Resenha: Em nome do mal (James Oswald) Inspetor McLean #01

sexta-feira, 21 de novembro de 2014



ISBN: 9788501403056
Ano: 2014
Editora: Record
Preço: R$ 22,61 até R$ 38,00
Resenha: A violência paira sobre Edimburgo. O corpo mutilado de uma jovem, vítima de um ritual macabro ocorrido há sessenta anos, repousa no porão de uma mansão. Os braços abertos, as mãos pregadas no piso de madeira, os órgãos removidos e dispostos em seis recipientes de vidro em torno da vítima. Além disso, uma proeminente figura local é brutalmente assassinada, um imigrante ilegal corta a própria garganta em um bar no centro da cidade, uma mulher se joga na linha do trem e outras quatro pessoas são mortas de forma violenta. O inspetor Anthony McLean tem certeza de que há uma ligação entre os assassinatos, os suicídios e o ritual no porão, mas não consegue encontrar uma explicação racional para os fatos. Na medida em que as coincidências aumentam, ele é forçado a considerar uma explicação sobrenatural. Poderia existir algo diabólico rondando a cidade que ele jurou proteger? Se sim, como detê-lo? As respostas que McLean procura logo farão com que se depare com a própria essência do mal. · Em nome do mal, primeiro volume da série protagonizada pelo inspetor Anthony McLean, foi finalista do prestigiado prêmio Debut Dagger da Crime Writer’s Association. · “Sombrio, violento, noir.” – The Herald


Em Nome do Mal escrito pelo James Oswald foi publicado pela editora Record, é o primeiro livro de uma série e um thriller policial de tirar o fôlego.
O inspetor McLean é novo no cargo em que ocupa na polícia de Edimburgo na Escócia. Quando operários encontram numa mansão antiga um corpo escondido em uma câmara oculta, McLean é chamado para desvendar aquele crime, porém conforme as evidências vão aparecendo as coisas começam a se complicar. Durante a narrativa uma outra série de assassinatos está acontecendo na cidade, homens importantes começam a morrer e uma série de suicídios irá colocar mais peças num quebra-cabeças que é a vida de McLean.

Uma curiosidade para quem tem estômago é que o capítulo que abriria o livro foi retirado, pois foi considerado muito violento, porém nessa edição ele veio como um capítulo bônus para os fãs da série se deliciarem.

Apesar da narrativa ser um pouco arrastada, para quem gosta de Thrillers Policiais com toques sobrenaturais esse livro vale muito a pena, pois o autor realmente conseguiu casar esses dois temas de uma maneira muito boa.

O que me incomodou de alguma maneira foi aquela sensação de mais do mesmo, o protagonista não traz nenhuma novidade, temos mais uma vez a figura de um policial bonitão, durão que resolverá todos os crimes, porém que sofre algum tipo de drama pessoal. Mais um clichê que me deixou muito frustrada. Mc Lean tem seus dois ajudantes o sargento Bob e o detetive McBride, que são como seus dois braços direitos, juntos eles terão que desvendar os crimes que estão acontecendo em Edimburgo.

Um dos pontos positivos do livro seria essa mescla de sobrenatural e romance policial, é uma fórmula que eu gosto bastante, o autor soube também equilibrar isso e adequar isso a personalidade dos personagens, esse balanço ficou equilibrado e me deixou muito contente.

Essa capa é maravilhosa, dá medo mesmo uma verdadeira capa de romance policial. A diagramação também está ótima. Enfim, vale mesmo a pena ler esse thriller.

| comente (:

aninha disse...

eu gosto muito de livros assim. acho que se o autor conseguir manter o suspense/mistério na medida fica excelente. apesar do clichê, acho o livro funciona e também gostei muito da história se passar em Edimburgo, creio que dá um ar diferente. a capa é tenebrosa o_O mas dá o ponto certo de como é o livro. dica anotadíssima!

Postar um comentário

Ficarei muito feliz se você me der a honra de ter o seu comentário aqui no meu blog. O blog sobrevive dos seus comentários, seja legal, comente nos blogs que visita! :D