Resenha: A Psicanálise dos Contos de Fadas (Bruno Bettelheim)

quinta-feira, 23 de outubro de 2014



Título: A Psicanálise dos Contos de Fadas
Autor: Bruno Bettelheim
Edição: 26
Editora: Paz e Terra
ISBN: 9788577530380
Ano: 2014
Páginas: 448

Sinopse: Em A psicanálise dos contos de fadas, Bruno Bettelheim faz uma radiografia das mais famosas histórias para crianças, arrancando-lhes seu verdadeiro significado. O autor mostra as razões, as motivações psicológicas, os significados emocionais, a função de divertimento, a linguagem simbólica do inconsciente que estão subjacentes nos contos infantis.





           A Psicanálise dos Contos de Fadas foi escrito pelo Bruno Bettelheim , foi publicado anteriormente por outras editoras, mas minha edição é a 26º que saiu pelo selo Paz e Terra do grupo editorial Record.

            Esse livro faz uma análise bastante esclarecedora sobre os contos de fadas e em como eles afetam o desenvolvimento psicológico das crianças, ajudando-as a lidar com conflitos internos que ocorrem no decorrer do crescimento e das novas descobertas que fazemos a cada dia.

            O livro se trata de um estudo mais acadêmico e tem uma abordagem bem didática e por isso ele é todo escrito em primeira e as vezes em terceira pessoa. Veremos citações como respaldo de grandes nomes da psicanálise como Freud e Jung.

            Como vocês já devem estar carecas de saber eu faço faculdade de Letras e confesso que esse livro me ajudou em algumas análises e abordagens acadêmicas, mas como leitora eu achei muito interessante essa abordagem dos contos de fadas, pois por muitas vezes o que nós pensávamos como crianças não é bem aquilo que a história quer representar.

            Algumas análises traumatizaram minha infância e por isso dei graças a deus por ter lido apenas depois de adulta, por exemplo citarei a análise de Chapeuzinho Vermelho que traz uma conotação sobre sexualidade que eu sinceramente nunca tinha pensado, já havia visto várias interpretações, mas essa para mim foi novidade.

            Enfim, não tem como eu me prender muito sobre esse livro, pois como falei ele é um livro interessantíssimo para quem é da área de Letras e Psicologia, porém por conta dessa tecnicidade talvez se você provém de outras áreas ou seja mais leiga ganhe um pouco de dificuldade para compreender certas teorias.

            A capa desse livro em preto e branco o deixou com uma cara vintage e ao mesmo tempo meio macabra, eu gostei. A diagramação está muito bem cuidada, com notas de rodapé e notas explicativas ao final do livro. Enfim, eu acho que apesar das possíveis dificuldades se você gosta de contos de fadas deve ler esse livro.

8 Comentários:

Ellen Costa disse...

Que interessante! Eu amo livros e agora estou começando a me interessar por psicologia, então é tipo a junção perfeita. Não sabia da existência desse livro, mas agora ele com certeza fará parte da minha lista de desejos.

Beijos ;*

Tamires Fernanda disse...

Que legal, eu ainda não conhecia esse livro, mas eu amei a ideia que ela passa para as crianças e para nos mesmo. Futuramente o lerei.


Abçs :)

Fábrica dos Convites disse...

Oi Priscila, realmente ele não me interessou muito.
Bjs, Rose.

aninha disse...

sem dúvida é um livro interessante, essa análise mais adulta digamos assim desses contos que marcam a infãncia. vi mesmo no tt que vc amou o livro! e agora que quero ler pra saber o que a chapeuzinho vermelho esconde! *aninha rated r* hahahaha! a capa é bem legal, um toque "estranho". aparecendo oportunidade, eu leio sim =)

Érika Rufo disse...

Esse livro realmente é muito interessante. Já li algum tempo atrás qdo estava na faculdade de pedagogia. Deu vontade de ler de novo...
Beijos!

mirelle soares gomes disse...

A capa é bem estranha na minha opinião, não conhecia o livro, mais não mi interessei muito não...
*-*

Nardonio Alves disse...

Olá, Priscila!!! Sou da área de Teatro, e paguei algumas disciplinas de Psicologia da Educação. Sempre me interessei por Psicologia, pois acho que vai muito de encontro com Teatro. Quando vi esse livro, me interessei muito, mesmo ele tendo esse tom mais didático/técnico. Estou bem curioso pra ler.

@_Dom_Dom

Nathalia Simião disse...

Eu sou de outra área mas me interessei pra caramba, sempre vi várias interpretações do contos, várias versões e sempre quis saber mais sobre a histórias que acompanharam minha infancia.

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D