael é o oposto de Jeane. Ele é o tipo de cara que namoraria a garota mais bonita da escola. E compra suas roupas na Hollister, na Jack Wills e na Abercrombie. Além disso, diferente de Jeane, que é autossuficiente, Michael é completamente dependente do pai, o Clínico Geral que condena açúcar, e ainda permite que sua mãe compre suas roupas! (Embora, para Jeane, o pior mesmo sobre Michael é que ele baixa música da internet e nunca paga por isso). Jeane e Michael têm pouco em comum, além de algumas aulas e uma maçante dupla de “ex” — Scarlett e Barney. Mas, apesar disso, eles não conseguem se desgrudar desde que ¬ ficaram pela primeira vez.


            Os Adoráveis foi escrito pela Sarra Manning e publicado no Brasil pela Editora Novo Conceito. Sinceramente esse livro não estava na minha lista de leituras imediatas, mas estava precisando de um livro mais levinho e essa me pareceu uma leitura agradável.


            Jeane é uma blogueira de estilo, seu blog o Adorkable se tornou mundialmente conhecido e o dork se tornou um estilo de vida para milhares de jovens pelo mundo. Em sua própria escola, porém Jeane não é popular, ao contrário ela é tratada como pária, ninguém exceto seu então namorado Barney fala com ela. Quando é abordada por Michael Lee numa feira para questionar uma possível traição de Barney com a namorada de Michael, Scarlett as coisas começam a mudar pois Jeane se vê de repente solteira e “ficando” com o garoto mais popular da escola, escondido.

            A narrativa é feita em primeira pessoa alternada entre Michael e Jeane, passagens do Twitter, Blogger e mensagens de celular. Achei bem interessante incluir esse tipo de linguagem no livro, pois é bem próxima do que atualmente fazemos.

            Eu gosto da personalidade contestadora de Jeane, embora 90% do tempo eu tenha me incomodado com as descrições de roupa dela, sério se fosse minha amiga teria levado ao primeiro shopping e dado um “banho de loja” nela, por que o figurino da moça é horrendo. Convenhamos para ser nerd não é preciso ter falta de estilo. Enfim, é engraçado como Jeane também quer quebrar preconceitos contra sua tribo, mas é a primeira a apontar o dedo para os colegas, ela tem muitas atitudes hostis ao longo da narrativa e esse espírito livro esconde na verdade uma jovem cheia de preconceitos e muito solitária.

            Michael é todo certinho e não gosta mesmo de ser visto com Jeane em público, confesso que eu também me colocando no lugar dele não iria querer ser vista com uma louca dessas na rua jamais (sim eu não sou muito chegada a gente estranha podem me julga isso não muda nada). O que acontece é que eles se dão muito bem e ela parece ser uma garota legal e por isso ele não consegue ficar longe da confusão que ela é.

            A trama é toda engraçadinha e leve, não tem maiores dramas, só alguns dramas adolescentes normais, tal como primeira vez, drama com pais ausentes e como você pode influenciar pessoas através da internet. Esse último tema me fez refletir um pouco, mas nada muito profundo, por que esse não era realmente meu objetivo ao ler esse livro.

            Enfim, essa capa é estranha, antes não tivessem os modelos, parece propaganda de série teen americana do Disney Channel. A diagramação está legal, mas algumas partes que deveriam vir em itálico estão em letra normal, nada que atrapalhasse tanto assim a leitura. Enfim, uma leiturinha leve para ser alternada com livros um pouco mais profundos.

7 Comentários:

Catharina Mattavelli disse...

Olá

Ouvi falar bem e mal desse livro, então tenho um certo receio de ler, mas vou tentar a leitura em breve se tiver oportunidade e espero gostar tanto quanto você, ótima dica e parabéns pela resenha.

Beijos

http://realityofbooks.blogspot.com.br/2014/09/top-5-filmes-de-terror.html

Nathalia Simião disse...

Verdade, a capa ta um coisa bem série teen da Disney mesmo hahaha também não sou muito fã de andar com gente escandalosa e estranha não, sou muito na minha pra isso. A história não me chamou tanto a atenção assim, é um livro que eu passaria com certeza.

aninha disse...

é bem aquele livro fácil, até meio bobinho que é gostoso de ler =) gosto de livros assim, sem nenhuma expectativa rs. a personagem é mesmo louquinha, até pra ser "ñ tô nem aí" tem que ter limite, ñ é a toa que Michael tem seus receios de andar com a moça kkkkkkk! a NC e o dom de quando ñ fazer capas horrorosas, faz essa capa de revista capricho. aparecendo oportunidade, eu leio com certeza =)

mirelle soares gomes disse...

Tem uma capa bem lindinha mais por hora não estou procurando um livro levinho pra ler... mais quando estiver procurando vou pegar esse com certeza adorei a resenha.
*-*

Fábrica dos Convites disse...

Também não gostei desta capa, que acabou ficando distantes dos personagens. Do enredo em si eu gostei.
Bjs, Rose.

Tamires Fernanda disse...

Concordo com vc sobre essa capa, parece mesmo propaganda da series da Disney... rsrsrsrs
Eu estou precisando de leituras assim, leve e bem legal, acho que esse se encaixa direitinho nesse perfil e também ele aborda vários temas legais né.


Abçs :)

Nardonio Alves disse...

Realmente, Priscila! É bem aquele tipo de livro levinho que pegamos quando não queremos nada tão profundo assim. O que achei legal nele foi essa abordagem da vida dos blogueiros. Ficou bem próximo do real mesmo. E concordo com você em relação a capa. Não que ela seja feia, só acho que não foi adequada para a trama.


@_Dom_Dom

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D